Siga-nos nas redes sociais:

Taques afirma que honrou todos reajustes de servidores

12/01/2018 - 16:25:25

O govenador Pedro Taques (PSDB) rebateu a crítica dos membros do Fórum Sindical de que ele está fazendo uma política salarial desastrosa. De acordo com o tucano, ele respeita a opinião dos servidores, mas ressalta os feitos para o funcionalismo como ter mantido todas as leis de carreiras que foram aprovadas na gestão Silval Barbosa e que seriam o principal motivo dos problemas de caixa atualmente.

“Crítica na democracia é possível e eu como político tenho que ter paciência. Respeito mas discordo desse posicionamento. Todos os aumentos salariais da administração passada foram mantidos pela nossa administraçã. Não existe nenhum que não mantivemos, RGA pagamos todos”, afirma o governador.

Desde o ínicio de sua gestão o tucano desaprova as mais de 100 leis de carreira do funcionalismo aprovadas na última semana do governo anterior. De acordo com o gestor, todas foram editadas sem avaliação dos respectivos impactos econômico, orçamentário e fiscal, como determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Quando assumiu o Estado, Pedro Taques afirmou que os servidores não poderiam ser responsabilizados, tampouco penalizados, por leis de carreira “criminosas” aprovadas. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), porém, emitiu alerta ao governador em razão de extrapolar o limite prudencial com gastos de pessoal no segundo quadrimestre de 2017.

Análise dos Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) e dos Relatórios de Gestão Fiscal (RGF) demonstram que o Poder Executivo comprometeu 47,39% da receita com pessoal, ultrapassando o limite prudencial de 46,55%.

Fonte: Gazeta Digital

Veja tambem

15/01/2018 | POLITICA / CRIME

Silval destaca espírito colaborador e não estranha condenação: “decisão judicial é eles que comandam”

O depoimento ocorreu na Controladoria Geral do Estado, obedecendo pedido do próprio político.

15/01/2018 | EXERCÍCIO 2016

AL coloca contas de Taques em votação e base vai pedir vistas

Governador do Estado quer ganhar tempo para pagar parte das emendas impositivas até fevereiro

15/01/2018 | AGORA É OFICIAL

Taques confirma ex-secretário de Mauro para comandar o Detran de MT

Thiago França estava como assessor especial na Secretaria de Cidades

15/01/2018 | ELEIÇÕES 2018

PP admite Maggi candidato a vice-presidente

Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, no entanto, também aponta para Maggi como o nome do partido para a disputa presidencial.

13/01/2018 | ELEIÇÃO 2018

PT intensifica mobilização com atos de apoio à possibilidade da candidatura de Lula

Lula é o favorito nas intenções de voto para a Presidência da República em 2018. Eventual condenação em segunda instância pode complicar planos de candidatura do petista à Presidência

13/01/2018 | PSDB/2018

Taques diz que Leitão é ótimo candidato ao Senado e nega existirem divergências no ninho tucano

Os rumores existem por conta das articulações visando às eleições de outubro.

12/01/2018 | CONCESSÕES

Deputado Nininho destaca a importância do novo sistema de linhas intermunicipais

Com passagens mais baratas e uma frota nova de ônibus convencional e leito, Mato Grosso avança na qualidade dos serviços de transporte terrestre nas regiões de Rondonópolis e Alta Floresta.

12/01/2018 | RUMO 2018

Possíveis candidatos à presidência apostam em vídeos para impactar o público nas redes sociais

Lula, Bolsonaro, Doria e Alckmin foram os que mais interagiram por meio do Facebook, diz pesquisa

12/01/2018 | PORTA-VOZ

Governador espera que Dilmar siga na liderança e evita falar sobre substitutos; Max lembra do vice

Uma reunião deve ser agendada na próxima segunda (15) para tratar do assunto.

12/01/2018 | RANKING / SUPER SALÁRIO

Deputados de Mato Grosso: Exame aponta o 5º mais caro do Brasil

Segundo ONG Transparência Brasil, cada parlamentar custa R$ 160.322

11/01/2018 | COM ATRASO

Após afirmar caixa vazio, Governo consegue dinheiro para pagar servidores

O anúncio é resultado da pressão que o governo sofreu nesta quarta-feira (11)

11/01/2018 | CUIABÁ-MT

Governador em exercício em MT veta quatro leis da AL

Entre os vetos está a criação de uma casa de apoio para pacientes do interior que fazem tratamento em Cuiabá, proposta no projeto 128/2016.