Siga-nos nas redes sociais:

Deputado desiste de deixar liderança de Mauro e fica no DEM em MT

Dilmar nega que estivesse magoado com Paiaguás 07/07/2020 - 10:19:12

Após a repercussão negativa nos bastidores da Assembleia Legislativa e do Palácio Paiaguás, sede do Governo de Mato Grosso, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) recuou de deixar a liderança do governador Mauro Mendes, também democrata. Ele também desistiu de deixar os quadros do partido, apesar de ter enviado ao Diretório Estadual do Partido Democratas, no dia 24 de junho, um pedido para ser expulso da legenda.

Em entrevista ao programa Resumo do Dia, o parlamentar desconversou sobre a versão de que teria pedido para deixar a liderança do Governo, por discordar de algumas decisões de Mendes. "Eu sempre respondi que cabe ao governador responder. Se é por gosto do governador não tem problema nenhum, sempre dei essa mesma entrevista. Não teve nenhuma conversa do governador comigo e o secretário Mauro Carvalho [chefe da Casa Civil]. Essa pergunta tem que ser formalizada a eles para que eles possam definir", respondeu Dal Bosco. 

Há sete dias, a notícia de que o democrata estava insatisfeito com algumas decisões do governador e por isso havia pedido para deixar a liderança de Mendes, ganhou o noticiário em todo o Estado. No entanto, os comentários não foram nada favoráveis ao deputado, pois nos bastidores comentava-se que ele estaria inconformado com a exoneração do presidente do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea/MT), Luiz Fernando da Silva Flamínio, oficializada no final de abril. 

Acontece que o indicado do Dilmar teria sido flagrado fazendo sexo dentro do gabinete, o que motivou a exoneração do cargo preenchido por indicação política e não por critérios técnicos ou merecimento. Dessa forma, a repercussão da possível saída de Dilmar da liderança do Governo, por supostamente, discordar da exoneração, não foi nada favorável ao deputado. 

Dilmar Dal Bosco também comentou sobre sua situação dentro do Partido Democratas e disse que vai permanecer filiado à sigla do governador e do presidente da Assembleia, Eduardo Botelho. Ponderou, no entanto, que as bases precisam ser ouvidas. 

No ofício enviado ao Diretório Estadual do DEM ele pedia para ser expulso e afirmava que a decisão era "em caráter irrevogável e irretratável", decisão que, segundo ele, era tomada "por motivos de ordem pessoal". Agora, Dal Bosco já mudou de ideia. 

"Eu acho que temos que dar mais atenção às nossas bases até porque nós também saímos pedindo votos e a turma que mais pegou, que mais apoiou foi o próprio partido. Quer dizer, nós sabemos que temos coligações e sempre fui claro nisso, vamos respeitar as coligações, vamos tentar de toda maneira não ter atrito em nenhum município de Mato Grosso", observou. 

Dal Bosco deixou claro que o foco no momento são as eleições municipais que deverão ser realizadas em novembro ou dezembro. "Vai ter lugar que nós vamos ter mesmo partidos da base um contra o outro, infelizmente acontece. Estamos tentando evitar isso, mas temos que lembrar que o Partido Democratas tem realmente um número bom de pré-candidaturas e temos que ter o cuidado de saber mesclar administração do Governo também com o nosso partido, mas também temos que dar atenção para o partido, governo, é o que vejo que está faltando", ressaltou.

Fonte: Folha Max / WELLINGTON SABINO

Veja tambem

05/08/2020 | TUDO COMO ANTES

TSE cita erro de interpretação de decisão do TJ e anula criação de município em MT

Em junho deste ano, TRE havia autorizado realização de 1ª eleição em Boa Esperança do Norte

05/08/2020 | VERBA DE SUPRIMENTOS

Ex-deputado revela que esquema ocorria em todos gabinetes da AL e "inocenta" servidores de fraudes; vídeo

Segundo José Riva, funcionários do Legislativo apenas sacavam dinheiro e entregavam aos chefes de gabinete

04/08/2020 | COVID-19

MPF recomenda que Mato Grosso tenha mais transparência na divulgação dos gastos para enfrentamento da covid-19

O estado ainda é considerado o pior do Brasil em respeito ao acesso e à disponibilização dos dados e informações relativos à pandemia

03/08/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Vereadores aprovam 29 projetos durante 24ª Sessão Ordinária

Câmara aprova o nome da Márcia Cristina Lopes Hernandorena, para ocupar o cargo de Diretora Presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Sinop.

02/08/2020 | DETRAN-TM

Detran-MT reabre mais unidades no Estado a partir de segunda (03)

Serão reabertas unidades de cidades que deixaram de constar no grupo de risco alto de contaminação por coronavírus

31/07/2020 | SINOP-MT

Prefeita de Sinop registra BO por fake news em rede social

Segundo a gestora, a postagem falsa coloca em dúvida o trabalho dos profissionais da saúde.

31/07/2020 | ELEIÇÕES 2018

Justiça livra ex-governador de MT de dívida de campanha; partido deve 'pagar conta'

Produtora de vídeo chegou a pedir penhora do apartamento de Pedro Taques.

30/07/2020 | SISTEMA PRISIONAL

TCE investiga pregão de R$ 43 milhões para marmitas de presos em MT

Certame é para alimentação nas unidades prisionais da Baixada Cuiabana

28/07/2020 | ELEIÇÃO 2020

Ex-jogador do Sinop Futebol Club coloca seu nome à disposição como Pré-Candidato a Vereador por Sinop

28/07/2020 | DESFAZIMENTO NATURAL

Maia minimiza saída de DEM e MDB de bloco partidário

Partidos deixaram o chamado "blocão", em um movimento que visa enfraquecer o "centrão"

27/07/2020 | DESOCUPAÇÃO LAGO DO MANSO

Desapropriações às margens do Lago do Manso deixarão pessoas desempregadas e sem ter onde morar; dizem comerciantes

27/07/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Câmara aprova 30 matérias durante 23ª Sessão Ordinária

O primeiro projeto analisado foi o da Prefeitura de Sinop. O PL 037/2020 altera a Lei Municipal 1.949/2013 que doou uma área pública para construção da empresa Açometal Indústria de Revestimentos Termo-Acústicos Ltda.