Siga-nos nas redes sociais:

Brasil negocia cota maior para aço com os EUA

Segundo fontes do governo, essa é uma das poucas alternativas que restam, depois que os americanos colocaram apenas duas alternativas sobre a mesa: cota ou sobretaxa 02/05/2018 - 07:33:54

O governo brasileiro avalia negociar com os Estados Unidos alterações no cálculo das cotas de exportação de aço e alumínio para diminuir prejuízos ao comércio por causa das sobretaxas de 25% sobre o aço e de 10% sobre o alumínio anunciadas em março. Segundo fontes do governo, essa é uma das poucas alternativas que restam, depois que os americanos colocaram apenas duas alternativas sobre a mesa: cota ou sobretaxa.

As duas opções são consideradas ruins pelo governo e pelo mercado. A cota é uma forma de limitar as exportações estabelecendo volumes máximos a serem embarcados para os EUA. Já a sobretaxa eleva o valor pago pelo importador americano, o que pode inviabilizar as vendas para aquele mercado. O Brasil vinha defendendo, nas negociações, que não deveria sofrer nenhum tipo de restrição no comércio dos dois produtos. O principal argumento é que 80% do aço exportado para os EUA é semiacabado, ou seja, insumo para a indústria local. Os negociadores vinham nessa queda de braço até que, na última sexta-feira, os americanos avisaram que não havia mais tempo para negociação e que o País precisaria escolher entre cota ou sobretaxa. No fim da noite de segunda-feira, quando terminou o prazo dado por ele próprio para a conclusão das negociações com os países afetados pela sobretaxa, o presidente Donald Trump disse que havia fechado um acordo "em princípio" com o Brasil e que seriam necessários mais alguns dias para negociar detalhes.

Muito provavelmente, Trump se referia às cotas que eles propuseram ao Brasil e sobre as quais não tiveram resposta positiva. Mas, fora desse cardápio, aparentemente não há muitas opções, admitem fontes. Uma possibilidade seria questionar a medida norte-americana na Organização Mundial do Comércio (OMC). Não há decisão de governo quanto a isso.

"Precisamos esperar para ver como fica", disse ontem ao Estado o presidente da Associação Brasileira do Alumínio (Abal), Milton Rego. Ele confirmou que havia as duas opções sobre a mesa, mas não está seguro sobre o que acontecerá, agora que os Estados Unidos decidiram prorrogar o prazo das negociações.

No caso do setor de alumínio, a proposta americana era uma cota baseada na média das exportações dos últimos cinco anos. Esse volume, disse o executivo, não é suficiente nem para cumprir as vendas que já foram contratadas para este ano. Além disso, a cota proposta por eles é do tipo "hard", além da qual não se pode exportar mais nada. Por isso, segundo fontes, o setor tendia a optar pela sobretaxa. Rego não confirmou. Ele prefere esperar para ver se haverá alguma alteração na proposta americana.

Posição

Para o aço, a sobretaxa de 25% praticamente inviabiliza as vendas, segundo declarou várias vezes o presidente executivo do Instituto Aço Brasil, Marco Polo Mello Lopes. A entidade só deve se posicionar sobre o caso hoje. Também hoje, os ministérios das Relações Exteriores e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços deverão divulgar nota conjunta.Fontes ligadas ao governo informaram que, no caso dos produtos siderúrgicos, as cotas serão calculadas sobre a média exportada de 2015, 2016 e 2017, anos que foram ruins para o comércio exterior. Ou seja, são cotas baixas.

É nesse ponto que os técnicos acreditam haver espaço para negociação. Enquanto o Brasil ainda avalia o que fazer, a Argentina anunciou haver alcançado um acordo definitivo com os Estados Unidos, segundo o jornal Clarín. Ela ficará livre das sobretaxas, mas observará cotas para suas exportações. Porém, diferente do que ocorreu com a Coreia, que aceitou cotas cujo resultado foi um corte nas vendas de 30%, a Argentina diz ter conseguido uma cota de 180 mil toneladas de aço, 35% superior à média dos últimos três anos. Para alumínio, serão 130 mil toneladas, o que corresponde à média dos últimos três anos.

Fonte: NOTICIAS AO MINUTO

Veja tambem

22/05/2018 | PARA CARROS ELÉTRICOS

MT abre 1º eletroposto por energia solar do país e tem 100 carros elétricos

1º eletroposto inaugurado em Cuiabá que vai abastecer veículos elétricos ou híbridos, que usam combustível ou eletricidade.

22/05/2018 | BRASILIA-DF

Presidente da Petrobras se reúne com Guardia e Moreira sobre preço de combustíveis nesta terça

A MP que extingue o Fundo Soberano entrará em vigor assim que for publicada, mas tem de ser aprovada posteriormente tanto pela Câmara dos Deputados quanto pelo Senado.

21/05/2018 |

Pedidos de aposentadoria por telefone e internet começam hoje(21)

Atualmente, o Meu INSS tem mais de 7 milhões de usuários cadastrados e é acessível pelo computador ou celular.

21/05/2018 | ECONOMIA PRAZO

Convocados pelo INSS têm até esta segunda-feira para agendar perícia

A marcação deve ser feita por meio do telefone 135, das 7h às 22h

20/05/2018 | ECONOMIA CÂMBIO

Para conter alta do dólar, BC fará atuação extra nesta segunda-feira

Segundo nota divulgada pela autoridade monetária, serão ofertados 15 mil contratos adicionais de swap cambial no leilão realizado entre 9h30 e 9h40

19/05/2018 | ECONOMIA PREÇOS

Governo volta a falar em medidas para conter alta da gasolina

Diante da alta do preço do diesel, os caminhoneiros agendaram para a próxima segunda-feira (21) uma paralisação geral em todo o país

18/05/2018 | ECONOMIA MERCADO

Desalento recorde limita alta na taxa de desemprego, diz IBGE

O país encerrou o primeiro trimestre deste ano com 4,6 milhões de pessoas desempregadas

17/05/2018 | ECONOMIA MERCADO

Dólar vai a R$ 3,70 com exterior e após BC manter juro

Bolsa tem pior dia em 1 ano

17/05/2018 | ECONOMIA NOVIDADE

Aposentadoria pela internet será liberada em até 30 minutos

Aposentadoria pela internet será liberada em até 30 minutos

16/05/2018 | INSS

Aposentadoria por idade será aprovada por internet e telefone

Com a mudança, os trabalhadores só terão de comparecer ao local se houver alguma pendência no pedido

15/05/2018 | ECONOMIA ESPECIALISTAS

Missão chinesa vem ao Brasil ainda este mês vistoriar 84 frigoríficos

O anúncio ocorreu durante reunião entre o ministro do Comércio da China, Zhong Shan, e o ministro da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi

15/05/2018 | ECONOMIA META

Caixa fecha agências e vende imóveis de olho em lucro de R$ 9 bilhões

Serão encerradas atividades de cerca de 100 agências cujas operações são consideradas insustentáveis ou aquelas em endereços muito próximos