Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Siga-nos nas redes sociais:

Alunos do ensino médio de MT passam a ter mil horas aulas anuais e instrução para desenvolver carreira

12/01/2022 - 17:18:22

A partir de fevereiro deste ano, estudantes do 1° ano do Ensino Médio de 525 escolas terão acesso a organização curricular do Novo Ensino Médio. Conforme a Lei n° 13.415/2017, o novo modelo de ensino será implantado de forma gradual, até 2024, em todas as escolas que tenham turmas do Ensino Médio.

Além da mudança na carga horária de estudos, que antes era de 800 horas e passa a ser de 1.000 horas anuais, o currículo passa a ser organizado por áreas de conhecimento. O modelo de aprendizagem conta com a inclusão do itinerário formativo, Projeto de Vida, Trilha de Aprofundamento, e Eletivas. 

O projeto de vida é o coração do Novo Ensino Médio. É o componente curricular no qual o professor vai fazer um trabalho de orientação com o estudante, durante seu percurso no Ensino Médio, ajudando-o a desenvolver suas habilidades e escolher uma carreira. "Dessa forma, quando concluir a sua formação básica, esse estudante terá um direcionamento para o seu futuro”, destacou o técnico pedagógico do Ensino Médio, Jorge Rodrigues.

O objetivo do itinerário formativo é desenvolver nos estudantes autonomia e habilidades que permitam uma visão de mundo ampla e heterogênea, promovendo a incorporação de valores universais, como ética, liberdade, democracia, pluralidade, solidariedade e sustentabilidade, e ainda, contribuir na sua preparação para a vida e para o mercado de trabalho.  O itinerário também é conhecido como parte diversificada do currículo, no qual os estudantes poderão escolher o que estudar conforme maior aptidão, interesse e a oferta das atividades pelas escolas.

A proposta do Novo Ensino Médio foi elaborada com o objetivo de proporcionar uma educação de qualidade e igualitária para os jovens brasileiros. Para garantir a aprendizagem, a nova organização do currículo possibilita, de forma mais efetiva, a realização de projetos, oficinas, cursos e atividades práticas e significativas, contribuindo para que os estudos se tornem mais atrativos para os estudantes.

“É importante essa mudança na formação do estudante, numa perspectiva de formação integral. Nas nossas salas de aula, temos o estudante do século 21, que é conectado, com muitas informações e possibilidades. Por isso, é preciso ter uma escola que contemple suas necessidades formativas e que seja prazerosa, para que ele continue seus estudos. A sociedade mudou, as transformações vieram e essa é uma grande contribuição que a nova organização curricular traz para nossas escolas”, concluiu a técnica pedagógica do Ensino Médio, Francisca Nailê.


Projeto de vida

Durante as aulas serão desenvolvidas competências e habilidades que auxiliem o estudante a identificar seus valores e a se preparar para o futuro. Definir objetivos e pesquisar sobre faculdades são alguns dos temas abordados. As unidades escolares terão a autonomia para determinar a forma de colocar o componente em prática, uma alternativa é estabelecer uma disciplina específica no currículo. O Projeto de Vida está divido em três pilares: 

*Pessoal - aprender a lidar com os próprios sentimentos, respeitar seus limites, descobrir sua identidade, detectar suas principais habilidades e dificuldades, traçar seus desejos;

*Social - refletir sobre sua relação com familiares e colegas, pensar em formas de ajudar a comunidade, entender a realidade do seu entorno;

*Profissional - escolher por qual itinerário formativo vai optar ao longo do ensino médio, decidir se quer fazer faculdade ou curso técnico, pensar em uma carreira para o futuro.

Trilha de aprofundamento

Aliado à Base Nacional Comum Curricular, o Novo Ensino Médio institui um modelo de aprendizagem nas quatro áreas de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias (biologia, física e química), Linguagens e suas Tecnologias (português, inglês, educação física e arte), Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (história, geografia, sociologia e filosofia) e Matemática e suas Tecnologias, chamadas de Trilha de Aprofundamento.

O estudante também pode optar pela Trilha de Aprofundamento em Educação Profissional Tecnológica ou, ainda, por uma trilha integrada, ou seja, com duas áreas do conhecimento, por exemplo: Ciências Humanas e Matemática, ou Linguagens e suas Tecnologias e Matemática, dependendo do que for disponibilizado por cada escola.


Eletivas

As eletivas são parte integrante do itinerário formativo e se referem a propostas desenvolvidas, por meio das áreas de conhecimento, com temáticas, vivências e aprendizagens variadas, elaboradas pelos professores, que tem a finalidade de ampliar e aprofundar as aprendizagens e fortalecer o protagonismo dos estudantes. 

Cada unidade escolar tem a autonomia de estabelecer definir as eletivas que irão oferecer, tanto na quantidade de projetos a serem realizados, quanto ao tema que será desenvolvido e estudado com a turma, a partir das necessidades de aprendizagens dos estudantes ou do interesse dos mesmos.

O estudante tem a possibilidade de, na escolha da sua eletiva, aprofundar-se numa área de conhecimento diferente da Trilha de Aprofundamento que ele estiver cursando, para ampliar a sua aprendizagem no seu percurso de Itinerário Formativo. 
Ao longo do ano, as aulas das Eletivas podem ser executadas por meio de aulas campo, por exemplo, dentre outras possibilidades pedagógicas.

Professores 

Para que todos profissionais da educação estejam preparados para o Novo Ensino Médio, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) tem realizado eventos formativos e disponibilizado cursos para formação continuada, fornecendo orientações e tirando dúvidas sobre os componentes curriculares que constituem o modelo.  A Seduc ainda organizou a compilação de materiais de apoio aos professores da rede, disponíveis no link.

Cerca de 3 mil profissionais da educação se inscreveram na formação online “Conhecendo o Novo Ensino Médio”, disponível na plataforma COS da Seduc. Uma nova turma está prevista para iniciar em fevereiro deste ano. O curso disponibiliza vídeos e atividades que abordam temas como as especificidades do Projeto de Vida, o desenvolvimento das eletivas e as Trilhas de Aprofundamento. 

Foto: Wesley Rodrigues - Secom MT

Fonte: Olhar Direto Max Aguiar

Veja tambem

23/05/2022 | COVID-19

Segunda-feira (23): Mato Grosso registra 737.450 casos e 14.908 óbitos por Covid-19

Há 13 internações em UTIs públicas e 19 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 15% para UTIs e em 4% para enfermaria

14/05/2022 | LUA DE SANGUE

'Lua de Sangue’ poderá ser vista do mirante do Parque Tia Nair em Cuiabá

Fenômeno celeste terá duração de mais de cinco horas. Visualização completa é considerada raridade por estudioso e só ocorrerá novamente em maio de 2025.

13/05/2022 | GNV GÁS

Mais dois postos vão operar com GNV no primeiro semestre

O GNV tem uma economia em relação aos combustíveis líquidos que é de 40%.

09/05/2022 | COVID-19

Mato Grosso registra 735.298 casos e 14.901 óbitos por Covid-19

Há 20 internações em UTIs públicas e 21 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 15% para UTIs e em 4% para enfermaria

09/05/2022 | VERA-MT ANIVERSÁRIO

Abrindo as festividades de Aniversário de Vera 1º Festival de Bandas e Fanfarras é realizado

Dando início às comemorações para o 36º aniversário de Vera oito apresentações foram efetuadas sendo sete de bandas e uma de fanfarra

09/05/2022 | SINOP FÓRUM DA INDÚSTRIA 2022

Sinop recebe Fórum da Indústria 2022 nesta quarta-feira (11)

Evento faz parte da programação do Mês da Indústria promovida pelo Sistema Fiemt.

04/05/2022 | NOTA IRREGULAR

Sefaz apreende carga irregular de milho na divisa com Mato Grosso do Sul

Ação do fisco impediu que R$ 1,8 milhão fosse sonegado

29/04/2022 | COVID-19

Sexta-feira (29): Mato Grosso registra 733.611 casos e 14.896 óbitos por Covid-19

Há 29 internações em UTIs públicas e 27 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 21% para UTIs e em 6% para enfermaria

28/04/2022 | COVIDE-19

Quinta-feira (28): Mato Grosso registra 733.415 casos e 14.896 óbitos por Covid-19

Há 28 internações em UTIs públicas e 22 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 20% para UTIs e em 5% para enfermaria

27/04/2022 | PEIXOTO DE AZEVEDO-MT

Homem é preso com tabletes de maconha em Peixoto de Azevedo

Suspeito e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia da cidade

26/04/2022 | COVID-19

Terça-feira (26): Mato Grosso registra 732.928 casos e 14.892 óbitos por Covid-19

Há 32 internações em UTIs públicas e 21 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 19% para UTIs e em 4% para enfermaria

20/04/2022 | COVID-18

Quarta-feira (20): Mato Grosso registra 731.750 casos e 14.887 óbitos por Covid-19

Há 30 internações em UTIs públicas e 21 em enfermarias públicas; taxa de ocupação está em 16% para UTIs e em 4% para enfermaria