Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Siga-nos nas redes sociais:

Ibama é acusado de descumprir decisão judicial e manter embargo a mais de 200 madeireiras

A Operação Maravilha III foi deflagrada em outubro de 2021 e no final o Ibama exarou relatório determinando o embargo e bloqueio, isso já perto do Natal. 14/01/2022 - 20:33:33

Justiça Federal em Mato Grosso determinou o desembargo das atividades da empresa Serramar Comércio e Beneficiamento de Madeiras Ltda, bem como desbloqueou seu acesso Sistema DOF/IBAMA, por considerar que a medida cautelar, da paralização, não foi justificada. O Ibama, no âmbito da Operação Maravilha III, determinou o embargo e bloqueio do sistema DOF/IBAMA de todas as empresas que constataram alguma ligação. A empresa afirma que o Ibama não cumpriu a decisão judicial. A deputada Janaina Riva (MDB) afirmou que irá cobrar o desbloqueio, que recaiu sobre mais de 200 empresas.

A Operação Maravilha III foi deflagrada em outubro de 2021 e no final o Ibama exarou relatório determinando o embargo e bloqueio, isso já perto do Natal. A defesa da Serramar Comércio e Beneficiamento de Madeiras Ltda, patrocinada pelos advogados Erika Silva e José Renato Miglioli Cordovez, entraram com um mandado de segurança buscando o desbloqueio do Sistema DOF/IBAMA e o desembargo de suas atividades.

Foram bloqueadas todas as empresas que o Ibama constatou alguma ligação. Os advogados da Serramar alegaram que, na maioria das empresas, não houve fiscalização in loco, sendo constatada a ligação apenas de forma virtual pelo sistema. Argumentaram também que a Serramar foi embargada sem qualquer notificação ou existência de processo administrativo e que há ausência de fundamentação para a medida extrema aplicada

A Justiça Federal, no entanto, considerou que a empresa teve sim conhecimento dos fatos, conforme o Auto de Infração e o Termo de Embargo, e que "tergiversa para dizer não saber do que está sendo acusada", e que não há necessidade de vistoria in loco. Também citou que há previsão legal para o embargo, sem prévio contraditório.

"A medida cautelar de suspensão de acesso ao Sistema DOF/IBAMA e de embargo das atividades para fins de resguardar o meio ambiente tem previsão legal, não dependendo de prévio contraditório, podendo a medida ser implementada imediatamente, diante da urgência, e o contraditório diferido", diz trecho do art. 45 da Lei nº 9.784/99.

Apesar disso, a Justiça Federal entendeu que a defesa da empresa tem razão quando argumenta que há ausência de fundamentação para a medida. Afirmou que não foi devidamente justificado o embargo e bloqueio do acesso, pois foi apresentada fundamentação "genérica".

"Uma operação, em tese, ilegal, não é suficiente para o embargo e paralisação de todas as atividades da empresa. Vale dizer, a medida cautelar de embargo da atividade somente pode ser utilizada quando for estritamente necessária e justificada, o que a autoridade coatora não conseguiu demonstrar no termo de embargo, no qual, utilizando-se de uma fundamentação genérica - objetivo de impedir a continuidade do dano ambiental e a continuidade de processos produtivos em desacordo com a legislação ambiental - , passível de ser aplicada em todo e qualquer caso, não especificou as circunstâncias concretas que poderiam, excepcionalmente, justificar o embargo".

A Justiça então concedeu a liminar para determinar o desbloqueio no Sistema DOF/IBAMA e desembargo das atividades da empresa. Ainda afirmou que o órgão pode novamente realizar o embargo, "porém observando as balizas legais".

Cobrança de deputada

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) se manifestou sobre o caso em suas redes sociais. Ela afirmou que encaminhou um ofício ao presidente do Ibama, e pediu apoio ao senador Wellington Fagundes (PL) e outros representantes de Mato Grosso em Brasília, para auxiliar no desbloqueio do Ibama, que são mais de 200. A parlamentar disse que as empresas têm direito de se defender antes que uma medida drástica como essa seja tomada. 

Foto Reprodução

Fonte: Olhar Direto / Vinicius Mendes

Veja tambem

23/05/2022 | COVID-19

Segunda-feira (23): Mato Grosso registra 737.450 casos e 14.908 óbitos por Covid-19

Há 13 internações em UTIs públicas e 19 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 15% para UTIs e em 4% para enfermaria

14/05/2022 | LUA DE SANGUE

'Lua de Sangue’ poderá ser vista do mirante do Parque Tia Nair em Cuiabá

Fenômeno celeste terá duração de mais de cinco horas. Visualização completa é considerada raridade por estudioso e só ocorrerá novamente em maio de 2025.

13/05/2022 | GNV GÁS

Mais dois postos vão operar com GNV no primeiro semestre

O GNV tem uma economia em relação aos combustíveis líquidos que é de 40%.

09/05/2022 | COVID-19

Mato Grosso registra 735.298 casos e 14.901 óbitos por Covid-19

Há 20 internações em UTIs públicas e 21 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 15% para UTIs e em 4% para enfermaria

09/05/2022 | VERA-MT ANIVERSÁRIO

Abrindo as festividades de Aniversário de Vera 1º Festival de Bandas e Fanfarras é realizado

Dando início às comemorações para o 36º aniversário de Vera oito apresentações foram efetuadas sendo sete de bandas e uma de fanfarra

09/05/2022 | SINOP FÓRUM DA INDÚSTRIA 2022

Sinop recebe Fórum da Indústria 2022 nesta quarta-feira (11)

Evento faz parte da programação do Mês da Indústria promovida pelo Sistema Fiemt.

04/05/2022 | NOTA IRREGULAR

Sefaz apreende carga irregular de milho na divisa com Mato Grosso do Sul

Ação do fisco impediu que R$ 1,8 milhão fosse sonegado

29/04/2022 | COVID-19

Sexta-feira (29): Mato Grosso registra 733.611 casos e 14.896 óbitos por Covid-19

Há 29 internações em UTIs públicas e 27 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 21% para UTIs e em 6% para enfermaria

28/04/2022 | COVIDE-19

Quinta-feira (28): Mato Grosso registra 733.415 casos e 14.896 óbitos por Covid-19

Há 28 internações em UTIs públicas e 22 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 20% para UTIs e em 5% para enfermaria

27/04/2022 | PEIXOTO DE AZEVEDO-MT

Homem é preso com tabletes de maconha em Peixoto de Azevedo

Suspeito e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia da cidade

26/04/2022 | COVID-19

Terça-feira (26): Mato Grosso registra 732.928 casos e 14.892 óbitos por Covid-19

Há 32 internações em UTIs públicas e 21 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 19% para UTIs e em 4% para enfermaria

20/04/2022 | COVID-18

Quarta-feira (20): Mato Grosso registra 731.750 casos e 14.887 óbitos por Covid-19

Há 30 internações em UTIs públicas e 21 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 16% para UTIs e em 4% para enfermaria