Siga-nos nas redes sociais:

No horário eleitoral, sete presidenciáveis terão “tempo de Enéas”

Um dos candidatos ao Planalto com menos de 15 segundos é Jair Bolsonaro (PSL), líder nas pesquisas no cenário em que o Lula não é incluído 07/08/2018 - 08:06:12

A eleição presidencial terá sete candidatos com “padrão Enéas” de propaganda, ou seja, com menos de 15 segundos para pedir votos em cada bloco do horário eleitoral fixo. Um deles é o deputado Jair Bolsonaro (PSL), líder nas pesquisas no cenário em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado e preso na Operação Lava Jato, não é incluído.

Também estão nessa situação Guilherme Boulos (PSOL), Cabo Daciolo (Patriota), José Maria Eymael (DC), Vera Lúcia (PSTU), João Goulart Filho (PPL) e João Amoêdo (Novo).

Na campanha presidencial de 1989, o então candidato Enéas Carneiro (Prona) se notabilizou como o mais caricato dos chamados “nanicos” por falar de forma rápida na TV e concluir sempre seus discursos, aos gritos, com o bordão “Meu nome é Enéas!”.

As regras de distribuição destinaram aos candidatos do PSDB, do PT e do MDB cerca de 85% do tempo de propaganda. O tucano Geraldo Alckmin, por formar a coligação que elegeu mais deputados na eleição anterior, terá a maior fatia: cerca de 5 minutos e meio em cada bloco de 12 minutos e 30 segundos. A seguir vêm Lula (2 minutos e 20 segundos) e o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB), com quase 2 minutos.

Até 2014, os partidos pequenos tinham acesso privilegiado à propaganda na TV – desproporcional a seu número de votos – por causa de uma regra na legislação que determinava que um terço do horário eleitoral fosse dividido igualmente entre todos os candidatos a cargos executivos. Os outros dois terços eram rateados de acordo com o tamanho das bancadas dos partidos ou coligações na Câmara dos Deputados.

Pelas regras atuais, porém, apenas 10% do tempo é dividido igualmente entre os candidatos, em vez de 33%. Os outros 90% são rateados proporcionalmente ao número de deputados eleitos. Apenas os seis maiores partidos de uma coligação são considerados nos cálculos.

Bolsonaro deve ter 9 segundos no horário fixo, 40% a menos que Enéas em 1989. O tempo é suficiente para dizer o total de palavras deste parágrafo – sem pausa para respirar.

Inserções A desvantagem do candidato do PSL ao Palácio do Planalto também salta aos olhos quando se avalia a distribuição das inserções – peças publicitárias de 30 segundos que são divulgadas ao longo de todo o dia, em meio à propaganda comercial exibida pelas emissoras. Enquanto Alckmin poderá exibir 364 inserções nos 35 dias de propaganda, Bolsonaro terá apenas 10 à sua disposição – menos de uma inserção a cada três dias.

Embora não estejam no bloco dos “Enéas”, as coligações encabeçadas pelo senador Alvaro Dias (Podemos), pelo ex-ministro e ex-governador Ciro Gomes (PDT) e pela ex-senadora Marina Silva (Rede) não estão em posição muito confortável no chamado palanque eletrônico. Os dois primeiros terão cerca de um décimo do tempo de Alckmin, e a terceira, menos ainda.

Fonte: Metrópoles

Veja tambem

13/12/2018 | ASSISTÊNCIA SOCIAL

Famílias começam a receber alimentos da campanha Natal Presente

A campanha Natal Presente, foi realizada pela Prefeitura de Sinop, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação e a TV Cidade SBT.

12/12/2018 | REVISÃO SALARIAL

Botelho: Governo ultrapassou o limite da lei e não pode dar RGA

Presidente da AL diz que Executivo está amparado em lei federal e não está impedido de agir

12/12/2018 | EDUCAÇÃO

Proerd forma 346 estudantes da rede pública municipal de Sinop

Além da entrega de certificados para os cursistas, a PM também entregou bicicletas aos estudantes que se destacaram na escrita de uma redação sobre o programa.

12/12/2018 | POLÍTICA VOTAÇÃO RELÂMPAGO

Comissão da Câmara aprova fim do foro privilegiado

Aprovado pelo Senado em maio do ano passado, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) segue para análise do plenário da Câmara

11/12/2018 | REUNIÃO DE TRANSAÇÃO

Governador eleito entrega proposta de reforma administrativa ao chefe do Executivo

Pedro Taques recebeu a documentação, que será analisada antes de encaminhar à Assembleia Legislativa, que deve apreciar a proposta somente em janeiro de 2019.

11/12/2018 | SAÚDE DO TRABALHADOR

Projeto sobre hanseníase atendeu todas as unidades municipal de saúde em 2018

O projeto orientou e examinou durante o ano todos os profissionais que trabalham no setor da saúde.

11/12/2018 | PEIXOTO DE AZEVEDO-MT

Vereadores brigam durante sessão em Câmara Municipal

Parlamentar de Peixoto de Azevedo registrou boletim de ocorrência contra colega

11/12/2018 | ASSISTÊNCIA SOCIAL

Campanha Natal Presente arrecada mais de 16 mil quilos de alimentos

A gincana foi realizada com a participação de oito escolas particulares e 16 municipais

11/12/2018 | DIPLOMAÇÃO

Bolsonaro é diplomado e prega ruptura com a velha política: “Não mais a corrupção”

O presidente eleito Jair Bolsonaro e a presidente do TSE, ministra Rosa Weber

11/12/2018 | POLÍTICA INVESTIGAÇÃO

PF cumpre mandados de buscas em imóveis de Aécio Neves

Ação também ocorre na casa da irmã do senador, Andréa

10/12/2018 | NATAL SEM SUSTO

Procon leva atendimento itinerante para o Boa Esperança e Sebastião de Matos

Ao todo, foram pelo menos 300 atendimentos de pessoas buscando soluções mais rápidas.

10/12/2018 | ESPAÇOS DE APRENDIZAGEM

Prefeitura investe R$ 1,7 milhão na compra de parques infantis para escolas e praças

Quarenta e um aparelhos vão atender as necessidades das escolas municipais, tanto de nível Fundamental quanto Infantil