Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Siga-nos nas redes sociais:

A DESTRUIÇÃO SILENCIOSA.

20/08/2021 - 19:14:27

A maioria dos países do Ocidente, em especial aqueles que superaram a fase do subdesenvolvimento, reconhecem que a cultura de um povo, representa, mais do que nunca, o principal referencial de riqueza de uma nação. 

Nesse sentido, é possível se afirmar que todas as nações que experimentam hoje o pleno desenvolvimento material atribuem essa condição ao nível cultural de seu povo.

Ao conhecer qualquer um desses países que lograram superar a pobreza, o visitante logo se depara com o cuidado com que todas as instituições dedicadas ao saber e a cultura são valorizadas e preservadas e até mesmo reverenciadas com o maior esmero, pois muitos reconhecem que foi justamente por meio desses lugares que o povo pôde avançar, com segurança, rumo a uma condição de bem-estar coletivo. 

A simples constatação desse fato elementar pode servir de lição e de alerta para as condições atuais da maioria de nossas instituições do saber e da cultura. 

Em nosso Município de Sinop, a questão CULTURA, foi sucateada e rebaixada a eventos, onde o glamour tem maior destaque que o saber, que o conhecimento, tudo foi banalizado, ridicularizado.

A Biblioteca Municipal, maior expoente cultural de nossa amada Urbe já não existe mais, não se sabe se hoje é um playground para lactantes ou uma exposição de obras de pintores e artesões desconhecidos.

Do acervo histórico e cultural 80% estão jogados em caixas de papelão no centro de eventos Dante de Oliveira, aguardando um fim criminoso.  As obras literárias que serviram, servem e serverião ao preparo intelectual dos jovens, do povo em geral, serão descartadas.

Estranho? Não! Nada há de estranho nesta administração NEFASTA, tudo está sendo feito de forma proposital, essa é a visão cultural da esquerda, criar uma sociedade completamente aculturada, apedeuta, incapaz de pensar.

A intenção é transformar o local em uma espécie de bar ou conveniência vendendo café, petiscos, ou seja, um cyber café, e o que mais choca é que nas palavras do DIRETOR DE CULTURA, nos computadores serão permitidos acessos a sites de pornografia, autorizando-se ainda a masturbação no prédio.

Em recente reunião cultural “conselho municipal de cultura” realizado no centro de eventos Dante de Oliveira, um palestrante atacou ferozmente católicos e evangélicos com discurso de tamanho preconceito religioso, mostrando qual é a direção que a cultura de Sinop irá trilhar.

È muito triste ver que o futuro para milhares de jovens, desprovidos dos mínimos frutos da cultura, é incerto, para dizer o mínimo. 

Que sociedade faremos adiante com jovens sem livros e sem saber?

A questão, é claro, jamais sensibilizou nossos gestores, muitos dos quais também alheios a essas necessidades sequer dão ouvidos ao clamor de quem vê um futuro incerto para nossos filhos e netos.

Fonte: Dom Quixote

Veja tambem