Siga-nos nas redes sociais:

Países do G7 se comprometem a "modernizar" OMC

O objetivo é tornar a organização mais justa 10/06/2018 - 07:49:56

O G7 se comprometeu neste sábado (9) a "modernizar" a Organização Mundial do Comércio (OMC) para torná-la "mais justa o mais rápido possível" e expressou sua vontade de reduzir barreiras comerciais, tanto tarifárias como não tarifárias, e também os subsídios.

A declaração está contida no comunicado conjunto emitido pelos líderes do G7 ao término da cúpula que se desenvolveu durante os dois últimos dias na cidade canadense de La Malbaie.

O comunicado conjunto também condena a Rússia pelo ataque químico na cidade britânica de Salisbury e a anexação da Crimeia, e o G7 se mostrou favorável a "tomar mais medidas restritivas" contra Moscou para "aumentar os custos" sobre o país. 

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, anunciou que o comunicado conjunto foi "assinado por todos" os membros do grupo.

Trudeau também confirmou que o comunicado final contém referências à mudança climática e ao Acordo de Paris, mas que esses trechos não foram assinados pelos Estados Unidos.

Apesar de Washington não ter assinado a parte sobre mudança climática, Trudeau afirmou que a cúpula foi "um sucesso" ao permitir "discussões francas e abertas" entre os sete países mais industrializados do mundo.

Trudeau também tentou minimizar as ameaças feitas por Trump pouco antes de deixar hoje a cidade de La Malbaie, local de realização da cúpula na província canadense de Quebec, e nas quais afirmou que os Estados Unidos deixarão de negociar com os países que não eliminarem tarifas aos produtos americanos.

Durante uma entrevista coletiva final, Trudeau afirmou que "o presidente (Trump) vai continuar dizendo o que quiser dizer", mas que a cúpula terminou com um comunicado final assinado por todos.

Trudeau também contradisse Trump ao negar de forma contundente que o novo Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), que está sendo negociando por EUA, Canadá e México, terá uma cláusula de dissolução automática.

O governante afirmou com um contundente "não" que o Canadá não aceitará a cláusula de dissolução a cada cinco anos, ou "de qualquer outra duração", que os EUA querem incorporar.

Trudeau explicou que o Nafta já conta com um mecanismo para que qualquer país deixe o acordo com um aviso de seis meses.

O chefe do governo canadense também disse que seu país vai impor "sem sombra de dúvida" represálias comerciais aos Estados Unidos a partir de 1º de julho pela decisão de Washington de sobretaxar as exportações canadenses de aço e alumínio, e que isso foi comunicado "diretamente" a Trump.

"Nós canadenses somos educados, mas não permitiremos que nos empurrem", explicou Trudeau. 

Fonte: Ag Brasil

Veja tambem

29/11/2018 | MUNDO BARRA DA TIJUCA

Braço direito de Trump se reúne com Bolsonaro no Rio

Jair Bolsonaro, bateu continência para o assessor de Segurança Nacional dos EUA

19/11/2018 | MUNDO TRAFICANTE

Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil

Segundo a imprensa do Paraguai, ele deixou o país em uma aeronave do Grupo Aerotático da Força Aérea Paraguaia às 5h05

17/11/2018 | MUNDO REDES SOCIAIS

Conselho de Segurança americano elogia Bolsonaro sobre médicos cubanos

Órgão usou o Twitter para se pronunciar sobre o assunto

30/10/2018 | MUNDO ALIADOS

Primeiro-ministro de Israel planeja comparecer à posse de Bolsonaro

Se comparecer, Netanyahu será o primeiro premiê israelense a visitar o Brasil desde a criação do país, em 1948

28/10/2018 | MUNDO PLEITO

Votação no exterior é encerrada em 16 países

De acordo com o TSE, o balanço se refere aos locais de votação, em geral as próprias embaixadas do Brasil, que estão à frente no fuso horário

27/10/2018 | INTERNACIONAL

Chanceler saudita vê histeria internacional após morte de jornalista

"A questão tornou-se histérica. As pessoas estão culpando a Arábia Saudita antes de se completar a investigação",

20/10/2018 | MUNDO MIGRAÇÃO

Canadá emite recorde de vistos de residência para brasileiros

No ano passado, foram liberados 2.760 vistos, um aumento de 62% sobre o ano anterior

08/10/2018 | MUNDO ELEIÇÕES NO BRASIL

Imprensa internacional repercute vantagem de Bolsonaro

Os jornais The New York Times, Financial Times e El País e a rede de televisão britânica BBC emitiram alertas em seus aplicativos em todo o mundo após a confirmação do segundo turno

30/09/2018 | MUNDO

Passa de 800 o número de mortos na Indonésia devastada por terremoto e tsunami

Ainda não se sabe a extensão exata da tragédia, porque há áreas isoladas. Estima-se que 350 mil pessoas tenham sido afetadas.

25/09/2018 | MUNDO ASSEMBLEIA

Em discurso na ONU, Temer critica unilateralismo e intolerância

O debate geral deste ano tem como tema central Tornar a ONU Relevante para Todas as Pessoas: Liderança Mundial e Responsabilidades Partilhadas para Sociedades Pacíficas, Equitativas e Sustentáveis

17/08/2018 | MUNDO ITÁLIA

Motorista que ficou ‘à beira da morte’ em Gênova fala em ‘milagre’

Homem que ficou a poucos metros do abismo provocado pela queda da ponte ainda estará se recupera do choque

12/08/2018 | MUNDO TRAVESSIA

Trump e taxa de R$ 77 mil não inibem imigrantes brasileiros

A procura continua a mesma, inclusive por parte de famílias com filhos pequenos