Siga-nos nas redes sociais:

Ampliar isenção causará impacto de R$ 160 milhões a MT, diz líder

Deputado Dilmar Dal'Bosco afirma que a Assembleia deve atuar pelo equilíbrio das contas 09/01/2020 - 19:51:54

A proposta analisada pela Assembleia Legislativa para ampliar de dois para três salários mínimos a faixa de isenção no recolhimento de alíquota previdenciária entre os servidores aposentados do Estado pode causar um impacto de R$ 160 milhões ao ano nos cofres do Executivo.

O número foi revelado pelo líder do Governo na Casa, deputado Dilmar Dal Bosco, na manhã desta quinta-feira (9). Na prática, esse montante é o que o Estado deixaria de economizar com a reforma da Previdência.

Ocorre que os deputados já aprovaram, em primeira votação, o projeto do Governo que eleva de 11% para 14% a alíquota previdenciária. No entanto, há muitas críticas e discussões em relação ao pagamento também por parte dos inativos.

Pelo projeto do Governo, os servidores aposentados que ganham acima de um salário mínimo, hoje em R$ 1.039, já deveriam contribuir.

Os deputados conseguiram emplacar uma emenda ao texto, elevando a isenção de alíquota para aqueles que ganham até dois salários mínimos (R$ 2.078). Eles ainda tentam ampliar essa faixa para três mínimos, proposta criticada por Dilmar.

“Se você amplia a isenção para quem ganha até 2,5 salários mínimos o impacto é de R$ 60 milhões. Aumentando 3 salários mínimos são mais R$ 100 milhões. Ou seja, seriam R$ 160 milhões [deixados de economizar] na ideia proposta pelo Governo do Estado”, explicou o deputado.

“O governo entende que as modificações [ao projeto original] ficam a cargo da Assembleia. Temos a prerrogativa de alterar e votar. Mas temos que ter equilíbrio, temos que buscar o equilíbrio nas contas do Governo”, emendou o deputado.

Ele lembrou ainda que, atualmente, a Previdência no Estado já acumula um déficit mensal de R$ 110 milhões.

“É preciso ter essa responsabilidade e entender que o momento não é bom para o governo do Estado na questão do déficit da Previdência”.

Estudos

Segundo o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), ao longo desta quinta, equipes da Casa estão fazendo uma série de cálculos e simulações de modo a encontrar uma proposta mais viável e que não venha a ser questionada mais a frente.

Ainda segundo Botelho, a expectativa é que a votação seja concluída até a próxima sexta (10).

Já estão agendas duas sessões extraordinárias para a tarde desta quinta.  

Reforma  

O projeto de Mendes é a primeira parte da reforma Previdenciária a ser executada pelo democrata em Mato Grosso.

O objetivo é evitar que o rombo de 2019, de R$ 1,3 bilhão, chegue aos R$ 30 bilhões até o ano de 2029. Mesmo com as alterações, haverá um déficit de R$ 6 bilhões daqui a 10 anos.

CAMILA RIBEIRO E DOUGLAS TRIELLI

Victor Ostetti 

<a data-cke-saved-href="https://www.midianews.com.br//storage/webdisco/2019/10/23/886x590/3d3ddc51308ae1c09f72573a0fade744.jpg" href="https://www.midianews.com.br//storage/webdisco/2019/10/23/886x590/3d3ddc51308ae1c09f72573a0fade744.jpg" rel="lightbox" data-title="O líder do Governo, Dilmar Dal Bosco, que pede " equilíbrio"="" em="" propostas="" à="" reforma="" ""="" style="box-sizing: border-box; color: rgb(0, 0, 0); text-decoration-line: none; margin: 0px; padding: 0px; border: none; font-family: &quot;Helvetica Neue&quot;, Helvetica, Arial, sans-serif; font-size: 14px;">

Fonte: Mídia News

Veja tambem

05/08/2020 | TUDO COMO ANTES

TSE cita erro de interpretação de decisão do TJ e anula criação de município em MT

Em junho deste ano, TRE havia autorizado realização de 1ª eleição em Boa Esperança do Norte

05/08/2020 | VERBA DE SUPRIMENTOS

Ex-deputado revela que esquema ocorria em todos gabinetes da AL e "inocenta" servidores de fraudes; vídeo

Segundo José Riva, funcionários do Legislativo apenas sacavam dinheiro e entregavam aos chefes de gabinete

04/08/2020 | COVID-19

MPF recomenda que Mato Grosso tenha mais transparência na divulgação dos gastos para enfrentamento da covid-19

O estado ainda é considerado o pior do Brasil em respeito ao acesso e à disponibilização dos dados e informações relativos à pandemia

03/08/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Vereadores aprovam 29 projetos durante 24ª Sessão Ordinária

Câmara aprova o nome da Márcia Cristina Lopes Hernandorena, para ocupar o cargo de Diretora Presidente da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Sinop.

02/08/2020 | DETRAN-TM

Detran-MT reabre mais unidades no Estado a partir de segunda (03)

Serão reabertas unidades de cidades que deixaram de constar no grupo de risco alto de contaminação por coronavírus

31/07/2020 | SINOP-MT

Prefeita de Sinop registra BO por fake news em rede social

Segundo a gestora, a postagem falsa coloca em dúvida o trabalho dos profissionais da saúde.

31/07/2020 | ELEIÇÕES 2018

Justiça livra ex-governador de MT de dívida de campanha; partido deve 'pagar conta'

Produtora de vídeo chegou a pedir penhora do apartamento de Pedro Taques.

30/07/2020 | SISTEMA PRISIONAL

TCE investiga pregão de R$ 43 milhões para marmitas de presos em MT

Certame é para alimentação nas unidades prisionais da Baixada Cuiabana

28/07/2020 | ELEIÇÃO 2020

Ex-jogador do Sinop Futebol Club coloca seu nome à disposição como Pré-Candidato a Vereador por Sinop

28/07/2020 | DESFAZIMENTO NATURAL

Maia minimiza saída de DEM e MDB de bloco partidário

Partidos deixaram o chamado "blocão", em um movimento que visa enfraquecer o "centrão"

27/07/2020 | DESOCUPAÇÃO LAGO DO MANSO

Desapropriações às margens do Lago do Manso deixarão pessoas desempregadas e sem ter onde morar; dizem comerciantes

27/07/2020 | LEGISLATIVO / SINOP

Câmara aprova 30 matérias durante 23ª Sessão Ordinária

O primeiro projeto analisado foi o da Prefeitura de Sinop. O PL 037/2020 altera a Lei Municipal 1.949/2013 que doou uma área pública para construção da empresa Açometal Indústria de Revestimentos Termo-Acústicos Ltda.