Siga-nos nas redes sociais:

Estados perdem competitividade por causa de violência, aponta pesquisa

Na área de segurança pública, passou de 5º colocado (em 2015) para 20º (em 2018). 14/09/2018 - 09:47:28

Pesquisa da organização não governamental (ONG) Centro de Liderança Pública (CLP), divulgada nesta sexta-feira (14), aponta que estados brasileiros estão perdendo competividade por causa da violência.

É o caso, por exemplo, do Acre, que perdeu oito posições no ranking nacional em decorrência da violência, e agora está na última colocação. Na área de segurança pública, passou de 5º colocado (em 2015) para 20º (em 2018).

De acordo com a pesquisa, desde 2016, “a disputa pelo controle de fronteiras do tráfico de drogas na região, levou a um enorme aumento da violência, de 2015 para 2016, o número de homicídios subiu 86%. Só no Acre, são 1,4 mil quilômetros de fronteiras com a Bolívia e o Peru, os maiores produtores de cocaína do mundo”.

Outro estado com queda no quesito segurança foi Roraima, que caiu da 4ª posição (2015) para 26ª (2018), ficando a frente apenas de Pernambuco (27ª).

As cinco unidades da Federação melhor avaliadas no combate à criminalidade são: São Paulo, Santa Catarina, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Rondônia.

Em sua sétima edição, o ranking de competitividade, elaborado pela organização em conjunto com a Tendências Consultoria Integrada e Economist Intelligence, avalia dez quesitos de gestão pública: sustentabilidade ambiental, capital humano, educação, eficiência da máquina pública, infraestrutura, inovação, potencial de mercado, solidez fiscal, segurança pública e sustentabilidade social.

Para a diretora executiva da CLP, Luana Tavares, o trabalho conclui a necessidade de uma atuação mais ostensiva dos gestores na área de segurança pública. Ela propõe a “otimização dos serviços e maior investigação dos crimes em um trabalho conjunto das polícias civil e militar”. Também afirmou que a maioria dos estados não tem priorizado ações para o cumprimento da meta das Nações Unidas de diminuir em 50% as mortes no trânsito até 2020.

Rio de Janeiro perde posições com crise financeira

Enfrentando uma grave crise financeira, o estado do Rio de Janeiro vem perdendo posições no ranking geral. Em 2015, estava no oitavo lugar, em 2018, passou para o 13º.

No quesito eficiência da máquina pública, caiu do 10º para o 15º lugar. Em solidez fiscal, está na última posição. Um dos motivos para ficar em último, conforme a pesquisa, é que o Rio de Janeiro acumula uma dívida superior a R$ 90 bilhões, consequência da política de desonerações tributárias e do “excessivo gasto com a máquina pública”, que teriam levado à redução da arrecadação no estado.

Na avaliação de Luana Tavares, a “situação de calamidade financeira” tem impedido uma reversão do quadro no Rio de Janeiro.

Alagoas sobe de posição

Já Alagoas teve o maior avanço na classificação nacional, subindo oito pontos e garantindo a 16ª posição.

A pesquisa indica que o estado reestruturou a dívida com a União, “reduzindo o pagamento de juros e, por consequência, a quantidade de recursos destinados a este fim”.

Dos dez pontos analisados, Alagoas registrou alta em oito e teve o melhor resultado em solidez fiscal. Na área de segurança pública, subiu sete posições.

Ranking geral

No ranking geral, São Paulo lidera, mantendo a posição desde 2017, seguido por Santa Catarina (2º), Distrito Federal (3º) e Paraná (4º).

Os demais estados estão nas seguintes posições: Rio Grande do Sul (5º), Minas Gerais (6º), Mato Grosso do Sul (7º), Espírito Santo (8º), Paraíba (9º), Goiás (10º), Mato Grosso (11º), Ceará (12º), Rio de Janeiro (13º), Rondônia (14º), Tocantins (15º), Alagoas (16º) Amazonas (17º), Roraima (18º), Rio Grande do Norte (19º), Pernambuco (20º), Piauí (21º), Bahia (22º), Pará (23º), Amapá (24º), Sergipe (25º), Maranhão (26º) e Acre (27º).

Fonte: Ag Brasil

Veja tambem

20/01/2019 | ECONOMIA BLOCO COMERCIAL

Bolsonaro quer despolitizar Mercosul e reduzir taxa de importação

Não ficará no radar do Mercosul avançar em direção a uma moeda comum ou qualquer inovação que comprometa a independência dos países

19/01/2019 | BOLSA DE VALORES DE SÃO PAULO B3 IBOVESPA

Bolsa fecha semana em alta e índice de desempenho bate recorde

Dólar encerra período com valorização de 0,23%

18/01/2019 | MERCADO FINANCEIRO

Índices acionários chineses têm 3ª semana de ganhos com otimismo comercial

Os índices acionários chineses fecharam em alta nesta sexta-feira, registrando a terceira semana consecutiva de ganhos, impulsionados pelas expectativas de que Pequim e Washington possam fechar um acordo para encerrar a guerra tarifária entre os dois país

17/01/2019 | SUÍNOS

Suínos: Exportação e custo menor podem garantir ano mais positivo

Depois de atravessar um 2018 desafiador, o setor suinícola está mais otimista, à espera de uma recuperação em 2019

17/01/2019 | ECONOMIA PAGAMENTO

Pis/Pasep começa a ser pago hoje

A partir de hoje (17), trabalhadores da iniciativa privada podem procurar a Caixa Econômica Federal

17/01/2019 | ECONOMIA CONTAS

Estados fazem pressão por socorro federal

A sede do Ministério da Economia recebeu ontem uma romaria de governadores pedindo ajuda da União para equilibrar suas contas

16/01/2019 | PRODUÇÃO TOTAL DE PETRÓLEO E GÁS, BOED

Produção total de petróleo e gás da Petrobras atinge meta para 2018

A Petrobras identificou entre os principais destaques da produção em 2018 a entrada em operação de quatro novos sistemas de produção:

15/01/2019 | PREÇOS AGROPECUÁRIOS

Saiba como montar um desidratador de alimentos de baixo custo

A desidratação pode ser feita em frutas, plantas medicinais, ervas aromáticas, condimentos, legumes e tubérculos

14/01/2019 | Política Economia

Índices chineses fecham em queda com dados comerciais fracos

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, recuou 0,87 por cento, enquanto o índice de Xangai teve queda de 0,71 por cento.

13/01/2019 | ECONOMIA BRADESCO

Banco testa empréstimo online para quem não é correntista

A startup possui um aplicativo que permite que consumidores procurem empréstimo e outros serviços financeiros

12/01/2019 | ANÁLISE DE MERCADO

Puxados pelo agronegócio, só MT e mais cinco estados devem superar pior recessão da história

Mato Grosso está na lista dos seis estados brasileiros que devem superar os índices da maior recessão da história do País

11/01/2019 | BRASIL

Banco Mundial reduz projeção para PIB brasileiro em 2019

O Banco Mundial (Bird) reduziu as previsões de crescimento do Brasil de 2018 e para este ano