Siga-nos nas redes sociais:

Essa é a nova linha da comissão Nacional em prol da classe dos detetives do Brasil

A voz maledicente que resmunga na sombra da Comissão Nacional por puro recalque em fracassada 18/10/2017 - 21:58:02

“Os detetives podem sonhar, desenhar e criar uma organização que de fato viabilize a concretização dos pleitos relevantes da categoria, nos representando nacionalmente perante o poder público e o setor privado, mas é necessário identificar e inspirar pessoas capazes de transformar o sonho em realidade”.

A voz maledicente que resmunga na sombra da Comissão Nacional por puro recalque em fracassada ação contra o crescente engajamento dos detetives particulares brasileiros em torno do projeto recentemente anunciado pelo movimento classista, reconhecido de norte a sul do país pela conquista de uma legislação federal específica para a profissão, os quais se irmanam crendo na impostergável necessidade de se criar entes associativos de representação da categoria em âmbito nacional (ODB/FENAD) que, do nascimento ao funcionamento, rompam com o modelo tradicional de representação profissional de contorno coronelista, frágil e improfícuo que existe no Brasil, com exceção de poucas organizações associativas profissionais que de fato atuam como tal. 

E aqui vai o motivo da revolta ou insubmissão ao projeto proposto pela Comissão: Os opositores não aceitam e não perdoam o fato do nosso indigitado movimento, surgido a partir do apoio do deputado federal gaúcho Ronaldo Nogueira na elaboração do projeto que se converteu na Lei n.º 13.432/17, haver conseguido o que ninguém, liderança ou entidade da categoria conseguiu em mais de 45 anos de consecutivas propostas de lei levadas ao Congresso Nacional.  Episódio que marcou a história da profissão no Brasil.

Cadastro na ODB - Ordem dos Detetives do Brasil e FENAD - Federação Nacional dos Detetives - Ambas entidades PRIVADAS. ESTE CADASTRO TEM CARÁTER ESTATÍSTICO e NÃO é obrigatório preencher todos os dados.

                       CLIK AQUI NO LINK ABAIXO E FAÇA AGORA SEU CADASTRO

Não é de se estranhar que os mesmos indivíduos que perderam tempo e recursos pessoais percorrendo os gabinetes dos deputados e senadores em Brasília, enganados de que, isoladamente ou sem o respaldo de significativo apoio dos companheiros de todos os cantos do Brasil, iriam conseguir emendar ou barrar a votação da lei federal há pouco lançada no ordenamento jurídico brasileiro, continuem lançando mão de todo tipo de artimanha buscando menoscabar ou desqualificar as pessoas que por convicquição e liberalidade optam por apoiar nossa Comissão.  

Os que, como temos visto, atacam a Comissão e seus dirigentes que querem organizar a classe no Brasil só sabem propalar inverdades, intrigas e ilações incongruentes, é compreensível, afinal, quem sempre viveu do comércio indiscriminado de cursos livres, carteiras funcionais e distintivos sem nenhum projeto para amparar a categoria deixando de lado interesses pessoais, não são capazes de ver nos outros senão os vícios que carregam em si mesmos. 

Que os profissionais sensatos e os não exercentes da profissão  lúcidos que abominam a deslealdade, o futrico e a difamação em detrimento da boa ação e do esforço pela união da categoria, faça o julgamento e, querendo, se juntem ao movimento. 


Por: André Luis da Silva
Detetive Particular
CCM 00100404 – Desde 89

Fonte: Sinop em Foco

Veja tambem