Siga-nos nas redes sociais:

Câmara faz reunião e defende acordo para retomada de asfalto no Alto da Glória

O asfaltamento de parte do bairro Alto da Glória faz parte do pacote de R$ 99 milhões do financiamento do Finisa autorizado pela Câmara Municipal no ano passado. 29/05/2020 - 13:39:21

A Câmara Municipal de Sinop realizou, esta manhã, uma reunião entre representantes da Associação dos Moradores do bairro Alto da Glória, da empreiteira vencedora da licitação para construção de asfalto no bairro e da Prefeitura para tentar alinhavar um acordo entre o Município e a empresa com a finalidade de retomar a obra, paralisada desde setembro após judicialização do contrato. Do Legislativo, participaram os vereadores Remídio Kuntz (Republicanos), Luciano Chitolina (DEM), Lindomar Guida (Republicanos), Leonardo Visera (Patriota), Ademir Debortoli (Republicanos), Ícaro Frâncio Severo (PSL), Adenilson Rocha (PSDB), Professora Branca (PL) e Professor Hedvaldo Costa (Republicanos).

O presidente Remídio Kuntz explicou que em virtude da pandemia do novo Coronavírus, da orientação para evitar aglomerações e da inesperada presença de muitos moradores, a reunião foi realizada no plenário da Câmara. "A reunião foi solicitada pela Associação dos Moradores e nós, vereadores, que autorizamos a contratação do empréstimo para construção da obra e como fiscais do Executivo, estamos buscando uma alternativa para que o asfalto seja concluído o mais rápido possível", declarou.

O asfaltamento de parte do bairro Alto da Glória faz parte do pacote de R$ 99 milhões do financiamento do Finisa autorizado pela Câmara Municipal no ano passado. A obra do bairro é estimada em R$ 12 milhões e foi, segundo a empreiteira, iniciada em setembro passado. Mas a prefeitura pediu, judicialmente, a suspensão do contrato alegando que a obra não teria sido iniciada. Este é o impasse judicial e administrativo.

Na reunião, representante da empresa garantiram ter condições de reiniciar os trabalhos imediatamente, se a Prefeitura abrir mão do processo, e se comprometeram em assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para terminar a obra em quatro meses.

O vice-prefeito, Gilson de Oliveira (PL), representou o Poder Executivo e garantiu que a obra vai ser realizada, independente de qual seja a empreiteira, uma vez que o os recursos já estão alocados, mas disse que a prefeitura espera a conclusão do processo judicial. Entretanto, ele não negou a possibilidade de um acordo e retomar os trabalhos com mais brevidade e se comprometeu em conversar com a prefeita Rosana Martinelli (PL).

Todos os vereadores presentes defenderam um acordo para o bem dos moradores e Adenilson Rocha foi enfático na cobrança. "Se a empreiteira quer fazer a obra, se a prefeitura quer fazer a obra. Então, qual é a dificuldade?", questionou.

O vereador Luciano Chitolina reforçou o apoio ao acordo e destacando que trata-se do meio mais rápido e eficaz para retomar a obra imediatamente, mas fez três cobranças aos representantes da empreiteira, que concordaram com os termos propostos.

"Primeiro que honre todas as palavras ditas no parlamento em relação ao comprometimento com a retomada e finalização da obra; segundo, se tiver qualquer outro tipo de problema, procurem este parlamento para irmos à Prefeitura fazer a cobrança; e, em terceiro, se entrarmos num entendimento, que o passado seja esquecido. Não interessa quem foi o culpado, precisamos trabalhar para que a população tenha, finalmente, o asfalto tão sonhado", concluiu. 

Fotos: Jaime Júnior

Fonte: Assessoria

Veja tambem

07/07/2020 | PANOS QUENTES

Deputado desiste de deixar liderança de Mauro e fica no DEM em MT

Dilmar nega que estivesse magoado com Paiaguás

07/07/2020 | LUTA CONTRA COVID

Curado, secretário viaja a SP e pressiona empresa a entregar respiradores a MT

Gilberto Figueiredo ficou 14 dias em isolamento e não está mais com a Covid-19

06/07/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Câmara realizou hoje a 20ª Sessão Ordinária e aprovou dois projetos de lei

Devido à pandemia a presença de público, foi suspensa e a reunião aconteceu de portas fechadas.

02/07/2020 | COVID-19 EM MT

Secretaria de Saúde pede que MPE notifique cidades classificadas como “risco muito alto”

Para estes municípios, recomenda-se “implementação de medidas de distanciamento social mais restritivas (lockdown) para desacelerar o crescimento de doença”

01/07/2020 | COVID-19 / DECRETO

Decreto 154/2020: toque de recolher, suspensão de aulas, missas e cultos

01/07/2020 | DECISÃO DO STF

Mato Grosso será excluído do cadastro federal de inadimplentes

Na ação, a Procuradoria alegou que a inscrição ocorreu antes da instauração e conclusão da tomada de contas especial

30/06/2020 | APÓS 12 ANOS

Governo inaugura maior penitenciária de Mato Grosso com 1008 vagas

Transferência dos presos se dará aos poucos, por conta da pandemia. Eles têm perfil trabalhador, em cumprimento final da pena

29/06/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Vereadores aprovam 05 matérias durante 19ª Sessão Ordinária

29/06/2020 | APOIO À SAÚDE

Câmara de Cláudia repassa R$ 15 mil para aquisição de equipamentos para o HR de Sinop referência de covid-19

Valor de R$ 480 mil repassados pelas Câmaras destina-se à compra de respiradores e monitores para 10 leitos de utis

26/06/2020 | DRAMA DOS PACIENTES

TCE flagra falta de equipamentos básicos nas UTIs em MT

De 10 hospitais fiscalizados, 8 apresentaram irregularidades

26/06/2020 | ELEIÇÃO 2020

Ex-prefeito João Batista anuncia pré-candidatura a prefeito de Cláudia pelo PSD

Em maio foi a vez do vereador Marciel Ricarte (PSB) anunciar intenção de disputar a cadeira do Executivo

25/06/2020 | AUXÍLIO EMERGENCIAL

Bolsonaro: auxílio deve ter novas parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300

Terceira parcela do auxílio emergencial começa a ser paga no sábado