Siga-nos nas redes sociais:

De 19 deputados estaduais que buscam a reeleição, 12 afirmam ter mais de R$ 2 mi

O montante dos bens de Zeca Viana (PDT) é ainda mais impressionante se comparado a quantia declarada em 2014 18/08/2018 - 14:58:55

os 20 deputados estaduais candidatos à reeleição, 12 têm patrimônio superior a R$ 2 milhões. Sem sombra de dúvidas Zeca Viana (PDT) é o mais rico. Ele declarou R$ 255,6 milhões, abrindo vantagem de mais de R$ 233 milhões em relação ao segundo no ranking, Dilmar Dal Bosco e seus R$ 22,5 milhões.

O montante dos bens de Zeca é ainda mais impressionante se comparado a quantia declarada em 2014, ano que se elegeu. O parlamentar, que é agricultor na região de Primavera do Leste, detinha capital de R$ 87,4 milhões. O crescimento foi 292,5%. Neste assunto, Dilmar não fica atrás. No último pleito seus bens eram da ordem de R$ 2,3 milhões e tiveram um incremento de 929,16% ao longo dos últimos quatro anos.

Os parlamentares que perderam renda foram o presidente da Assembleia Eduardo Botelho (DEM), que saiu de R$ 7,9 milhões para R$ 6,6 milhões; Gilmar Fabris (DEM) que passou de R$ 5 milhões para R$ 4,5 milhões; Wilson Santos (PSDB) de R$ 834,3 mil para R$ 628,4 mil; e Romoaldo Junior (MDB) que tinha R$ 260,5 mil e agora está com R$ 87,4 mil. O curioso de Fabris é que todo esse montante ele guarda em espécie.

Quadro deputados estaduais

Quadro mostra patrimônio de parlamentares de 2014 e 2018, de acordo com valores declarados ao Tribunal Eleitoral

Com limite de gastos fixado em R$ 1 milhão pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a possibilidade de autofinaciar 100% da campanha, a corrida por uma vaga na Assembleia está longe de enfrentar problemas financeiros. A disputa, na verdade, será pelo resgate da credibilidade perante a população, tendo em vista que vários parlamentares se viram envolvidos em escândalos de corrupção nos últimos anos.

Voltando ao ranking dos mais ricos, Adalto de Freitas, o Daltinho (Patriota) ficou com o terceiro lugar ao declarar R$ 15,4 milhões em bens. Na sequência vem Saturnino Masson (PSDB) e seu modesto patrimônio avaliado em R$ 7,8 milhões. Na casa dos R$ 4 milhões estão Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD) e Oscar Bezerra (PV).

Max Russi (PSB) declarou R$ 3,4 milhões em patrimônio. Já Janaina Riva (MDB) e Guilherme Maluf (PSDB) declararam riquezas avaliadas em torno de R$ 2,3 milhões. Por fim, Pedro Satélite (PSD) aparece e seus R$ 2,2 milhões.

Sebastião Rezende (PSC) possui posses estimadas em R$ 1,6 milhão. Já Valdir Barranco (PT), Silvano Amaral (MDB) e Wagner Ramos (PSD), têm capitais avaliados entre R$ 628,4 mil a R$ 535 mil. Por último aparecem Allan Kardec (PDT) com R$ 170,2 mil e Romoaldo.

Fonte: RDNEWS

Veja tambem

19/11/2018 | ELEIÇÕES 2018

Campanha de Haddad deixa dívida de R$ 2,2 milhões

Ao TSE, petista diz ter arrecadado R$ 35,3 milhões e assumirá débito

17/11/2018 | NOVO GOVERNO

Dilmar defende Fábio Garcia como secretário na gestão Mendes

Aliado fala ainda sobre possibilidade de deputados serem secretários e abrir espaço para suplentes

14/11/2018 | CAPACITAÇÃO

Farmacêuticos da rede municipal participam de treinamento na UFMT

Em torno de 100 pessoas, vindas de 14 cidades da região, participaram do treinamento.

14/11/2018 |

Vereador Leonardo Visera pede reforma da UBS Sebastião de Matos

13/11/2018 | DECISÃO UNILATERAL

Presidente da AL cita lei do bom senso e arquiva pedido para afastar Taques

Eduardo Botelho cita que analisou aspectos jurídicos e políticos do possível afastamento de Pedro Taques

13/11/2018 | EDUCAÇÃO

Aberto período de inscrições de processo seletivo para professores

Interessados em participar do certame têm até o dia 21/11 para acessar o endereço eletrônico.

12/11/2018 | Reforma administrativa passa a vigorar a partir de

Mauro extingue nove secretarias e corta 3 mil comissionados; veja mudanças

Reforma administrativa passa a vigorar a partir de 1º de janeiro

12/11/2018 | MENOR JOVEM APRENDIZ

Sine leva educação financeira para alunos do CIEE

A coordenadora do Sine, Débora Malagutti revela que ações semelhantes à essa foram desenvolvidas ao longo de todo 2018

11/11/2018 | DECISÃO LIMINAR

Ministro do STJ manda soltar Neri Geller

Ex-ministro, Geller foi preso na sexta e, desde então, está em cela comum na Mata Grande

10/11/2018 | POLITICA DE SEGURANÇA

Investimentos em inteligência reduziram em mais de 20% índices de crimes em MT

Houve queda de 21% em latrocínio e 23,4% em roubos no estado, de 2015 a setembro de 2018. Nesse período, foram investidos mais de R$ 3,9 milhões.

09/11/2018 | NOTA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

09/11/2018 | OPERAÇÃO CAPITU

PF prende deputado eleito em MT por fraude no Ministério da Agricultura

Esquema envolveu favorecimentos a JBS no Governo Dilma; Geller foi ministro entre março e dezembro de 2014