Siga-nos nas redes sociais:

Empresa da família Riva alega que seguranças se defenderam de “emboscada” de grupo armado

Tiroteio entre invasores de fazenda de ex-deputado estadual e seguranças particulares deixou 2 mortos 05/01/2019 - 16:39:40

A empresa Floresta Viva, ligada a familiares do ex-deputado estadual José Riva (sem partido), distribuiu uma nota defendendo os seguranças particulares da Fazenda Bauru, também de propriedade dos Riva, que seriam os responsáveis pelas mortes de pelo menos 2 trabalhadores rurais que teriam invadido o imóvel neste sábado (5). A Fazenda Bauru localiza-se em Colniza (1.036 km de Cuiabá).

De acordo com a nota, a propriedade rural já sofreu “inúmeras invasões ilegais” e que os seguranças particulares do imóvel, contratados por meio de uma empresa terceirizada, apenas se defenderam. “Infelizmente, no dia de hoje, empregados da empresa habilitada de segurança terceirizada privada, situada na Fazenda Bauru, sofreram uma emboscada realizada por terceiros, fortemente armados, que atentaram contra a vida dos seguranças e empregados da fazenda. A empresa de segurança limitou-se a se defender no intuito de garantir a integridade física dos seus empregados”, diz trecho da nota.

O texto segue, afirmando que apesar de se intitular como “trabalhadores rurais”, trata-se de um grupo “fortemente armado”. A Fazenda Bauru é de difícil acesso e é utilizada na extração de madeira.

“Lamentavelmente pessoas que se auto denominam trabalhadores rurais, mas que fazem parte de um grupo armado, novamente desrespeitando ordem judicial de reintegração de posse e de afastamento dos limites da propriedade, não somente atentaram contra a vida de pessoas como pretenderam com o uso da força, invadir a propriedade rural produtiva, para cometer crimes de toda ordem”, diz outro trecho da nota.

Na manhã deste sábado, trabalhadores rurais teriam invadido a fazenda Bauru e realizado uma emboscada contra os seguranças particulares presentes no imóvel. Um vídeo mostra o início do conflito.

As imagens, de qualidade ruim e de apenas 6 segundos, registram apenas o carro que seria dos seguranças na estrada de acesso a fazenda. Em seguida, é ouvido os disparos.

As informações, no entanto, são desencontradas. Outras fontes relataram que os trabalhadores rurais foram surpreendidos num rio da região pelos seguranças, sugerindo que eles é que teriam sofrido a emboscada.

Em outubro de 2018 o Ministério Público Estadual (MP-MT) alertou sobre a possibilidade de um conflito em razão da invasão de 200 famílias na propriedade, fortemente vigiada pelos seguranças contratados pela família Riva. A Fazenda Bauru possui 46 mil alqueires.

Confira abaixo a nota na íntegra.

A empresa Floresta Viva, em decorrência dos últimos fatos ocorridos em sua propriedade rural situada em Colniza-MT, esclarece:

1) A Fazenda Bauru desde sua aquisição sofre inúmeras invasões ilegais, onde a propriedade é destruída e crimes ambientais são realizados. Todas as invasões foram devidamente comunicadas ao Poder Judiciário;                                2) Os invasores insistem em desrespeitar as ordens judiciais, inclusive de afastamento dos limites da propriedade e, cometem toda sorte de crimes, como ameaça, crimes ambientais e etc. Tais ocorrências sempre foram devidamente comunicadas em tempo e modo as autoridades competentes;                            

3) Em razão das inúmeras invasões, a empresa contratou uma empresa de segurança privada, devidamente registrada  e previamente informada as autoridades, com a finalidade de proteger o local das inúmeras invasões;              

4)Infelizmente, no dia de hoje, empregados da empresa habilitada de segurança terceirizada privada, situada na Fazenda Bauru, sofreram uma emboscada realizada por terceiros, fortemente armados, que atentaram contra a vida dos seguranças e empregados da fazenda.

5) Lamentavelmente pessoas que se auto denominam trabalhadores rurais, mas que fazem parte de um grupo armado, novamente desrespeitando ordem judicial de reintegração de posse e de afastamento dos limites da propriedade, não somente atentaram contra a vida de pessoas como pretenderam com o uso da força, invadir a propriedade rural produtiva, para cometer crimes de toda ordem.

6)A empresa de segurança limitou-se a se defender no intuito de garantir a integridade física dos seus empregados.                               

7) A empresa Floresta Viva, imediatamente após o ocorrido, comunicou os fatos as autoridades competentes.

8) Igualmente, como em todas as ocasiões, a empresa Floresta Viva levará a situação ao Poder Judiciário para garantir a ordem e o cumprimento da lei.

9) Por fim, a empresa lamenta o ocorrido, externando sua preocupação com a vida e integralidade física de todos os envolvidos.

Fonte: Folha Max

Veja tambem

18/06/2019 | SINOP-MT

Veículos, motores e chassis são apreendidos em operação; mandantes de quadrilha estão foragidos

18/06/2019 | OPERAÇÃO "ASSEPSIA"

Polícia Civil cumpre 15 mandados contra suspeitos de facilitar a entrada de celulares na PCE

17/06/2019 | ACIDENTE/BR-163

Piloto de moto morre depois de bater em caminhão na BR 163

O caminhoneiro fugiu do local e deixou o caminhão estacionado em um posto de combustível.

16/06/2019 | SINOP-MT

Homem morre após perder o controle do carro, capotar e parar em local alagado

Corpo do homem ainda não identificado foi encontrado do lado de fora do veículo

15/06/2019 | TRAFICO DE DROGAS

Polícia Militar prende casal e faz grande apreensão de drogas em Sinop

14/06/2019 | SINOP-MT

Grupo CAR apreende porções pasta base de cocaína

13/06/2019 | TRAFICO DE DROGAS

PM desmancha ‘boca de fumo’ que aceitava pagamento com cartão; arma e munições apreendidas

Jovem confessou a prática do tráfico de drogas no bairro Jardim Primavera

13/06/2019 | TRAFICO DE DROGAS

Mais de 30 kg de drogas pertencentes ao Comando Vermelho são apreendidas em Sorriso

A Polícia Militar prendeu cinco pessoas e apreendeu três adolescentes

13/06/2019 | SINOP-MT

Operador de caixa é flagrado furtando dinheiro de supermercado

12/06/2019 | HOMICÍDIO

Motorista de ônibus é morto a tiros na Perimetral das Samambaias em Nova Mutum-MT

A segunda vítima, um jovem de 20 anos, foi atingido em uma das mãos e foi socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Municipal

12/06/2019 | SINOP-MT

SINOP: Grupo CAR prende homem por tráfico no Menino Jesus

11/06/2019 | TRAFICO DE OURO

Polícia apreende 111 kg de ouro e avião no aeroporto de Goiânia

Passageiro, apontado como dono da carga, foi preso em ação das polícias Federal e Militar. Ele foi autuado pelos crimes ambiental e de usurpação de bem da União.