Siga-nos nas redes sociais:

Sinop: TJ anula lei que obrigava uso da bíblia em Câmara de Vereadores

Desembargadores citaram que Constituição deixa claro que Brasil é um país laico 09/07/2019 - 08:32:31

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) declarou inconstitucional o artigo 80 do Regimento Interno da Câmara Municipal de Sinop, que estabelecia a obrigatoriedade da disponibilização da bíblia sagrada durante as sessões do Executivo sinopense. O artigo contestado destaca que os membros da mesa e os vereadores deveriam ocupar os lugares e a bíblia sagrada deveria ficar, durante todo o tempo da sessão, sobre a mesa, à disposição de quem dela quiser fazer uso.

O colegiado, por unanimidade, entendeu que a Constituição Federal de 1988 declara que o Brasil é um Estado laico, neutro, livre e independente de qualquer confissão religiosa. Segundo o relator do processo, desembargador João Ferreira Filho, além da Constituição assegurar aos cidadãos brasileiros liberdade de consciência religiosa, de culto, e de associação religiosa, atribui ao Estado, por consequência, entre outras obrigações, o dever da laicidade.

O desembargador ressalta ainda que o artigo declarado inconstitucional também contraria a Constituição Estadual de Mato Grosso a qual pontua que não deve haver discriminação entre os cidadãos em razão de religião. O magistrado citou o artigo 10, inciso III, da Carta Estadual em que está expressamente destacado que deverá haver nos órgãos públicos “a implantação de meios assecuratórios de que ninguém será prejudicado ou privilegiado em razão de (...) religião, orientação sexual, convicções políticas, ou filosóficas, deficiência física ou mental e qualquer particularidade ou condição.”

No processo, na defesa, a Câmara Municipal de Sinop defendeu a Lei informando que o artigo objeto da ação não possui relevância prática por ter caído em desuso. Entretanto, de acordo o relator, mesmo estando em desuso, o regramento acerca da liberdade religiosa permite a discriminação entre os cidadãos em razão da religião.

“Independentemente, de ser ou não colocada em prática e de ter ou não caído em desuso, essa disposição afronta o comando constitucional supramencionado, na medida em que cria distinções entre os cidadãos, promovendo determinadas confissões em detrimento daquelas que não adotam referido livro, inibindo a liberdade de religião, e, por consequência, violando os princípios da laicidade do Estado e da liberdade de crença, impondo-se, pois, a declaração de inconstitucionalidade”, apontou o magistrado.

Fonte: Folha Max

Veja tambem

12/07/2020 | BERERÉ

TJ investiga desvio de R$ 30 mi no Detran

A ação é referente a uma suposta organização criminosa responsável por cobrar propina em troca da manutenção de contratos no Detran, que teriam causado prejuízos de mais de R$ 30 milhões ao Estado.

11/07/2020 | POLÍTICA / APREENSÃO

Promotoria apreende mais de R$ 5 mi em endereços ligados a Edmar Santos

Santos é acusado de liderar um esquema de desvio de recursos em compras para atender a emergência da covid-19. Ele foi exonerado no mês de maio, em meio às denúncias de fraudes

11/07/2020 | CULTURA

Mato Grosso deve receber R$ 50 milhões de auxílio do Governo Federal para artistas e setor cultural

O governo de MT ainda não sabe o dia que o pagamento será depositado na conta do estado e dos municípios

10/07/2020 | TAXA DE OCUPAÇÃO

Governo coloca 19 UTIs em funcionamento e reduz lotação de leitos

Medida resultou na redução da taxa de ocupação de UTIs pela primeira vez na semana

10/07/2020 | TOGA SUJA

PGR investiga desembargadores do TJMT por suposta venda de sentenças

MPMT também investigará magistrados por práticas de improbidade administrativa

09/07/2020 | PLEITO DE NOVEMBRO

Dois nomes disputam indicação do PSL para disputar cargo de prefeito em Sinop

Delegado Sérgio e Ícaro Severo são nomes analisados pelo PSL para disputar a sucessão da prefeita Rosana Martinelli.

09/07/2020 | FRAUDE DE R$ 15 MILHÕES

Empresário delata troca de 15 apartamentos por créditos no ICMS em MT

Juíza tornou Jorge Pires, ex-governador Silval Barbosa, ex-vice Chico Daltro, Pedro Nadaf e Marcel de Cursi por esquema

09/07/2020 | COMBATE AO COVID-19

Governo de MT abre novo processo seletivo para contração emergencial de médicos

Interessados podem se inscrever partir desta sexta-feira (09),exclusivamente pela internet, gratuitamente

07/07/2020 | PANOS QUENTES

Deputado desiste de deixar liderança de Mauro e fica no DEM em MT

Dilmar nega que estivesse magoado com Paiaguás

07/07/2020 | LUTA CONTRA COVID

Curado, secretário viaja a SP e pressiona empresa a entregar respiradores a MT

Gilberto Figueiredo ficou 14 dias em isolamento e não está mais com a Covid-19

06/07/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Câmara realizou hoje a 20ª Sessão Ordinária e aprovou dois projetos de lei

Devido à pandemia a presença de público, foi suspensa e a reunião aconteceu de portas fechadas.

02/07/2020 | COVID-19 EM MT

Secretaria de Saúde pede que MPE notifique cidades classificadas como “risco muito alto”

Para estes municípios, recomenda-se “implementação de medidas de distanciamento social mais restritivas (lockdown) para desacelerar o crescimento de doença”