Siga-nos nas redes sociais:

Ministro José Serra participa de eventos em Cuiabá nesta segunda-feira

Em Mato Grosso, a Escola deverá seguir os mesmos parâmetros, incluindo em seu corpo de professores profissionais em atuação no estado e também de outras partes do país 13/11/2016 - 19:28:58

O ministro das Relações Exteriores, José Serra, estará em Mato Grosso, nesta segunda-feira (14.11), para participar de dois eventos com o Governo de Mato Grosso. Ele prestigiará o lançamento da MT Escola de Teatro, às 17h, no Cine Teatro Cuiabá. Logo depois, às 19h, ele participa da cerimônia de assinatura do termo de cooperação entre o Governo do Estado e Associação Pró-Hidrovia Paraguai – Paraná (APH), para estudo de viabilidade de retomada do Porto de Cáceres.

A escola de Teatro

Apostando no poder transformador da arte e nas potencialidades da cultura como fonte de emprego, renda e desenvolvimento, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC-MT), anuncia uma iniciativa inédita na história da cultura mato-grossense. Em solenidade nesta segunda-feira, no Cine Teatro Cuiabá, será aberta a MT Escola de Teatro, um centro inovador na formação profissional das artes cênicas.  

Os cursos gratuitos, voltados a alunos de todo o estado, terão foco na formação técnica e profissional e serão certificados. A Escola funcionará no Cine Teatro Cuiabá e será gerida pelo grupo Cena Onze, em parceria com a SP Escola de Teatro, criada durante a gestão de José Serra na Prefeitura de São Paulo, em 2006, e expandida em sua gestão como governador do Estado de São Paulo. Hoje, a instituição é reconhecida mundialmente, exportando seu sistema pedagógico para países como Suécia e Finlândia.

Em Mato Grosso, a Escola deverá seguir os mesmos parâmetros, incluindo em seu corpo de professores profissionais em atuação no estado e também de outras partes do país. A Escola terá como objetivo a formação de excelência para as artes do palco, oferecendo oportunidades para jovens de todas as regiões do Estado, com foco na geração de trabalho e renda.

Reativação do Porto de Cáceres

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Companhia Mato-Grossense de Mineração (Metamat), promove a cerimônia que oficializa a disponibilização do Porto Fluvial de Cáceres para a Associação Pró-Hidrovia Paraguai – Paraná (APH), com o intuito da retomada da operação do Porto. O evento ocorrerá nesta segunda-feira (14.11), às 19h, no auditório Cloves Veoratto, no Palácio Paiaguás, em Cuiabá. Estão confirmadas as presenças do ministro José Serra; do governador de Mato Grosso, Pedro Taques; e do vice-governador, Carlos Fávaro.

Com a reativação do porto, será possível intensificar o desenvolvimento das regiões Sudoeste e Oeste de Mato Grosso. A ação se deve ao Termo de Cooperação Técnica 001/2016, assinado entre a Metamat e a Associação, para que sejam realizados estudos de viabilidade técnica, econômica, ambiental, e a elaboração do Plano de Investimento para a retomada da operação.

A reativação do Porto de Cáceres é essencial para a integração comercial com a América do Sul, pela Hidrovia Paraguai-Paraná, e para fortalecer a logística dos produtos da Zona de Processamento de Exportação (ZPE), que está em construção no município. A hidrovia deve ligar Mato Grosso a outros centros produtores e exportadores, o que além de promover o desenvolvimento econômico, vai gerar novos empregos e investimentos.

Serviço

Evento: Lançamento da MT Escola de Teatro

Quando: Segunda-feira, 14 de novembro

Hora: 17h

Local: Cine Teatro Cuiabá

 

Evento: Assinatura do termo de cooperação que disponibiliza o Porto Fluvial de Cáceres para a Associação Pró Hidrovia Paraguai – Paraná (APH) para estudos de viabilidade da reativação do porto.

Quando: Segunda-feira, 14 de novembro

Hora: 19h

Local: Palácio Paiaguás, salão Cloves Vettorato

Fonte: Gcom-MT com Sinop em Foco

Veja tambem

19/02/2020 | ENERGIAS RENOVAVEIS

Telhados solares atingem 2º gigawatt instalado no Brasil e devem crescer mais em 2020

A grande procura dos consumidores brasileiros pelas placas de energia solar levou a tecnologia a alcançar o seu segundo Gigawatt (GW) instalado no segmento de geração distribuída

18/02/2020 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar crava novo recorde perto de R$ 4,36 com exterior arisco por coronavírus

17/02/2020 | SETOR SUCROALCOOLEIRO

Produção de açúcar da Índia em 2019/20 não deve ter grande revisão, diz associação

O presidente da Isma, Vivek Pittie, disse em evento do setor em Dubai que a reunião sobre as projeções será em 25 de fevereiro

17/02/2020 | Restituição do IRPF

Receita paga hoje restituição do lote residual do IRPF de 2008 a 2019

O crédito bancário será feito para 116.188 contribuintes, somando mais de R$ 297 milhões.

14/02/2020 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar volta a cair e fecha em R$ 4,30 com atuação do BC

Bolsa cai 1,11%, depois de divulgação de indicador de atividade

13/02/2020 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar passa de R$ 4,35 e renova recorde desde criação do real

Bolsa de valores tem segundo dia seguido de recuperação

11/02/2020 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar fecha a R$ 4,326, no maior nível desde criação do real

olsa de valores recuperou-se depois de três dias de queda

10/02/2020 | MERCADO FINANCEIRO

Mercado financeiro reduz estimativa de inflação para 3,25% este ano

Para 2021, a estimativa se mantém em 3,75%, diz BC

06/02/2020 | INDICADOR DE EMPREGO, FGV

Indicadores de mercado de trabalho iniciam 2020 com melhora

Dados foram divulgados pela FGV

03/02/2020 | ECONOMIA

Fim da disputa com a Índia na OMC depende de acordo

O primeiro-ministro indiano Narendra Modi pediu a Bolsonaro para os dois países voltarem a conversar sobre o caso

29/01/2020 | BOLSA DE VALORES, DÓLAR

Dólar encosta em R$ 4,22 e fecha no maior valor em mais de dois meses

Bolsa de Valores cai 0,94% em dia tenso no mercado

24/01/2020 | ECONOMIA E AGRO

Aumento no preço do etanol não tem relação com nova lei sobre incentivos

aumento no preço de venda do litro do etanol em Mato Grosso, colocado em prática pelos postos de combustíveis, nada tem a ver com a entrada em vigor, a partir da 1º de janeiro deste ano da Lei Complementar 631/19, que reduziu os incentivos fiscais no Esta