Olá! Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Siga-nos nas redes sociais:

Presidente da Aprosoja rebate discurso de Eduardo Botelho

Galvan apontou que a solução seria a retenção de gastos públicos 03/01/2019 - 08:32:35

O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Antonio Galvan, por meio de suas redes sociais, nesta quarta-feira (2), rebateu o discurso do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), que criticou o setor produtivo durante seu discurso na posse do governador Mauro Mendes, também democrata, nesta terça-feira (1).  

Galvan apontou que a solução seria a retenção de gastos públicos, enquanto Botelho afirmou que a riqueza do estado está na mão de poucos barões do agronegócio.   O governador disse na ocasião que todos os setores precisam contribuir. 

"Quero registrar que jamais o trabalho duro de um setor, seja qual for, será responsável pela desigualdade social, como foi citado nos discursos do governador Mauro Mendes e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho", disse Galvan em sua publicação.   

Para o presidente, a desigualdade é resultado de anos de má gestão, má aplicação do dinheiro público, inchaço da máquina pública e corrupção. Ele apontou que a solução é uma gestão eficaz.   

"Antes de apontar o dedo para quem planta, produz, gera emprego, renda, leva alimento à mesa, e convive diariamente com as incertezas climáticas, econômicas, jurídicas, devia-se olhar para dentro da própria casa e fazer as mudanças que a sociedade tanto anseia, como corte no excesso de gastos publicou", finalizou.   

Confira o esclarecimento na íntegra:  

"Quero registrar que jamais o trabalho duro de um setor, seja qual for, será responsável pela desigualdade social, como foi citado nos discursos do governador, Mauro Mendes, e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, durante a solenidade de posse do governador, nesta terça-feira.

O que causa desigualdade é o resultado de anos de má gestão, má aplicação do dinheiro público, inchaço da máquina pública e a corrupção. Contra essas práticas não vemos políticos levantarem bandeira. Culpar um setor por injustiças sociais é jogar contra a sociedade que se beneficia - seja por meio de emprego e renda, seja por meio dos produtos gerados -, de determinada cadeia produtiva.

Vocês sabiam que, para 2019, o Governo do Estado prevê o repasse no valor de R$ 896 milhões somente para manutenção da Assembleia Legislativa e do Tribunal de Contas do Estado?

Valor muito superior ao orçamento do município de Várzea Grande, por exemplo, que está estimado em R$ 799 milhões e tem a segunda maior população de Mato Grosso: mais de 280 mil habitantes. Ou seja, 24 deputados estaduais e os 11 conselheiros custam aproximadamente R$ 2,5 milhões, por mês, cada um, aos cofres públicos.

Enquanto para a infraestrutura – essencial para o desenvolvimento -, o valor mal chega a R$ 170 milhões, e a iniciativa privada segue contribuindo, pagando impostos e, muitas vezes, investindo recursos onde o Estado que deveria aplicar.

Ou seja, antes de apontar o dedo para quem planta, produz, gera emprego, renda, leva alimento à mesa, e convive diariamente com as incertezas climáticas, econômicas, jurídicas, devia-se olhar para dentro da “própria casa” e fazer as mudanças que a sociedade tanto anseia, como o corte no excesso de gastos públicos.

Mais tributos, mais cobranças, não vão resolver senão houver gestão eficaz.

E é isso que devemos e vamos cobrar: Gestão eficaz, já!"

PorAna Flávia Corrêa

Foto: João Vieira

Fonte: Gazeta Digital

Veja tambem

18/10/2021 | SINDUSMAD

Sindusmad desenvolve projeto para contratar mão de obra de reeducandos

07/10/2021 | INTERNACIONAL

Comércio mundial supera as expectativas e crescerá 10,8%, prevê OMC

A retomada do comércio mundial deverá superar as expectativas, mesmo em meio a tensões na cadeia de suprimento mundial, aponta a Organização Mundial do Comércio (OMC). O maior risco que pesa sobre a produção global e o comércio exterior continua a ser a p

30/09/2021 | SINDUSMAD MATO GROSSO

Diretoria do Sindusmad se reúne para discutir assuntos do setor

Publicado em: 30 de Setembro de 2021

30/09/2021 | SERVIÇO GRATUITO

Prefeitura presta atendimento técnico a pequenos produtores rurais de Sinop

21/09/2021 | SOJA

Soja: Preços seguem altos nos portos do BR e motivados, nesta 3ª, pelos ganhos em Chicago

Os valores no mercado disponível ainda variam entre R$ 157,00 e R$ 171,00 por saca.

21/09/2021 | EXTENSÃO RURAL

Produção de algodão agroecológico em Canarana é destaque e atrai investidores do segmento

Representante da empresa Veja Vert, que fabrica calçados utilizando fibras naturais e exporta para a França ficaram surpresos e gostaram da qualidade da pluma

20/09/2021 | ANÁLISE DE MERCADO

Área de soja em 2021/22 deve ser recorde; preço do milho seguirá sustentado

As margens de lucro positivas esperadas para produtores de soja brasileiros na safra 2021/22, apesar do aumento dos custos de produção, levam o Rabobank a projetar uma área plantada de 40 milhões de hectares, novo recorde.

17/09/2021 | AGRO BRASIL EUA TEREZA CRISTINA

Tereza Cristina: ‘Brasil e EUA trabalharão juntos para produzir mais alimentos’

Reunião com secretário norte-americano ocorreu durante o evento Agricultura do G20

16/09/2021 | MILHO E SORGO

Colheita do milho chega à 95,6% no Mato Grosso do Sul, aponta Famasul

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul) divulgou seu Boletim Semanal da Casa Rural seguindo o acompanhamento da safra e da comercialização da produção de milho no estado

14/09/2021 | SOJA

Produtor de soja que contratou seguro rural deve respeitar calendário de plantio e Zarc – Mapa

A publicação revoga a Portaria nº 389, de 1º de setembro de 2021, e estabelece que os períodos de semeadura poderão ser alterados, mediante solicitação fundamentada dos órgãos estaduais de defesa sanitária vegetal

13/09/2021 | AGRONEGÓCIO MATO GROSSO

Mato Grosso divulga suas potencialidades na 45ª Expocruz

A feira internacional é uma das mais importantes da América do Sul

10/09/2021 | APROSOJA FETHAB

Fethab repassou R$ 138 milhões para a Aprosoja por meio de convênio com a Sefaz

Ao todo, a Aprosoja recebeu R$ 138.037.255,91 de dinheiro do Fethab entre fevereiro de 2019 e julho de 2021, dado do