Siga-nos nas redes sociais:

Conheça 11 candidatos ao Senado em MT

A vaga de Maggi está ocupada desde 2016 pelo primeiro suplente José Aparecido dos Santos, o Cidinho. 06/08/2018 - 17:31:13

As convenções partidárias realizadas até esse domingo (5) oficializaram 11 candidatos ao Senado em Mato Grosso.

Eles disputarão duas vagas, que serão abertas com o término dos mandatos de Blairo Maggi (PR), que está licenciado da vaga para comandar o Ministério da Agricultura, e a do senador José Medeiros (Podemos), que assumiu a cadeira com a renúncia de Pedro Taques (PSDB) para tomar posse como governador do estado.

A vaga de Maggi está ocupada desde 2016 pelo primeiro suplente José Aparecido dos Santos, o Cidinho.

Veja quem são os candidatos (por ordem alfabética):

Adilton Sachetti (PRB)

Deputado federal, Adilton Sachetti (PRB) tenta vaga no Senado pela primeira vez, na chapa que tem Wellington Fagundes (PR) como candidato a governador de Mato Grosso e Sirlei Theis (PV) como vice. A candidatura dele foi confirmada em convenção realizada neste domingo (5). A coligação tem PMN, PROS, PR, PC do B, Podemos, PP, PT, PV, PRB e PTB.

Sachetti é ex-secretário de estado e ex-prefeito de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

Aladir Leite Albuquerque (PPL)

O servidor público aposentado Aladir Leite Albuquerque disputa vaga ao Senado pelo PPL. Essa é a primeira vez que ele vai disputar um cargo majoritário. Teve a candidatura oficializada em convenção realizada no sábado (4).

O PPL, no entanto, não terá candidato próprio ao governo e declarou poio à candidatura de Arthur Nogueira (Rede Sustentabilidade), indicando Sadi Oliveira dos Santos, presidente de uma ONG, como vice da chapa.

Carlos Fávaro (PSD)

Em convenção realizada no sábado (4), a chapa que tem Mauro Mendes (DEM) como candidato ao governo definiu Carlos Fávaro (PSD) na disputa ao Senado. Fávaro era vice-governador do estado na atual gestão, mas renunciou ao cargo em abril deste ano.

Ele também comandou a Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

Gilberto Lopes Filho (PSOL)

Gilberto Lopes Filho (PSOL) é servidor público do estado. O partido não fez aliança com outras legendas. Nas eleições de 2014, ele tentou vaga no Senado, mas não se elegeu.

Jayme Campos (DEM)

Integrante da mesma chapa que Carlos Fávaro, Jayme Campos também disputará vaga no Senado. Ele é ex-senador, ex-prefeito de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, e ex-governador do estado. A coligação é composta, além do DEM, pelo MDB, PDT, PSD, PHS, PSC e PMN.

Maria Lúcia Cavalli (PC do B)

A professora e ex-reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lúcia Cavalli Neder, disputa vaga no Senado. Essa é a primeira vez que ela disputa o cargo. O partido dela faz parte da chapa que também lançou Adilton Sachetti (PRB) como candidato ao Senado e que apoia a eleição de Wellington Fagundes (PR) ao governo do estado. A coligação tem PMN, PROS, PR, PC do B, Podemos, PP, PT, PV, PRB e PTB.

Nilson Leitão (PSDB)

O deputado federal e ex-prefeito de Sinop, a 503 km de Cuiabá, Nilson Leitão (PSDB), é o único candidato ao partido a concorrer vaga no Senado. O nome dele foi oficializado durante convenção no domingo (5), que também confirmou a candidatura de Pedro Taques à reeleição, tendo o produtor rural Rui Prado como vice da chapa. A coligação tem o PSDB, PSL, PPS, PRP, Avante, DC, Solidariedade, Patriota, PRPB e PSB.

Procurador Mauro Lara (PSOL)

O PSOL oficializou a candidatura do procurador do estado Mauro Lara ao Senado nesse domingo (5), em convenção realizada em Cuiabá. O partido também lançou o funcionário público Moisés Franz como candidato ao governo nesta eleição.

Sebastião Carlos (Rede)

Sebastião Carlos é presidente da Academia Mato-grossense de Letras (AML) e está licenciado para disputar a eleição ao Senado. A candidatura dele foi confirmada durante convenção realizada no dia 28 de julho. O Rede Sustentabilidade tem o ex-superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Arthur Nogueira como candidato a governador de Mato Grosso.

Selma Arruda (PSL)

O PSL anunciou apoio à reeleição de Pedro Taques (PSDB) a governador de Mato Grosso, durante convenção realizada no sábado (4) e lançou a juíza aposentada Selma Arruda como candidata ao Senado.

Waldir Caldas (Novo)

O Partido Novo lançou a candidatura do advogado criminalista Waldir Caldas como candidato ao Senado, em convenção realizada no dia 31 de julho. Waldir Caldas tem 63 anos, é natural de Corumbá (MS) e mora na capital há cerca de 40 anos.

Fonte: Folha Max

Veja tambem

18/10/2018 | EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Prefeitura executa ações de plano de recuperação de áreas degradadas no aeroporto

18/10/2018 | CAPACITAÇÃO

Sinop: Hospital Regional realiza treinamento sobre infecção hospitalar

Todos os meses, desde julho, são realizados treinamentos com o objetivo de qualificar cada vez mais a equipe que trabalha no Hospital e assim, melhorar cada vez mais o atendimento

17/10/2018 | ALERTA SEFAZ

Mais de três mil micro e pequenas empresas poderão ser excluídas do Simples Nacional

Contribuintes têm opção de pagar débitos à vista ou parcelados para não serem retirados do sistema a partir de janeiro de 2019

17/10/2018 | LEI DOS 15 MINUTOS

Aprovado projeto que endurece punição para agências que descumprirem lei da espera em banco

Proposta abrange as agências dos Correios e institui cassação de alvará da empresa que sofrer cinco sentenças por descumprimento da Lei vigente.

17/10/2018 | MAIS OBRAS

Prefeita se reúne com presidente do BNDES na busca de recursos para obras em Sinop

O encontro foi intermediado e teve apoio do senador Wellington Fagundes (PR).

16/10/2018 | PROJETO DE LEI

Debortoli propõe que prefeitura divulgue motivo de paralisação de obras

16/10/2018 | COBRANÇA DA TAXA

Produtores querem ter controle sobre o Fethab 2

Antônio Galvan afirma que a categoria só aceitará a continuidade da cobrança da taxa se ela própria puder administrar os recursos e decidir em quais rodovias eles serão aplicados.

15/10/2018 | ELEIÇÕES 2018

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos e Haddad 41%, diz Ibope para segundo turno

Nos votos totais, Jair Bolsonaro, do PSL, tem 52%, e Haddad, 37%. Pesquisa é a primeira do Ibope no segundo turno das eleições.

13/10/2018 | MATO GROSSO

Ex-senadora, vice-governador e deputados não conseguem retomar carreira política

Na lista dos “barrados na urna” estão ex-deputados, vice-governador, prefeito de Cuiabá e senadora.

13/10/2018 | ELEIÇÕES 2018

Bolsonaro diz que aceita realizar debate com Haddad, com condições

Ele afirmou ainda que num governo Haddad quem escolheria os ministros seria Lula.

13/10/2018 | DISCURSO AMENO

PSDB descarta oposição raivosa a Mauro

Borges disse que Wilson e Maluf é que serão os responsáveis por discutir o assunto.

12/10/2018 | DISPUTA PELA MESA

Dal’Bosco: Não pode virar reinado; tem 14 novos deputados na AL

Aliado de Mauro Mendes se diz interessado em concorrer ao comando da Assembleia