Siga-nos nas redes sociais:

Em discurso na ONU, Temer critica unilateralismo e intolerância

O debate geral deste ano tem como tema central Tornar a ONU Relevante para Todas as Pessoas: Liderança Mundial e Responsabilidades Partilhadas para Sociedades Pacíficas, Equitativas e Sustentáveis 25/09/2018 - 17:40:39

Ao discursar hoje (25) na abertura da 73ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, o presidente Michel Temer críticou o “isolacionismo”, a “intolerância” e o "unilateralismo". Segundo ele, essas questões podem comprometer o “aprimoramento da ordem internacional”, que há décadas vem sendo consolidada. O debate geral deste ano tem como tema central Tornar a ONU Relevante para Todas as Pessoas: Liderança Mundial e Responsabilidades Partilhadas para Sociedades Pacíficas, Equitativas e Sustentáveis.

“Quantos oradores já não vieram a esta tribuna advogar o aprimoramento da ordem internacional que edificamos ao longo de décadas? Muitos foram esses oradores. Eu mesmo me incluo entre eles. E, creio, tínhamos razão. Ainda temos razão, e as palavras que pronunciamos continuam atuais. Mas, se queremos aprimorar nossa ordem coletiva, hoje se impõe ainda outra tarefa: a de defender a própria integridade dessa ordem. Ordem que, por imperfeita que seja, tem servido às causas maiores da humanidade”, disse o presidente no início do discurso.

Temer ainda destacou o papel do Brasil na questão migratória na América do Sul. "Estamos em meio a onda migratória de grandes proporções. Estima-se em mais de um milhão os venezuelanos que já deixaram seu país em busca de condições dignas de vida. O Brasil tem recebido todos os que chegam a nosso território. São dezenas de milhares de venezuelanos a quem procuramos dar toda a assistência. Com a colaboração do Alto Comissariado para Refugiados, construímos abrigos para ampará-los da melhor maneira."

Nesse contexto, Temer ressaltou a capacidade brasileira de integração. “À primeira dessas tendências, o isolacionismo, o Brasil responde com mais abertura, mais integração. O Brasil sabe que nosso desenvolvimento comum depende de mais fluxos internacionais de comércio e investimentos. Depende de mais contato com novas ideias e com novas tecnologias. É na abertura ao outro, e não na introspecção e no isolamento, que construiremos uma prosperidade efetivamente compartilhada.”

O presidente lembrou que Brasil e Mercosul têm aprofundado cada vez mais seus mecanismos de integração, inclusive por meio da derrubada de barreiras comerciais. “Impulsionamos a aproximação com os países da Aliança do Pacífico, buscando uma América Latina cada vez mais unida, como, aliás, determina nossa Constituição. E revitalizamos ou iniciamos negociações comerciais com parceiros de todas as regiões: União Europeia, Associação Europeia de Livre Comércio, Canadá, Coreia do Sul, Singapura, Líbano, Marrocos, Tunísia.”

Ainda durante o discurso, Temer classificou de “produtiva” a participação brasileira em foros de cooperação. Entre eles, o G20, o Brics, e a Comunidade de Países de Língua Portuguesa – espaços onde, segundo ele, têm se obtido “resultados concretos, com impacto direto para o dia a dia”.

“O isolamento pode até dar uma falsa sensação de segurança. O protecionismo pode até soar sedutor. Mas é com abertura e integração que alcançamos a concórdia, o crescimento, o progresso. Também, ao desafio da intolerância, o Brasil tem respondido de forma decidida: com diálogo e solidariedade. São o diálogo e a solidariedade que nos inspiram, a cada momento, a honrar a Declaração Universal dos Direitos Humanos”, disse o presidente ao reafirmar ser “imperativo” tornar realidade o que está previsto nesse documento.

Fonte: NOTICIAS AO MINUTO

Veja tambem

23/05/2019 | MUNDO SETORES

Trabalhadores da Petrobras fazem greve geral em Montevidéu

Os trabalhadores da MontevideoGas decidiram paralisarem as atividades

11/05/2019 | GRUPO PARLAMENTAR, COMÉRCIO EXTERIOR, BRASIL

Cazaquistão quer intensificar relações com o Brasil, diz embaixador

Os dois países recriaram um grupo parlamentar

09/05/2019 | MUNDO CRISE

Serviço secreto da Venezuela prende vice-presidente do Parlamento

O anúncio foi feito pelo próprio Edgar Zambrano - número 2 de Juan Guaidó na Assembleia Naciona

27/04/2019 | FORÇA NACIONAL MOÇAMBIQUE

Brasileiros participam de buscas após novo ciclone atingir Moçambique

Catorze bombeiros da Força Nacional embarcaram para a cidade de Pemba

16/04/2019 | NOTRE-DAME, CATEDRAL, INCÊNDIO

França pede doações e avalia danos na Notre-Dame

Primeiras ofertas foram anunciadas nesta terça-feira(16)

30/03/2019 | INTERNACIONAL

Missão brasileira viaja a Moçambique para ajudar vítimas de ciclone

O apoio humanitário atende a pedido feito pelo presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, ao presidente Jair Bolsonaro

24/03/2019 | MUNDO CARACAS

Com tropas, aviões militares russos pousam na Venezuela

As aeronaves estariam levando uma autoridade de defesa russa e quase cem soldados, segundo informações das agências de notícias

03/03/2019 | MUNDO VATICANO

Papa diz que políticos sem sabedoria prejudicam a sociedade

Francisco ainda pediu para os fiés não fazerem fofocas

03/03/2019 | CRISE VENEZUELANA RÚSSIA EUA

Rússia propõe aos Estados Unidos dialogar sobre a crise venezuelana

Rússia propõe aos Estados Unidos dialogar sobre a crise venezuelana

24/02/2019 | MUNDO APÓS CONFRONTOS

Divisa entre Brasil e Venezuela está mais tranquila neste domingo

Fluxo de imigrantes voltou à divisa, apesar do fechamento da fronteira

10/02/2019 | MUNDO

Coronel do Exército venezuelano rompe com Maduro e pede ajuda humanitária

Ajuda humanitária cruzará fronteira de Venezuela com Brasil, promete povo indígena Pemon

09/02/2019 | MUNDO VENEZUELA

Governo venezuelano reforça presença militar na fronteira com o Brasil

Objetivo de Maduro é evitar entrada de ajuda humanitária enviada pelos EUA