Siga-nos nas redes sociais:

Deputado de MT é cotado para substituir ministro investigado

José Medeiros é vice-líder do Governo na Câmara 03/07/2019 - 15:36:24

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, está na berlinda. Mais do que nunca, só quem o segura no cargo é o presidente Jair Bolsonaro, que aguardará o término das investigações da Polícia Federal (PF) para decidir se o mantém ou não no cargo. Suspeito de liberar verbas públicas para candidaturas laranjas nas últimas eleições, em Minas Gerais, quando era presidente do diretório estadual do PSL.

No entanto, cada vez mais as apurações policiais fecham o cerco. A PF indiciou nesta segunda-feira um assessor e dois ex-assessores, ambos presos durante a operação Sufrágio Ostentação, que investiga o repasse irregular de recursos de financiamento de campanha a quatro suspeitas — também indiciadas — de terem sido usadas em um esquema para desvio de dinheiro do fundo eleitoral.

A permanência de Álvaro Antônio não é apoiada nem pelo próprio PSL. A bancada do partido na Câmara se mostra incomodada com as investigações, por colocar alguém do partido na mira da PF. “A situação não é confortável, e não estou falando só do diretório mineiro. É um constrangimento de norte a sul do país”, criticou um deputado da legenda. A legenda é a mesma de Bolsonaro, eleito com o discurso de lutar contra a corrupção. 

Embora a demissão não tenha sido confirmada, os boatos sobre possíveis sucessores começam a ser ventilados na Esplanada dos Ministérios. Um deles é o do deputado Roberto de Lucena (Podemos-SP), vice-presidente da bancada evangélica. A bancada do Podemos, no entanto, nega. Pessoas próximas da presidente nacional do partido, deputada Renata Abreu (SP), dizem que não houve consulta sobre o tema. “É muito difícil (o Lucena ocupar). O perfil me parece mais favorável para o (José) Medeiros (MT, vice-líder do governo na Câmara) ou para o (Marco) Feliciano (SP)”, disse um interlocutor.

O fogo amigo para a queda do ministro do Turismo é de conhecimento de Bolsonaro, que prega a conclusão das investigações. “Acabei de conversar com nosso presidente e, entre outros assuntos, ele demonstrou reconhecimento ao trabalho que tem sido desenvolvido pelo ministro do Turismo. Especialmente o caso, ele aguarda as investigações da PF para, após, analisá-las, tomar as decisões que sejam necessárias, de manutenção ou não, mas não são decisões que estejam ensejando averbação”, destacou o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros. 

O posicionamento é o mesmo desde a viagem ao Japão, onde Bolsonaro participou da cúpula do G-20. “Por enquanto, não tem nada. Uma vez tendo, como conversado com Moro (ministro da Justiça), lá atrás, qualquer coisa mais robusta contra uma ação irregular de um ministro, as providências vão ser tomadas da nossa parte”, ressaltou Bolsonaro na sexta-feira. No mesmo dia, disse que, “até segunda-feira”, o ministro estaria no cargo. “Até segunda-feira, os 22 são ministros”, acrescentou.

Receio

A postura de Bolsonaro é compreendida por aliados no Palácio do Planalto. Afinal, quatro ministros foram exonerados pelo presidente em menos de seis meses completos de governo. No entanto, esticar a permanência do ministro é visto com receio por alguns no governo e no Congresso. Mateus Von Rondon, assessor especial de Marcelo, foi um dos indiciados. Roberto Silva Soares, um dos coordenadores da campanha, e Haissander Souza de Paula, ex-assessor, são os outros.

As investigações ainda seguem em curso. Ao serem concluídas, caberá o Ministério Público analisar o material e decidir se oferecerá ou não denúncia à Justiça. Indiciamentos à parte, o juiz Renan Chaves Carreira Machado, da 26ª Zona Eleitoral de Belo Horizonte, mandou soltar os três assessores, por entender que a prisão temporária, válida por cinco dias, cumpriu os objetivos.

O ministro do Turismo e Bolsonaro devem se encontrar nos próximos dias. Havia uma expectativa de que o encontro ocorresse hoje, mas a reunião foi postergada, confirmou Barros. “Havia previsão de encontro do ministro do Turismo com o presidente para amanhã. Não obstante, a agenda está muito cheia e teremos a reunião do Conselho de Governo. Há previsão para quarta ou quinta-feira que o encontro se faça realizado”, destacou.

Fonte: Folha Max

Veja tambem

24/01/2020 | SINOP SEM DENGUE

Prefeitura inicia testes com drone para vistoria em imóveis fechados

Conforme o secretário da pasta, Gerson Danzer, a utilização do drone é para vistoriar os imóveis onde os agentes não tem acesso

22/01/2020 | DIEGO FREDERICI

Em MT, 500 mil eleitores podem não votar ao Senado; confira calendário

TRE abriu prazo até 21 de fevereiro para eleitores se regularizarem a tempo de votarem na eleição suplementar

21/01/2020 | NINHO TUCANO

Candidatura de Leitão ao Senado ainda é incerta

Nilson Leitão disputou o senado em 2018, ficando em 4º lugar

21/01/2020 | RENOVAR É PRECISO

Um novo nome para o cenário político mato-grossense.

Segundo Antoniolli, os nomes que estão sendo ventilados, são todos ligados à velha política.

20/01/2020 | DOCUMENTO DE PIARAÇU

Cacique Raoni é criticado pelos indígenas agricultores por evento contra Bolsonaro

Mais de 600 lideranças indígeas reunidas na Aldeia Piaraçu, que fica no Parque Nacional do Xingu, em Mato Gross

17/01/2020 | CARTÃO NORTÃO

TCE suspende pregão de R$ 3,8 milhões em cidade de MT por direcionamento; só 1 participante

Conselheiros faz uma série de críticas ao certame na gestão de Rosana Martinelli

17/01/2020 | FOSFOETANOLAMINA

Pacientes revivem esperança após indicativo de liberação da pílula do câncer

Bolsonaro aproveitou para destacar que a Anvisa, que chegou a indicar que vetaria a pílula, não pode protelar por tanto tempo sobre as liberações que são de interesses da sociedade.

17/01/2020 | ARTICULAÇÃO

Prefeitos e empresários aprovam projeto da Rota do Oeste para trevo de acesso de Sinop a Cláudia

O encontro foi realizado no Sindicato Rural, onde foram avaliados três projetos, sendo que um deles foi o escolhido pelas lideranças presentes.

17/01/2020 | ARTICULAÇÃO

Prefeitos e empresários aprovam projeto da Rota do Oeste para trevo de acesso de Sinop a Cláudia

O encontro foi realizado no Sindicato Rural, onde foram avaliados três projetos, sendo que um deles foi o escolhido pelas lideranças presentes.

17/01/2020 | CONSUMIDOR

Comissão aprova venda direta de etanol de usinas para postos de combustíveis

17/01/2020 | CIDADE LIMPA

CUIABÁ: Materiais recicláveis podem ser trocados por créditos para celular e vale-transporte

A troca pode ser feita em máquinas instaladas em oito pontos da cidade.

16/01/2020 | AGORA É LEI

Associação de Mulheres de Rondonópolis Sul é Declarada de Utilidade Pública

A lei foi uma iniciativa do deputado estadual Delegado Claudinei (PSL). Em 2019, a Associação realizou mais de mil atendimentos