Siga-nos nas redes sociais:

Paulo Guedes participa de reunião inaugural da equipe econômica

Ele defende a votação, este ano, de parte da reforma da Previdência 07/11/2018 - 08:15:19

O economista Paulo Guedes, confirmado para assumir o superministério da Economia (que agregará as pastas da Fazenda, do Planejamento e da Indústria e Comércio), coordena hoje (7) a reunião inaugural da equipe econômica de transição, no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), onde integrantes dos dois governos ficarão até o final de dezembro.

Guedes defendeu ontem (6) a votação, ainda neste ano pelo Congresso Nacional, de uma "parcela do texto atual" da reforma da Previdência, aprovada em comissão especial da Câmara dos Deputados.

Para o presidente eleito Jair Bolsonaro, como ele disse em várias ocasiões, é importante avançar, em consonância com o Congresso Nacional, todos os pontos possíveis Pessoalmente, ele disse ser favorável à fixação de idade mínima para os funcionários públicos salvo exceções.

Bolsonaro recomenda que homens se aposentem aos 61 anos, no caso do serviço público, e as mulheres aos 56. Porém, ressalta que é necessário avaliar cada situação e ter a concordância dos parlamentares.

Renegociação

Guedes negou ontem (6) a possibilidade de renegociação da dívida pública. Ele disse que houve um mal-entendido sobre a necessidade de conter a expansão do endividamento do governo.“Não se pensa nisso [na renegociação ou na auditoria da dívida pública]. Isso não existe, isso não é um problema. O que existe é uma preocupação com a dívida."

Segundo o futuro ministro, o Brasil precisa diminuir o pagamento dos juros da dívida pública. Ele, no entanto, negou que isso signifique uma renegociação.

Fonte: Ag Brasil

Veja tambem

15/11/2018 | ECONOMIA AGENDA

Receita paga amanhã sexto lote da restituição do Imposto de Renda

Ao todo, 1.142.680 pessoas receberão o dinheiro na conta-corrente informada no envio da declaração

15/11/2018 | ANATEL TELEFONIA, FIXA

Telefonia fixa mantém redução de linhas em setembro, diz Anatel

Em 12 meses, as autorizadas tiveram redução de 403.445 linhas (-2,38%) e as concessionárias, menos 1.653.272 linhas (-6,92%).

13/11/2018 | PETROBRAS PRÉ-SAL, BACIA DE SANTOS, PETRÓLEO GÁS

Petrobras inicia operação de plataforma no pré-sal da Bacia de Santos

Petrobras inicia operação de plataforma no pré-sal da Bacia de Santos

12/11/2018 | Política Economia

O dólar avançou 0,55 por cento, a 3,7567 reais na venda, depois de bater a máxima de 3,7632 reais.

O dólar avançou 0,55 por cento, a 3,7567 reais na venda, depois de bater a máxima de 3,7632 reais.

12/11/2018 | ECONOMIA VEÍCULOS

Venda de automóveis financiados volta a crescer no Brasil

Segundo dados do Banco Central, a carteira de veículos cresceu 12% em setembro quando comparada com igual mês de 2017

11/11/2018 | ECONOMIA REFORMA

Supremo julgou só um de seis temas polêmicos da reforma trabalhista

Os ministros decidiram pela constitucionalidade do fim do imposto sindical obrigatório

10/11/2018 | Política Economia

Bolsonaro diz que vetaria aumento salarial de ministros do STF se já fosse o presidente

O presidente eleito disse que o reajuste dos salários dos ministros do STF será mais uma preocupação para seu governo no ano que vem.

10/11/2018 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar encerra a semana em queda de 0,06%

O Ibovespa, índice da B3, fechou o pregão de hoje em alta de 0,02%, com 85.641 pontos.

09/11/2018 | RECEITA FEDERAL IRPF

Receita abre nesta sexta-feira consulta ao sexto lote do IRPF

As restituições terão correção de 4,16%, relativa às declarações de 2018, a 106,28%, para as declarações de 2008.

06/11/2018 | ECONOMIA DECLARAÇÃO

Receita abre consulta ao 6º lote de restituição do IR nesta sexta-feira

O Fisco também abrirá consulta a lotes residuais das declarações de 2008 a 2017

06/11/2018 | ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

Inflação para famílias com renda mais baixa sobe de 0,2% para 0,53%

A taxa é superior ao 0,2% de setembro, de acordo com dados divulgados hoje (6).

05/11/2018 | DÓLAR IBOVESPA

Dólar sobe e Bovespa fecha em alta recorde de 89 mil pontos

A pontuação e o volume negociado, de R$ 14,81 bilhões representam as máximas registradas no Ibovespa.