Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Siga-nos nas redes sociais:

Quebra da haste da soja: Problema afeta lavouras de vários estados, mas pesquisadores ainda investigam causa

Em Lucas do Rio Verde/MT, o quadro já tira produtividade das primeiras lavouras colhidas 30/12/2021 - 21:08:37

A quebra prematura de plantas de soja tem sido um problemas bastante preocupante para produtores em diversos estados, principalmente em Mato Grosso. Os estudos ainda estão sendo feitos pelos especialistas nas áreas de fisiologia das plantas, fitopatologia, entomologia, e genética da oleaginosa, porém, sem uma conclusão para todos os casos. 

Segundo o pesquisador da Embrapa Sérgio Abud, os casos ocorridos em Mato Grosso se assemelham aos do sul do país, porém, podem ter causas distintas, uma vez que as condições climáticas são diferentes. Enquanto o estado mato-grossense sofre com períodos chuvosos em excesso, Paraná e Rio Grande do Sul ainda são castigados pela seca intensa e por temperaturas muito elevadas. 

A queda de plantas não é um problema novo no Brasil. Segundo Abud, foram relatadas quedas de plantas no sudoeste goiano no final dos anos 1990, no Maranhão no início dos anos 2000 e no Paraná em 2015. As causas ainda não foram identificadas, mas os especialistas estão buscando as respostas e esperam divulgá-las aos produtores muito em breve. 

No município de Lucas do Rio Verde, muitas lavouras no município estão apresentando apodrecimento dos grãos ainda dentro das vagens e acamamento das plantas devido ao excesso de chuvas e falta de luminosidade nos últimos 60 dias.

“Estamos detectando vários problemas de sanidade da soja. Temos um problema de tombamento que a planta, antes de madurar, quebra no caule e faz um tombamento quase geral no talão. Não se sabe o tamanho do estrago, quantas lavouras foram atingidas, mas que já está existindo está e posso adiantar que não são em poucas lavouras. Então já estamos preocupados com esse problema”, diz Antônio Isaac Fraga Lira, presidente do Sindicato Rural do município. 

Veja a íntegra da entrevista de Lira ao Notícias Agrícolas:

 

lavouras de soja acamadas lucas do rio verde dezembro 21 (4)

lavouras de soja acamadas lucas do rio verde dezembro 21 (3)

 

lavouras de soja acamadas lucas do rio verde dezembro 21 (1)

Lavouras de soja acamadas em Lucas do Rio Verde - Safra 2021/22 - Dezembro de 2021

A empresa Proteplan Pesquisa e Assessoria Agrícola divulgou um comunicado técnico também reforçando que os estudos estão sendo feitos nas mais diversas regiões afetadas pelo problema e que tão logo os resultados estejam mais avançados serão divulgados. 

WhatsApp Image 2021-12-30 at 18.23.20

Imagens: Proteplan Pesquisa e Assessoria Agrícola

WhatsApp Image 2021-12-30 at 18.23.41

Imagens: Proteplan Pesquisa e Assessoria Agrícola

"A ocorrência do quebramento de haste principal na cultura da soja vem sendo observada em diversas regiões brasileiras. Há relatos no Rio Grande do Sul, Paraná, Maranhão e, especialmente, em Mato Grosso, com maior frequência na região de Sorriso desde a safra 2020/2021, expandindo-se para outras regiões adjacentes na safra 2021/2022. O problema é caracterizado, incialmente, pelo alongamento do caule entre a folha cotiledonar e as folhas primárias, seguido pelo estreitamento dessa mesma região e posteriormente pela quebra da haste principal a partir da fase reprodutiva, causando a interrupção do ciclo da cultura.

A causa do quebramento da haste é desconhecida, contudo, diante das avaliações realizadas até o momento, na região de Sorriso verificou-se a ocorrência em maior frequência em ambientes com baixo teor de matéria orgânica, solos descobertos, em determinadas variedades, predominantemente em materiais com grupo de maturação igual ou superior a 8.0 e em semeaduras realizadas após a segunda dezena de outubro de 2021", diz o comunicado da Proteplan.

Em seu canal no Youtube, o professor Marcelo Gripa Madalosso, da Madalosso Pesquisas, também falou sobre os casos, levantando as probabilidades, mas reforçando que os resultados ainda são inconclusivos. "Bastante complexo este fenômeno, ainda não temos o agente causal definitivo e está acontecendo em várias partes do país", explica. 

Por: Carla Mendes e Guilherme Dorigatti

Foto Reprodução

Veja a íntegra

Fonte: Notícias Agrícola

Veja tambem

06/05/2022 | SOJA COLHEITA

Colheita gaúcha de soja atinge 74% da área, diz Emater-RS; chuvas danificam lavouras

Os trabalhos estão atrasados ante os 90% vistos em igual período do ciclo anterior e também abaixo dos 94% registrados na média histórica para este ano, segundo a empresa de assistência técnica e extensão rural

06/05/2022 | SOJA COLHEITA

Colheita gaúcha de soja atinge 74% da área, diz Emater-RS; chuvas danificam lavouras

Os trabalhos estão atrasados ante os 90% vistos em igual período do ciclo anterior e também abaixo dos 94% registrados na média histórica para este ano, segundo a empresa de assistência técnica e extensão rural

01/05/2022 | ZONA LIVRE

Mapa suspende vacinação da febre aftosa em Mato Grosso a partir de novembro

Suspensão faz parte do projeto de ampliação de zonas livres de febre aftosa sem vacinação no país e significa que o Estado está alinhado com as diretrizes do Código Terrestre da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE)

30/04/2022 | SOJA

Exportações do complexo soja pelo Porto de Paranaguá crescem 25% no 1º trimestre

As exportações do complexo soja pelo Porto de Paranaguá estão em alta

27/04/2022 | PLANEJAMENTO NO AGRO

Planejamento é a palavra mágica para o produtor se preparar diante do cenário global

Com a crise iniciada antes da pandemia e que agora eclodiu com o conflito Rússia-Ucrânia, as próximas safras de grãos devem ter o máximo de organização em função das menores margens de lucro e maior custo de produção

26/04/2022 | AGRONEGÓCIO

Custo de produção do algodão tem aumento expressivo, avalia Abrapa

A atual conjuntura global levou a uma elevação expressiva dos preços de matérias-primas essenciais para a produção do algodão brasileiro para a nova safra. O reflexo é sentido pelos produtores no aumento significativo dos custos de produção, que exige mai

08/04/2022 | SOJA - INDÍGENAS

Soja convencional é cultivada por indígenas do Chapadão do Parecis, em Mato Grosso

Estudo busca o licenciamento ambiental da região para que indígenas tenham mais possibilidades de captação de crédito e investimentos

19/03/2022 | ECONOMIA-AGRO

Exportações do agro alcançam US$ 10,5 bilhões em fevereiro de 2022

No acumulado no ano, as vendas externas do setor já somam US$ 19,3 bilhões

09/03/2022 | EXPORTAÇÕES MT 55,4% - 2O22

Exportações de Mato Grosso crescem 55,4% entre janeiro e fevereiro de 2022

Dentre os cinco produtos mais vendidos pelo Estado neste ano, a soja continua na 1ª posição com US$ 1,8 bilhão negociado, seguido do algodão, com US$ 520 milhões

05/03/2022 | AGRICULTURA FAMILIAR

Encontro técnico fomenta produção e comercialização da pitaya em Mato Grosso

A fruta possui um ótimo valor comercial e é uma oportunidade de negócio para produtores do Estado

22/02/2022 | MILHO E SORGO

Anec eleva previsão de exportação de soja e milho do Brasil em fevereiro

A Anec estimou a exportação de soja do Brasil em 7,2 milhões de toneladas, o que seria um novo recorde para o mês, 100 mil toneladas acima da previsão da semana anterior

21/02/2022 | CRÉDITO RURAL

Show Rural 2022: Sicredi registra mais de R$ 220 milhões em propostas protocoladas durante a feira

Com foco na sustentabilidade no campo, instituição financeira cooperativa protocolou, somente para projetos de energia solar, mais de 200 propostas de financiamento, resultando em um volume de negócios de economia verde de R$ 42,1 milhões