Siga-nos nas redes sociais:

Medeiros pede suspensão de cassação no TRE

Zaid Arbid alega violação a jurisprudência do TSE e equívoco de Paulo Fiúza para obtenção de registro de candidatura 10/08/2018 - 13:28:38

O advogado Zaid Arbid ingressou com recurso ordinário no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) para que seja suspensa a decisão que cassou o mandato do senador José Medeiros (Podemos). No julgamento de mérito, é requerida a reforma da decisão de cassação de mandato e preservação do diploma de Medeiros como senador da República.

Responsável pela defesa do parlamentar, Zaid Arbid sustenta que o recurso ordinário tem efeito suspensivo, o que deve ser imediatamente acolhido pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso. Assim, não pode ser feito o procedimento de entrega de diploma de primeiro suplente ao empresário Paulo Fiúza (SD) e tampouco que o Senado Federal seja comunicado para a concessão da posse.

Além disso, é ressaltado que a jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está sendo violada pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso. “A decisão do TRE determinou o afastamento imediato de José Medeiros do Senado Federal, desconsiderando não só a jurisprudência uníssona do TSE como também a literalidade do artigo 257, § 2º, do Código Eleitoral, que dispõe que “o recurso ordinário interposto contra decisão proferida por juiz eleitoral ou por Tribunal Regional Eleitoral que resulte em cassação de registro, afastamento do titular ou perda de mandato eletivo será recebido pelo Tribunal competente com efeito suspensivo”

Em caráter subsidiário, o advogado Zaid Arbid pede a suspensão da inelegibilidade escrita na condenação para permitir que o senador José Medeiros venha a disputar cargos eletivos em 2018.

Ao longo do documento de 20 páginas, a defesa nega veementemente qualquer fraude na ata que culminou na formação da chapa que elegeu Pedro Taques para o Senado da República nas eleições de 2010. “A análise dos autos, no entanto, revela que não houve nenhuma fraude que atraía o cabimento da AIME, pois a designação da ordem da suplência foi algo definido e ajustado nas articulações políticas próprias do momento da substituição do 10 candidato a 1º suplente que renunciou para concorrer a Deputado Estadual”, diz um dos trechos.

A defesa ainda argumenta no recurso ordinário que o empresário Paulo Fiúza foi negligente e não agiu corretamente ao requerer junto ao grupo político a alteração de segundo para primeiro suplente. “É importantíssimo considerar que, para que o Sr. Paulo Fiúza Filho viesse a concorrer como 1º suplente (para o que diz ter sido escolhido), ele deveria ter formalizado renúncia ao cargo de 2º suplente e ter manejado novo pedido de registro de candidatura, assinando novo RCC e mais uma vez apresentando toda a documentação exigida pela legislação eleitoral, máxime a ata relativa à sua escolha para o cargo de 1º suplente, como exigido pelo artigo 11, § 1º, inciso I, da Lei Eleitoral.”

“Mas nada disse se fez presente no presente caso, pois o acordo político foi no sentido de que o Sr. José Medeiros somente aceitaria concorrer como 1º suplente, no lugar do candidato que houvera renunciado (Zeca Viana), pois não emprestaria seu capital político a candidato que “definhava nas pesquisas” para se tornar 2º suplente, ficando atrás, na linha sucessória, de outro candidato sem nenhuma expressão eleitoral (o Sr. Paulo Fiúza Filho)”

Fonte: Folha Max

Veja tambem

16/02/2019 | SORRISO-MT

Governador destaca que Fethab proporcionará maior investimento em infraestrutura no Estado

Somente este ano, 40% do fundo, que significam R$ 600 milhões, serão destinados exclusivamente para a Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

16/02/2019 | SAÚDE INDÍGENA

Bolsonaro destaca uso de helicóptero no serviço a índios no Amazonas

A aeronave vai apoiar as equipes médicas da saúde indígena

16/02/2019 | CONTENÇÃO DE GASTO

Governo estabelece meta de redução de despesa em 20%

Esse percentual deverá ser reduzido do menor valor mensal liquidado ou demandado nos últimos seis meses por todas as instituições estaduais.

16/02/2019 | CRISE

Prefeitos do Nortão se reúnem com o governador e pedem melhorias na Saúde

Mauro Mendes reúne o chefe da Casa Civil Mauro Carvalho e prefeitos do Nortão, como Rosana Martinelli e Binotti

15/02/2019 | HABITAÇÃO

Prefeitura divulga lista de pré-aprovados para o residencial Nico Baracat

Mil e oitenta e duas pessoas constam nesta primeira relação apresentada pelo poder público municipal.

15/02/2019 | TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Tribunal nega recurso de Mauro Savi e do ex-prefeito de Sinop em ação do Ministério Público

Ex-deputado é acusado de ter se apropriado de dinheiro público em Sinop

14/02/2019 | POLITICA

Após definir idade mínima da aposentadoria, Guedes volta para o Rio

O ministro cancelou a agenda que tinha na Procuradoria-Geral da República (PGR) para discutir detalhes da proposta e foi a sua cidade

14/02/2019 | AGRONEGÓCIO

Deputados requerem registro de Frente Parlamentar do Agronegócio

Proposta apresenta o deputado Dilmar Dal Bosco como coordenador-geral e busca aprimorar a legislação

14/02/2019 | EM BRASILIA

Secretário de Saúde participa de reunião nacional em busca de práticas positivas para MT

Congresso reuniu integrantes do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) nesta quarta-feira (13) para discutir eficiência da saúde pública.

14/02/2019 | SENADO

Selma é titular de 5 comissões e afirma que a escolha é estratégica para o PSL

Decisões sobre Direitos Humanos devem ser influenciadas por senadora

13/02/2019 | CRIME AMBIENTAL

MPE exige que presidente do Detran e diretores de usina usem tornozeleira

Representação ainda prevê que acusados não frequentem usina e sejam proibidos de deixar o Brasil

13/02/2019 | INVESTIGAÇÃO

CPI da Renúncia e Sonegação Fiscal vai requerer informações sobre morte de empresário

Wilson Santos explica que assim que a CPI for oficializada vai solicitar à Polícia Civil informações sobre o assassinato de Wagner Florêncio Pimentel