Siga-nos nas redes sociais:

Deputado é suspeito de superfaturar gastos com advogado e carro de som em MT

Medeiros teria gasto R$ 27 mil para alugar um carro de som 06/12/2018 - 07:29:56

O examinador de contas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), José Pedro de Barros, apresentou relatório técnico pela reprovação das contas de campanha do deputado federal eleito, José Medeiros (PODE), por causa da ausência de informações tidas como importantes para a aprovação. O relatório foi assinado no último domingo, dia 2.

Esta é a segunda análise sobre as contas de Medeiros. Na primeira, uma série de erros foi apontada, dando chances ao político para que corrigisse as falhas, o que não foi cumprido em todas as irregularidades.

Entre os apontamentos, estão o atraso na entrega de relatórios financeiros; divergência de registro da doação de recursos financeiros a outro candidato; omissão de registro de despesas contratadas; e gastos eleitorais realizados antes da data de entrega da prestação de contas parcial, mas não informado à época. Além disso, o relatório ainda aponta a ausência de conciliação entre os dados bancários apresentados, uma vez que foram entregues extratos com saldos positivos; alteração dos registros da prestação de contas, com variação de saldos em relação à prestação de contas anterior, sem apresentar justificativa; e resposta inapropriada aos questionamentos do TRE.

Não é só isso. O relatório ainda aponta para um suposto superfaturamento na contratação de um carro de som, alugado por R$ 27 mil para a prestação de serviços por 41 dias. “O veículo, conforme se pode observar na descrição do documento fiscal, é um KIA bongo, do modelo Mini Trio. Em rápida pesquisa, foi possível constar que esse valor contratado está superior à média praticada no mercado, visto que o TRE/MT contratou serviço de locação de veículos bem mais qualificados e com preços mais inferiores do aqui tratado, como é caso de camionetes traçadas 4x4 que foram locadas pelos valores diários de 459,022”, explicou o examinador.

Ainda se tratando do carro, o relatório aponta que a contratação do veículo foi superfaturada em cerca de R$ 8.180,18, configurando mau uso do recurso público por parte de Medeiros. O relatório também questiona a contratação de serviços advocatícios pelo valor de R$ 130 mil.

Segundo o examinador, apesar de haver uma tabela de honorários advocatícios instituídos pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), a negociação é livre. Para fundamentar seus questionamentos, o examinador sustentou que seja feito um comparativo com as contas dos demais candidatos. “Nesse prisma, não é custoso se verificar que a contratação aqui tratada está muito acima da média de gastos com assistência jurídica contratadas pelos demais candidatos do Estado de MT”, pontuou.

A suspeita colocada no relatório é de que o contrato tenha sido firmado de forma exorbitante, propositalmente, para que parte deste dinheiro fosse utilizado para compra de votos.

Além de sugerir a reprovação das contas de Medeiros, o relatório também recomenda que seja recolhido ao Tesouro Nacional de Recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) o montante de R$ 8.180,18, referente ao suposto superfaturamento no aluguel do veículo.

O relatório também recomendou o recolhimento de R$ 3.581,20 ao FEFC referente ao saldo existente na conta bancária de campanha. Referente ao mesmo quesito, o examinador também recomendou a transferência de R$ 279,95 ao partido de Medeiros. Por fim, o relatório pede uma “investigação cuidadosa” acerca da contratação do advogado para a assessoria jurídica do candidato, supostamente com superfaturamento.

Atualmente, José Medeiros é senador da República, ocupando a cadeira deixada pelo titular, Pedro Taques (PSDB), quando este assumiu o Governo de Mato Grosso. No dia 7 de outubro, Medeiros foi eleito deputado federal com 82.528 votos.

Fonte: Folha Max

Veja tambem

18/04/2019 | DIA DO ÍNDIO

Seduc investe na qualificação de professores da educação escolar indígena

São 460 professores com curso superior nas escolas indígenas e 120 estão em formação em Mato Grosso.

18/04/2019 | JANAÍNA RIVA

Primeira mulher: Janaína Riva assume a presidência da ALMT por 121 dias

Janaína Riva é a primeira mulher a ocupar o cargo de presidente da Assembleia Legislativa do Estado, mesmo que temporariamente

17/04/2019 | SECRETARIA DE SAÚDE

Sinop investe em saúde duas vezes mais que o exigido em Lei

O montante equivale a 33,59% da receita própria aplicada em saúde pelo Poder Executivo no último exercício.

16/04/2019 | BR-163 INFRAESTRUTURA

Dnit garante vias de acesso ao comércio do Distrito Industrial após obras de duplicação da BR-163/364

Participaram da reunião, o deputado Nininho e empresários do Grupo Lebrinha, Sinuelo e Ville de France (Citroën).

16/04/2019 | MANUTENÇÃO

Leonardo Visera pede limpeza de área institucional e redutor de velocidade para avenida de Sinop

12/04/2019 | INFRAESTRUTURA

Governo assina contrato de concessão de rodovia no Nortão de MT

Concessionária Via Brasil assumirá a administração da MT-320 por 30 anos. Mas pedágios só iniciam após a realização das obras essenciais.

12/04/2019 | INDICAÇÕES 175/2019 / 176/2019

Vereador Remídio Kutz solicita construção de lombada

11/04/2019 | EDUCAÇÃO

Prefeitura anuncia novo processo seletivo para contratação de professores

Ao todo, são ofertadas 47 vagas para a função de professor.

10/04/2019 | CASSAÇÃO DE SELMA

Vou recorrer a instâncias superiores para provar minha boa fé

Por unanimidade, a chapa eleitoral de Selma foi cassada pelo TRE; decisão cabe recurso

10/04/2019 | APOIO

PSL sai em defesa de senadora cassada

O parlamentar lembra que Selma recebeu mais de 678 mil votos, legítimos do povo mato-grossense

10/04/2019 | APROVADO

Prefeita participa da Marcha a Brasília e comemora aprovação da PEC 61

A PEC foi aprovada pelo plenário do Senado aprovou nessa terça-feira (9)

10/04/2019 | SUSPEITA DE CAIXA 2; ASSISTA

TRE retoma julgamento de Selma; juiz nega suspeição de relator

Sessão, que deveria ter sido realizada ontem, foi suspensa; MP Eleitoral quer nova eleição