Siga-nos nas redes sociais:

Líder do PSDB quer ampliar pena para roubo e furto de armas

Projeto também torna crimes hediondos o comércio ilegal e o tráfico internacional de armamento 15/05/2018 - 17:17:33

O Líder do PSDB na Câmara, Nilson Leitão (MT), protocolou projeto 10.228/2018 que aumenta a pena para roubo e furto de armas e também para crimes cometidos com armamento roubado, furtado ou com identificação adulterada. Além disso, torna crimes hediondos o comércio ilegal e o tráfico internacional de armas.
 
De acordo com o líder, é necessária uma ação enérgica por parte do Congresso para inibir crimes como o roubo de cargas, quase sempre praticado por grupos fortemente armados, e o surgimento de milícias, além de tornar mais rígida a legislação sobre roubo e furto de armas.
 
 "O crime organizado está cada dia mais aparelhado e se alimenta com o tráfico de armas pesadas. Por isso, além de ampliar o controle das fronteiras, é preciso endurecer a legislação contra o tráfico internacional e comércio ilegal desse tipo de armamento", afirma Leitão.
 
Ainda segundo o líder, penas mais duras para o roubo e furto de armas também são uma forma de inibir outros tipos de crimes. "O criminoso rouba uma arma para cometer outros delitos, como homicídio, latrocínio. Assim, o roubo ou furto de armas não pode ter a mesma pena que o roubo ou furto de um pacote de arroz, como é hoje", disse.
 
Hoje, a pena para furto em geral é de 1 a 4 anos de prisão e para roubo, de 4 a 10 anos. O Líder do PSDB propõe alterar o Código Penal para prever pena de 4 a 10 anos para furtos de armas de fogo e a ampliação da reclusão de um terço até a metade em caso de roubo de armamento.
 
Outra alteração no Código Penal inclui entre as circunstâncias que agravam a pena o uso de arma de fogo furtada, roubada ou com identificação adulterada.
 
O projeto inclui na Lei de Crimes Hediondos o comércio ilegal e o tráfico internacional de armas de fogo e, para ampliar o controle sobre esse tipo de armamento, prevê a comunicação de apreensões dessas armas ao Comando do Exército para que seja instituído e mantido um cadastro Nacional de Armas de Fogo de Uso Restrito Furtadas ou Roubadas.
 
O projeto aumenta de 3 a 6 anos para de 4 a 8 anos a pena de reclusão para o crime de posse ou porte ilegal de arma de uso proibido ou restrito. Já para os crimes de comércio ilegal e tráfico internacional que envolvam esse tipo de armamento, a pena será ampliada em dois terços. Atualmente, é aumentada em metade.
 
A íntegra do projeto está no link abaixo:

http://bit.ly/2IJ5iOM

Fonte: Ass: com Redação

Veja tambem

17/07/2018 | ELEIÇÕES 2018

Nilson Leitão oficializa a pré-candidatos do PSDB que será candidato ao Senado

O encontro ocorreu na sede do diretório do partido, em Cuiabá.

16/07/2018 | CONDUTA QUESTIONADA

Tem que fechar a Assembleia, dispara Botelho sobre vedações eleitorais

A afirmação foi feita em resposta às recomendações do Ministério Público Eleitoral sobre as vedações aos agentes públicos neste período.

16/07/2018 | ELEIÇÕES 2018

Ninguém bate em cachorro morto, reage Taques sobre as representações do PDT

Para o governador Pedro Taques, na corrida eleitoral quem ameaça recebe críticas porque isso é natural do processo

16/07/2018 | CAUTELA PRÉ-CONVENÇÕES

Presidente da AL vê cenário indefinido e prevê "adversários se unindo" em MT

Ele chegou a ironizar, insinuando que adversários como o MDB e Taques poderiam ficar juntos

15/07/2018 | ÚLTIMA CARTADA

Deputados do PSD articulam vice e senador na chapa de Taques

Decisão da legenda será tomada somente em convenção

14/07/2018 | ELEIÇÕES 2018

Tucano resiste a acordo que sela aliança entre PSD e Alckmin

Izalci reforçou decisão de concorrer ao Palácio do Buriti, indo na contramão da negociação entre Alckmin e PSD

14/07/2018 | INCONSTITUCIONAL

Taques veta 4 projetos aprovados pela AL

Os vetos às proposituras foram publicados na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) que circulou na última quinta-feira, 12.

14/07/2018 | ELEIÇÕES 2018

Em pré-campanha, Nilson Leitão recebe apoios em Campo Verde

O vice-prefeito de Campo Verde, Milton Garbúgio, reconheceu a trajetória do deputado desde quando era prefeito de Sinop

13/07/2018 | MATO GROSSO

MP pede afastamento e bloqueio de R$ 365 mil em bens de secretário de Saúde de MT

Segundo o MPE, Luiz Soares descumpre ordens judiciais para fornecimento de atendimentos a pacientes. O governo disse que ainda não foi notificado sobre a ação.

13/07/2018 | ALIANÇA COM PT

Após apoio de Paulo Câmara a Lula, Gleisi cobra aliança formal do PSB

Afirmação é também uma resposta ao prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), que descartou a possibilidade de uma aliança com o PT

13/07/2018 | APOIO

Ex-presidente da Aprosoja declara apoio a Nilson Leitão

A declaração foi dada em um vídeo que circula nas redes sociais.

13/07/2018 | ARTICULAÇÕES

Senador garante espaço para Fávaro e conta com PSD em chapa

Wellington Fagundes também está otimista em receber apoio do PSL