Siga-nos nas redes sociais:

Vereadores vistoriam obras paralisadas em Sinop

Um engenheiro deve ser contratado pela Câmara para acompanhar o trabalho dos vereadores 04/05/2019 - 18:29:13

Os vereadores Dilmair Callegaro (PSDB), Leonardo Viseira (PP), Professora Branca (PR) e Maria José (MDB), membros da Comissão Parlamentar da Inquérito (CPI) criada para investigar indícios de irregularidades nos contratos e nas obras públicas executadas e em execução pela empresa Água Engenharia, visitaram na tarde desta sexta-feira (3), o canteiro de obras de três Unidades Básicas de Saúde (UBS´s).

Em nenhum dos locais visitados há operários trabalhando.

No Jardim Montreal Park, por exemplo, há indícios de pagamentos indevidos se considerar que o valor pago pelos tapumes que cercam o canteiro de obras - R$ 18.949,56, é maior do que o executado pela empreiteira, segundo medição feita pelos vereadores. No local há, além dos tapumes, dois pequenos galpões de madeira que devem ser usados para guardar ferramentas e um banheiro pelos quais foram pagos R$ 15.357,90.

Pela placa com informações da obra, reutilizada de outra construção executada pela mesma empreiteira e sobre a qual se colou um adesivo, foi pago mais de R$ 3 mil reais. A empresa também recebeu R$ 1.415,43 pelo padrão que não está ligado à rede de energia e sequer tem relógio. Segundo documentos enviados à CPI a empresa já recebeu R$ 65.718,23 sem assentar um único tijolo.

A UBS do Menino Jesus II começou a ser construída, mas a obra foi "abandonada". No Jardim Safira, como no Montreal Park, só há a placa que indica que futuramente haverá uma Unidade Básica de Saúde, cerca e galpão, mas a empresa já recebeu R$ 66.273,28.

Um engenheiro deve ser contratado pela Câmara para acompanhar o trabalho dos vereadores, dando suporte técnico nas investigações.

Para o presidente da CPI, vereador Dilmair Callegaro, há muita coisa a ser explicada. "A primeira ação da comissão foi requerer documentos como contratos e plantas das obras. Uma análise rápida desses documentos mostrou que há discrepância entre o que foi contratado e o pouco que foi executado até agora", disse o vereador.   

Diante das irregularidades, os vereadores devem ouvir nos próximos dias os engenheiros responsáveis pelas medições que resultaram em pagamentos e também os responsáveis pela própria empreiteira que tem outras obras, além citadas, contratadas pelo município.

Fonte: Ass: com Redação

Veja tambem

23/05/2019 | OPINIÃO/POLÍTICA

3 nomes se destacam em enquete eleitoral do município de Cláudia

Daniel, Fernando e Marciel conquistaram 97,99% dos votos

22/05/2019 | "SULTÃO" E CAIXA 2

Delator diz que Taques gastou R$ 7 milhões de caixa 2 em 2014

Alan Malouf, já condenado à prisão, também disse que ex-governador é o "sultão"

21/05/2019 | AGRICULTURA FAMILIAR

Cooperativa procura produtores rurais de Sinop para formar parceria

21/05/2019 | SAÚDE PÚBLICA:

Leonardo Visera quer tornar obrigatória a emissão de receituários médicos digitados em computador

Todos os consultórios, clínicas, postos de saúde ou UBS's público e privados, deverão se submeter à lei.

20/05/2019 | LEI 616/2001

Secretaria inicia fiscalização de anúncios publicitários instalados irregularmente em Sinop

20/05/2019 | SINOP-MT

Sinop é terceiro município polo a receber o Programa Gestão Eficaz em 2019

20/05/2019 | ABRINDO VAGAS

Hospital Regional de Sinop contratará 80 profissionais e abrirá 12 leitos

Desta forma, o Estado ficará responsável por pacientes de alta complexidade, enquanto o município atenderá casos de baixa e média complexidades.

19/05/2019 | BENESSES

Deputados de MT têm maior verba indenizatória do Brasil

A verba indenizatória foi para R$ 65 mil, valor que permanece até hoje.

19/05/2019 | SAÚDE

Prefeita, vereadores e Sinop Energia inauguram UBS na Gleba Mercedes

18/05/2019 | BENEFÍCIO A SERVIDORES

Poderes são independentes e podem dar RGA, diz Dilmar

Líder disse que Governo ainda não tem condições de pagar benefício aos servidores

18/05/2019 | IDEOLOGIA OU DEMAGOGIA?

Presidente denuncia deputado por viajar para encontro do MBL com verba da AL

Janaína Riva e Ulysses Moraes travado discussões por conta da verba indenizatória

17/05/2019 | MEDIDAS DE MENDES

Dal'Bosco: MT melhorou, mas ainda precisa ser agressivo nas mudanças

Líder do Governo, Dilmar Dal'Bosco defende que Executivo apresente novos ajustes para melhorar caixa