Siga-nos nas redes sociais:

TURISMO, UMA MARCA DE DESENVOLVIMENTO

O Brasil é conhecido mundialmente, também, por suas riquezas naturais. 30/08/2017 - 08:57:23

Turismo, palavra que inevitavelmente nos remetem a pensar em viagens, férias e diversão; claro, não deixa de ser uma realidade, porém, poucos conhecem a importância e a representatividade desse setor na economia de um País. Uma estimativa aponta um índice de 9% do PIB mundial, sendo que no Brasil, mais de 492 bilhões de reais (2015) foram movimentados nesse setor.

O Brasil é conhecido mundialmente, também, por suas riquezas naturais. Regiões com particularidades climáticas, culturais e religiosas, mas que juntas consolidam o Brasil, como um ponto turístico de destaque. Nessa linha podemos citar algumas das potencialidades tão próximas de nós: o Pantanal, a Floresta Amazônica, o cerrado com cachoeiras e parques, museus, cidades históricas e eventos que a cada edição ganham mais espaço nesse importante cenário, a exemplo do Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres, Festival de Inverno de Chapada de Guimarães, a FIT Pantanal, que internacionaliza nosso mato grosso e diversos municípios com projetos de incentivo e valorização do turismo regional. Um universo a ser mais explorado sustentavelmente, como nicho socioeconômico de geração de emprego e renda.

Especialista que não sou, peço licença para focar aqui a cidade de Sinop, provocando reflexões sobre a grande rede que envolve a valorização do segmento turístico. É vital que os gestores, lideranças e entidades, abram discussões voltadas para o incremento e desenvolvimento do turismo em nossa cidade. É de conhecimento de muitos, que Sinop foi a terra da madeira e sua transição econômica passou por várias fases até o momento atual. É preciso preservar a história de sucesso desse crescimento e fomentar os valores culturais e as diversas potencialidades turísticas, por meio de um Plano Diretor Sustentável Turístico. Perceba que Sinop, tem exemplos emblemáticos no trade turístico: maior parque aquático do estado (Curupy Acqua Park), Rio Teles Pires, pousada Espaço Rural, pesque pague Vale do Sol e o futuro lago da Usina Sinop. Além do turismo rural, de eventos e de negócios, que precisam ser incrementados, atualizados e modernizados.

Sinop conta com uma importante rede hoteleira, restaurantes com destaque na gastronomia local, regional e internacional, riquezas naturais, pujança econômica, polo educacional, são muitos os pontos positivos, mas para que o turismo ganhe força, e é preciso que os meios de acesso funcionem adequadamente, afinal logística eficiente é vital, seja aéreo, terrestre ou fluvial. E tratando de logística, não se pode esquecer da importância do transporte público eficaz e humanizado, com olhar estratégico para o futuro, transporte atrativo, amigável, sustentável. O turismo pode gerar oportunidades aos profissionais liberais, aos empreendedores, os startups do segmento, são engrenagens fantásticas para nossa economia.

Nosso potencial turístico é enorme e precisa ser valorizado. Chegou a hora de Sinop ser inserida de fato e de direito no eixo do turismo Estadual, Nacional e Internacional. Faço aqui uma provocação para que possamos juntos construir uma agenda de locais de nossa cidade e, desta forma, a pauta seja fomentada e o incremento econômico ocorra, gerando riqueza, emprego e destaque.

É necessário pensar o turismo não só como agregado, e sim como uma marca e um catalizador principal, estratégico, integrado ao agronegócio e a sustentabilidade. Mato Grosso avança e o turismo é uma marca para este desenvolvimento.

Fernando Assunção –  Articulista Político.

Fonte: Fernando Assunção

Veja tambem