Siga-nos nas redes sociais:

Sabia que com a redução da máquina pública poderíamos ampliar investimentos para o país?

24/08/2018 - 10:11:57

De forma explicativa e objetiva, máquina pública é como se fosse a administração da nossa casa, só que em uma proporção maior, nela estão todas as pessoas e órgãos que trabalham de forma direta ou indiretamente em prol do bom andamento do governo. Ela é essencial para o crescimento do país, desde que esteja organizada e em bom funcionamento. Porém, muitas peças desta atual corporação no Brasil, não são necessárias ou não estão devidamente aptas a ocupar certos cargos, tornando assim dispensável sua utilização, contratação, nomeação ou eleição.

Somente em 2017, o governo federal gastou em torno R$ 40,3 trilhões, com a máquina pública no país, nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Então se fizéssemos uma redução de contratações neste setor, ou de utilizações indevidas de alguns benefícios, fazendo literalmente uma limpeza na "máquina pública brasileira" que está completamente suja, conseguiríamos aplicar boa parte deste valor em tantas outras áreas que estão necessitando muito mais, como saúde, infraestrutura, educação, desde a básica até o ensino superior e técnico e também na segurança pública.

Corta na própria carne é o método mais eficaz e correto, assim como você faz na sua casa quando o orçamento diminui. Acredito e defendo a Proposta de Emenda Constitucional que prevê a redução em 1/3 da classe política no Brasil. Já que a máquina está inchada e com pessoas demais, a alternativa é reduzir esses números onde muitos são beneficiados e outros mendigam o primordial.

Sem dúvidas está na hora de agir, é preciso que os órgãos da administração pública comecem a dar bons exemplos. Ao enxugar o tamanho da máquina pública, será possível aliviar o peso sobre os ombros dos brasileiros, que tem uma das cargas tributárias mais altas do mundo.

Não podemos cruzar os braços e ver a morte deste "corpo" fundamental ao desenvolvimento da nação, que infelizmente tem sido usado de forma incorreta, trapaceira, com o objetivo de favorecer pessoas não capacitadas e prejudicando os mais de 208 milhões de pessoas. Iremos à luta por uma máquina pública que funcione e seja digna do cidadão brasileiro.

Por: DILMAIR CALLEGARO

Fonte: Redação

Veja tambem