Siga-nos nas redes sociais:

Tendência é pelo arquivamento de representação que pede afastamento de Taques

Presidente da Mesa Diretora, Eduardo Botelho (DEM) já informou que não vai decidir sozinho se aceita ou não a representação. 06/11/2018 - 08:16:36

Tudo indica que a representação contra o governador Pedro Taques (PSDB), que pode afastá-lo do cargo, não vai ser aceita pelo plenário da Assembleia Legislativa. Deputados ouvidos pela reportagem do jornal A Gazeta dizem que a falta de quórum nas sessões e o fato de Taques já estar no fim do mandato pode fazer com que a denúncia formulada por Janaina Riva (MDB) não tenha prosseguimento.  

Presidente da Mesa Diretora, Eduardo Botelho (DEM) já informou que não vai decidir sozinho se aceita ou não a representação. Na prática, era ele quem deveria apreciar o mérito da questão e depois submeter o pedido de afastamento ao plenário. Mas o próprio Botelho decidiu ouvir os deputados.   

“Nós estamos no apagar das luzes do governo, falta quórum na Assembleia, é muito difícil que isto seja sequer votado antes do recesso”, afirmou o deputado Adalto de Freitas (Patriotas). Segundo ele, a delação do empresário Alan Malouf, que dá embasamento para o pedido de Janaina, é uma questão que deve ser resolvida pela Justiça e não pela Assembleia.   

Na avaliação de deputados que compõe a base aliada do governo Taques, a discussão sobre a representação sequer tem sido feita porque os parlamentares entendem que o pedido não deve prosperar no Legislativo e que o momento atual não é de ataques ao governador, que já perdeu a eleição.   

“Na minha visão, isso aí é uma politicagem como sempre. A Janaina usou a prerrogativa de deputada para fazer esta velha politicagem”, disparou Oscar Bezerra (PV). “Não tem fundamento, não tem elemento. Da minha parte, não será afastado e muitos outros deputados veem como politicagem isso”, garantiu o parlamentar.   

O entendimento de que não vale a pena afastar Taques é compartilhada até mesmo pelos deputados que pertencem à oposição. Para parte deles, não há tempo hábil para que seja criada uma comissão processante para apurar o envolvimento do governador nos esquemas de caixa 2 citados por Malouf.   

“Eu não sei se agora vale a pena, em final de mandato, deixar ele sangrar até terminar o mandato”, ponderou Zeca Vianna (PDT). “Tem todo um trâmite legal para atender e eu acredito que não vai dar tempo de fazer tudo isso. Ele já está sangrando mesmo”, comentou o deputado.   

De acordo com o rito da Assembleia, Eduardo Botelho pode submeter o pedido para votação e, se dois terços do plenário da Assembleia forem a favor do afastamento, Taques deixará o cargo por cerca de 160 dias, período que é superior ao tempo que lhe resta de mandato.

Foto: Alair Ribeiro/

Fonte: Gazeta Digital

Veja tambem

14/11/2018 | CAPACITAÇÃO

Farmacêuticos da rede municipal participam de treinamento na UFMT

Em torno de 100 pessoas, vindas de 14 cidades da região, participaram do treinamento.

14/11/2018 |

Vereador Leonardo Visera pede reforma da UBS Sebastião de Matos

13/11/2018 | DECISÃO UNILATERAL

Presidente da AL cita lei do bom senso e arquiva pedido para afastar Taques

Eduardo Botelho cita que analisou aspectos jurídicos e políticos do possível afastamento de Pedro Taques

13/11/2018 | EDUCAÇÃO

Aberto período de inscrições de processo seletivo para professores

Interessados em participar do certame têm até o dia 21/11 para acessar o endereço eletrônico.

12/11/2018 | Reforma administrativa passa a vigorar a partir de

Mauro extingue nove secretarias e corta 3 mil comissionados; veja mudanças

Reforma administrativa passa a vigorar a partir de 1º de janeiro

12/11/2018 | MENOR JOVEM APRENDIZ

Sine leva educação financeira para alunos do CIEE

A coordenadora do Sine, Débora Malagutti revela que ações semelhantes à essa foram desenvolvidas ao longo de todo 2018

11/11/2018 | DECISÃO LIMINAR

Ministro do STJ manda soltar Neri Geller

Ex-ministro, Geller foi preso na sexta e, desde então, está em cela comum na Mata Grande

10/11/2018 | POLITICA DE SEGURANÇA

Investimentos em inteligência reduziram em mais de 20% índices de crimes em MT

Houve queda de 21% em latrocínio e 23,4% em roubos no estado, de 2015 a setembro de 2018. Nesse período, foram investidos mais de R$ 3,9 milhões.

09/11/2018 | NOTA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

09/11/2018 | OPERAÇÃO CAPITU

PF prende deputado eleito em MT por fraude no Ministério da Agricultura

Esquema envolveu favorecimentos a JBS no Governo Dilma; Geller foi ministro entre março e dezembro de 2014

08/11/2018 | OPERAÇÃO FURNA DA ONÇA, OPERAÇÃO CADEIA VELHA

MPF e PF fazem operação e prendem mais sete deputados estaduais no Rio

Outros três - Picciani, Melo e Albertassi - já estão presos desde 2017

08/11/2018 | SUAS

Gestores da Assistência social se reúnem em Brasília para evitar cortes orçamentários

A Prefeitura de Sinop esteve representada nos eventos, pela secretária responsável pela pasta, Josi Palmasola.