Siga-nos nas redes sociais:

Governo zera imposto de importação da soja e do milho

Medidas são temporárias e têm o intuito de conter a alta dos preços 17/10/2020 - 21:28:52

Maior exportador mundial de soja, o Brasil decidiu suspender a cobrança de impostos de importação do grão, bem como do farelo e do óleo de soja, até 15 de janeiro de 2021. A decisão da Câmara de Comércio Exterior (Camex), do Ministério da Economia, se aplica também à importação de milho, cuja alíquota de importação será zerada até 31 de março do próximo ano.

As medidas temporárias foram foram aprovadas ontem (16), durante reunião do Comitê Executivo de Gestão - órgão da Camex responsável por, entre outras coisas, estabelecer o percentual ou valor aplicado no cálculo de um tributo e formular diretrizes da política tarifária na importação e na exportação.

A proposta de reduzir as alíquotas da soja partiu do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, enquanto o Ministério da Economia propôs à Camex que zerasse o tributo cobrado das importações de milho como forma de conter a alta de preços dos alimentos.

No fim de setembro, quando teve início o plantio da safra de soja para 2020/2021, a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja) estimou que a área semeada com a principal commoditie brasileira deve aumentar 3,8% em comparação ao ciclo 2019/2020, e que a produção crescerá 3,4% relação ao período anterior, podendo superar 129 milhões de toneladas.

De acordo com a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), a soja em grãos, o farelo de soja e o milho estão entre os cinco principais produtos exportados pelo Brasil durante o mês de setembro, junto com o açúcar de cana em bruto e a carne bovina in natura. Somados, os cinco produtos representam mais da metade (55,4%) de toda a exportação nacional mensal – que foi 4,8% superior ao resultado do mesmo mês de 2019. Além disso, a soja em grãos ocupa o topo do ranking dos produtos exportados que o país vendeu para outras nações entre janeiro e setembro, com um acréscimo de US$ 5,9 bi em relação ao período anterior, o que representa um ganho da ordem de quase 28%.

Arroz
No começo de setembro, o governo já havia adotado medida semelhante em relação ao arroz em casca e beneficiado, cujo imposto de importação foi zerado até 31 de dezembro deste ano. Na ocasião, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que a medida era necessária para tentar conter a alta do preço do produto e evitar um eventual desabastecimento.

“As medidas que podiam ser tomadas, foram tomadas, para fazer a estabilidade e o equilíbrio para esse produto", disse a ministra em um vídeo publicado em suas redes sociais. “O Brasil abriu mão, tirou a alíquota de importação, para que o produto [arroz] de fora pudesse entrar e trazer um equilíbrio para os preços. Abrimos somente uma cota, porque não temos necessidade de muito arroz, mas isso é uma cota de reserva, para que possamos ter a tranquilidade de que o preço vai voltar, vai ser equilibrado, e que o produto continuará na gôndola para todos os brasileiros", disse Tereza Cristina, à época.

Edição: Lílian Beraldo

© REUTERS/José Roberto Gomes/Direitos reservados

Fonte: Ag Brasil

Veja tambem

21/11/2020 | POLÍTICA ECONÔMICA

Venda de reservas externas é decisão do BC, diz secretário especial

Waldery Rodrigues pede que Congresso vote LDO de 2021

17/11/2020 | ECONOMIA BNDES-EMPRESAS

BNDES vende mais R$ 2,5 bilhões em ações da Vale

No primeiro lote, em agosto, o BNDES vendeu R$ 8,1 bilhões em ações da empresa

16/11/2020 | PROGRAMA SOCIAL

Programa social do governo está pronto e deve ser lançado em dezembro, diz Onyx

O ministro acrescentou que o programa social tem um orçamento próprio e deve atingir mais de 20 milhões de brasileiros de baixa renda.

13/11/2020 | GRANJEIROS

Frango inspecionado: cabeças abatidas até setembro aumentam 2%, mas volume permanece estável

O volume adicional, neste caso, é de somente 21,2 mil toneladas.

11/11/2020 | BRASIL

Brasil e Reino Unido discutem possível negociação de acordo comercial

Autoridades dos dois países reuniram-se hoje em Brasília

10/11/2020 | POLITICA DE ECONOMIA

Ibovespa engata 6ª alta seguida e fecha acima de 105 mil pontos com blue chips

O volume financeiro da sessão foi novamente expressivo e somou 48,1 bilhões de reais.

10/11/2020 | CNI

CNI defende bioeconomia para estimular produção e inovação no país

Tema será discutido em fórum no dia 26 deste mês

06/11/2020 | POLITICA DE ECONOMIA

Dólar fecha em R$5,39 e acumula forte queda na semana com Biden próximo da vitória

04/11/2020 | MERCADO FINANCEIRO

Dólar tem maior queda diária desde agosto e recua para R$ 5,65

leições nos EUA e autonomia do Banco Central influenciaram mercado

03/11/2020 | POLITICA DE ECONOMIA

Importação de arroz em outubro não foi influenciada por tarifa zero, diz Ministério da Economia

A decisão foi tomada pelo governo em meio à expressiva alta no preço do arroz no país.

02/11/2020 | AUXILIO EMERGENCIAL

Beneficiário pode contestar suspensão de auxílio emergencial de R$ 300

Prazo acaba hoje. Interessado deve pedir revisão pelo site da Dataprev

30/10/2020 | POLITICA DE ECONOMIA

Produção de biodiesel do Brasil cresce 8,5% em 2020, diz Abiove

Brasil encerrará o ano como o terceiro maior produtor de biodiesel