Siga-nos nas redes sociais:

Ministério da Saúde quer distribuir mais remédios gratuitos

Hoje, 26 deles já são distribuídos sem nenhum custo para o consumidor 11/05/2018 - 08:02:53

O Ministério da Saúde estuda uma nova mudança no programa Farmácia Popular, que envolve a distribuição de remédios sem custo ou de preço reduzido para o cidadão. Uma das propostas é estender a gratuidade para os 42 produtos que fazem parte do programa. Hoje, 26 deles já são distribuídos sem nenhum custo para o consumidor. As alterações, no entanto, são criticadas pelo setor farmacêutico.

A estratégia de estender a gratuidade para todo o Farmácia Popular tem como objetivo permitir que os gastos do programa possam ser levados em consideração para o cálculo do mínimo que tem de ser gasto pela União para a área da Saúde.

Hoje, como em 16 produtos há copagamento do consumidor, que arca com 10% do preço do produto, essa despesa não pode ser considerada como gasto em saúde.

A extensão da gratuidade para outros 16 medicamentos seria ainda uma alternativa para o ministério tentar compensar o crescente gasto com o programa. O raciocínio é: se a despesa é inevitável, que ele possa, pelo menos, ser considerado como gasto em saúde.

Ao mesmo tempo, a pasta quer reduzir os custos. Cálculos do setor produtivo indicam que o gasto com o Farmácia Popular cresceu 274% entre 2011 e o ano passado.

De acordo com o ministério, dos R$ 2,8 bilhões do Farmácia Popular, apenas R$ 1,2 bilhão é empregado na compra de medicamentos. Aproximadamente R$ 800 milhões são usados para pagar impostos e os R$ 800 milhões restantes, para pagar o setor varejista.

No programa, farmácias credenciadas podem vender remédios contidos em uma lista preparada pelo ministério com descontos de 90%. Alguns medicamentos para asma, hipertensão e diabetes são dados de forma gratuita.

O valor da diferença ou o preço total, no caso dos remédios gratuitos, é pago pelo Ministério da Saúde. O problema é que, com essa transação, o governo acaba arcando indiretamente impostos que o setor varejista paga para Estados.

Para tentar evitar esses impostos, a alternativa estudada é que a pasta se encarregue de fazer a compra para distribuição nas farmácias credenciadas. A ideia se assemelha a que foi cogitada pelo ex-prefeito de São Paulo João Doria (PSDB), mas abandonada por esbarrar em problemas jurídicos. O Farmácia Popular é um dos programas federais de saúde com mais popularidade na classe média.

Resistência

Ministro da Saúde que assumiu há pouco mais de um mês, Gilberto Occhi, já começou a sondar o setor produtivo. O presidente do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma), Nelson Mussolini, avisou ser contrário. "A coparticipação existe em todos os países e evita desperdícios", defendeu.

"Hoje, todos podem participar do programa. Basta ter uma receita, seja de médico particular ou da rede pública", observou Sérgio Mena Barreto, da Associação Brasileira da Rede de Farmácia e Drogaria (Abrafarma). "Já alertamos que a mudança é insustentável. Vai haver descredenciamento em massa assim que as farmácias esgotarem seus estoques e tiverem de fazer novas compras." 

Fonte: NOTICIAS AO MINUTO

Veja tambem

21/05/2018 | TRANSPORTES

Caminhoneiros fazem protestos na BR-163 em Cuiabá e no Porto de Santos

Na BR-163, principal rota que liga áreas produtoras de grãos de Mato Grosso a terminais ao norte e sul do país

21/05/2018 | CONTRA AUMENTOS NO DIESEL

Nesta segunda-feira (21) caminhoneiros de MT iniciam greve

A paralisação deve seguir por tempo indeterminado até que haja acordo entre o governo e os representantes da categoria.

19/05/2018 | OSTENTAÇÃO

Pastores são presos suspeitos de obter R$ 15 milhões aplicando golpes em fiéis de Goianésia

Delegado diz que dupla alegava que havia ganhado um título de R$ 1 bilhão, mas precisava reunir fundos para conseguir recebê-lo. Um terceiro suspeito também foi detido.

17/05/2018 | GERAL / SAÚDE

Oscip: Adesco continua na gestão da UPA até julho

Contrato foi novamente prorrogado pela secretaria de saúde de Sinop

16/05/2018 |

Comissão pela construção da unidade de prevenção de câncer no norte de MT confirma presença na Norte Agro Show

A presidente da comissão, médica Anna Letícia Yanai, explica que as atividades serão durante o dia, com presenças de voluntários para explicar sobre o hospital, vendas de livros e outras atividades.

15/05/2018 | FEIRA DE FRANQUIAS

Shopping Sinop promove Feira de Franquias

O objetivo é oferecer informações e oportunidades aos investidores

14/05/2018 | LEILÃO TOURO DGF

Leilão Touros DGF Agropecuária ofertará 150 reprodutores no dia 08 de junho

rogramação começa às 13h, horário de Mato Grosso.

14/05/2018 | FATALIDADE

Peão morre durante montaria, em uma das maiores festas agropecuárias do Brasil: Veja vídeo

Os socorristas tentaram ajuda-lo, mas ao se desvencilhar do animal furioso, Gilliard caiu ao chão desmaiado.

14/05/2018 | SICREDI

Sicredi lança concurso fotográfico para associados e colaboradores

As 12 fotos vencedoras irão integrar os materiais institucionais do Sicredi em 2019

11/05/2018 | MEIO AMBIENTE

Lançamento das obras de revitalização do Parque Florestal de Sinop deve acontecer durante Caravana

A revitalização do parque inclui pista de caminhada, observatório de pássaros, melhoria no campo de futebol, estrutura do barracão para educação ambiental, playground para as crianças, iluminação e lixeira.

11/05/2018 | EDUCAÇÃO

Curso de EAD gratuito sobre inclusão de pessoas com deficiência tem inscrições abertas

A formação, programada para ocorrer entre 28/05 e 25/06

11/05/2018 | MATO GROSSO

Adjunta de Turismo da Sedec representa Mato Grosso em eventos pelo Brasil

Gestores participam de duas importantes ocasiões que discutem estratégias para o fortalecimento do segmento.