Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Siga-nos nas redes sociais:

Petrobras anuncia novo aumento de combustíveis

Gasolina terá reajuste de 5,2% e diesel, de 14,2% 17/06/2022 - 15:12:22

A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (17) reajustes de 5,2% no preço da gasolina e de 14,2% no preço do diesel. Os novos valores passam a vigorar a partir deste sábado (18). 

A empresa informou que o preço médio de venda de gasolina para as distribuidoras passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. O último ajuste ocorreu em 11 de março, há 99 dias.

Para o diesel, o reajuste ocorre 39 dias depois do aumento anterior. O preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro. O último ajuste ocorreu no dia 10 de maio. 

O preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), o gás de cozinha, não sofreu reajuste. Em nota para divulgar os aumentos, a Petrobras afirmou que tem buscado o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem repasse imediato para os preços internos da volatilidade das cotações internacionais e da taxa de câmbio. 

"Esse posicionamento permitiu à Petrobras manter preços de GLP estáveis por até 152 dias; de diesel por até 84 dias; e de gasolina por até 99 dias. Esta prática não é comum a outros fornecedores que atuam no mercado brasileiro que ajustam seus preços com maior frequência, tampouco as maiores empresas internacionais que ajustam seus preços até diariamente".

Repercussão
Já pelo Twitter, o presidente Jair Bolsonaro fez duras críticas à Petrobras pelo novo reajuste. 

"O Governo Federal como acionista é contra qualquer reajuste nos combustíveis, não só pelo exagerado lucro da Petrobras em plena crise mundial, bem como pelo interesse público previsto na Lei das Estatais", postou o presidente. 

Em seguida, ele citou a possibilidade de uma greve de caminhoneiros, em decorrência do preço dos combustíveis. 

"A Petrobras pode mergulhar o Brasil num caos. Seus presidente, diretores e conselheiros bem sabem do que aconteceu com a greve dos caminhoneiros em 2018, e as consequências nefastas para a economia do Brasil e a vida do nosso povo".

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, também criticou o reajuste anunciado nesta sexta-feira e pediu a renúncia imediata do presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho.

"O presidente da Petroras tem que renunciar imediatamente", tuitou Lira. "Ele só representa a si mesmo e o que faz deixará um legado de destruição para a empresa, para o país e para o povo. Saia!!!"

Na última quarta-feira (15), a Câmara dos Deputados concluiu a votação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 18/2022, que limita a aplicação de alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, fixando-a no patamar máximo de 17% a 18%, abaixo dos valores atuais aplicados pelos estados.

A medida tem o objetivo de reduzir o preço dos combustíveis para o consumidor, mas os aumentos da Petrobras podem anular os efeitos dessa desoneração. O texto aguarda sanção presidencial para entrar em vigor. 

Edição: Claudia Felczak

Fonte: Agencia Brasil - Pedro Rafael Vilela

Veja tambem

08/08/2022 | MERCADO FINANCEIRO DÓLAR

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Bolsa sobe 1,81% e recupera os 108 mil pontos.

07/08/2022 | BENEFÍCIO CAMINHONEIRO

Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça

Ministro do Trabalho será entrevistado no Brasil em Pauta.

04/08/2022 | MERCADO FINANCEIRO DÓLAR

Dólar cai para R$ 5,22 após reunião do Copom

Bolsa de valores sobe 2,04% com expectativa de fim de altas nos juros

02/08/2022 | MERCADO FINANCEIRO DÓLAR

Tensões entre China e Taiwan elevam dólar para R$ 5,27

Bolsa subiu 1,11%, puxada por mineradoras e bancos

29/07/2022 | MAIS EMPREGO

Taxa de desemprego cai para 9,3% no segundo trimestre

População ocupada é a maior desde o início da série histórica.

25/07/2022 | MERCADO FINANCEIRO - DÓLAR

Dólar tem maior queda diária em 16 meses e fecha em R$ 5,37

Bolsa supera 100 mil pontos por primeira vez em três semanas

21/07/2022 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar encosta em R$ 5,50 após alta dos juros na zona do euro

Bolsa subiu pela quinta vez seguida e superou os 99 mil pontos

20/07/2022 |

Dólar sobe para R$ 5,46 e fecha no maior valor em seis meses

Bolsa de valores encerra dia em estabilidade, com pequena alta.

19/07/2022 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar fecha praticamente estável a R$ 5,42 após cair 1% durante o dia

Bolsa teve terceira alta seguida e ultrapassou os 98 mil pontos

08/07/2022 | MERCADO FINANCEIRO - DÓLAR

Dólar cai para R$ 5,26 e tem primeira queda semanal desde maio

Bolsa recua 0,44%, mas termina segunda semana seguida em alta

07/07/2022 | MERCADO FINANCEIRO DÓLAR

Dólar cai para R$ 5,34 com alívio no mercado externo

Bolsa sobe 2,04% e fecha acima de 100 mil pontos

07/07/2022 | FGTS CASA VERDE E AMARELA

Conselho do FGTS aprova renda maior para Casa Verde e Amarela

Teto do programa habitacional sobe para R$ 8 mil