Siga-nos nas redes sociais:

O Colonial, monumento histórico será reconstruído em novo endereço.

Em setembro de 1974 foi realizado no mesmo local o almoço de inauguração da cidade. 13/04/2016 - 16:37:55

O restaurante Colonial é ícone da história de Sinop, localizado no terreno onde foi comemorada a fundação de Sinop, em setembro de 1974. Posteriormente, na década de 1980 “O Colonial” foi construído para receber eventos e personalidades como o então presidente da República, João Batista Figueiredo.

Apesar do prédio não ser um bem público, foi tombado como patrimônio histórico pela Lei Municipal 971/2007, considerado por historiadores como símbolo de reconhecimento dos esforços do povo sinopense para a formação do município em meio a densa floresta amazônica.

DISPUTA JUDICIAL

Há um litígio entre empresas, a Colonizadora Sinop e o Grupo Vitale. Em 1999 o Grupo Sinop vendeu suas ações da Agroquímica S/A, o grupo de investidores comprador deveria transferir vários imóveis da Sinop Agroquímica para a Colonizadora, o Colonial era um destes, entretanto a transferência nunca foi efetivada, para a Colonizadora Sinop foi quebra de contrato e luta na justiça pela posse do imóvel.

O Grupo Sinop esclareceu por nota "A empresa entende que necessita prestar esclarecimentos com relação ao prédio. Ele foi construído pela empresa Sinop Agroquímica S.A, em terreno de sua propriedade. A Colonizadora Sinop era acionista majoritária da Sinop Agroquímica e em 1999 vendeu toda sua participação a um grupo de investidores. O prédio e seus terrenos seriam transferidos a Colonizadora Sinop como parte do pagamento da venda dessas ações e até hoje essa transferência não ocorreu. Desde então luta-se na justiça para que se cumpra essa obrigação”

Rodrigo esclarece “O bem por ser patrimônio histórico não quer dizer que ele é patrimônio público. Permanece em propriedade do dono do imóvel. Na verdade existe uma limitação quanto a esse direito de propriedade. Ele não pode destruir o imóvel, alterar as características físicas, mas pode dar a destinação que quiser, respeitando essas limitações. Na verdade precisa ser tombado e é um processo que foi feito pela prefeitura. Existe uma lei que esclarece essa situação. Se o dono lá na frente quiser alugar, imaginado que seja reformado, para um banco ou restaurante ou quiser fechar e manter a fachada preservada, ele pode".

AÇÃO CRIMINOSA

Em 2013 o movimento estudantil da UFMT Sinop abraçou a causa em busca da revitalização do Colonial, pois é parte da historia da Capital do Nortão, consiste no ultimo prédio histórico e no local do almoço de inauguração da cidade.

No mesmo dia do protesto 16 de novembro de 2013, os estudantes protestavam contra o abandono e ao tapumes metálicos que escondiam o prédio. Ouviram um forte estrondo que trouxe a baixo parte do prédio histórico, na ocasião indivíduos foram vistos saindo do local, fugindo em um veiculo que dava cobertura a ação criminosa.

Na ocasião o então secretario de Planejamento, Ciências e Tecnologia, Valdir Favaretto afirmou “As pessoas denunciaram que foi criminoso e é possível identificar cortes feitos por motosserra. Somente empreendedores teriam interesse no local, para a venda da área”. O imóvel possui localização privilegiada, no cruzamento entre as Avenidas dos Jacarandas e Figueiras, sendo avaliado entre 6 e 8 milhões de reais.

LAUDO PERICIAL

A perícia técnica confirmou a ação criminosa. O laudo encomendado pela Polícia Civil e produzido pela Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica), concluiu que o prédio histórico foi derrubado por ação externa, quem executou a ação conhecia características do prédio. O laudo foi concluso no dia 3 de janeiro. A análise in-loco do prédio foi no dia 6 de dezembro de 2013.

O perito responsável pelo laudo possui formação em engenharia civil. O perito concluiu que o colapso na estrutura ocorreu por “ação externa”. Ou seja, não teria desabado se a estrutura não fosse serrada. “A estrutura foi rompida com o uso de um instrumento do tipo serra. Não caiu por excesso de carga. O mecanismo de colapso foram os cortes feitos na tesoura primária, que sustentava a cobertura”, explicou o perito. O agente não precisou o “instrumento tipo serra” utilizado, mas informou que é compatível a um serrote ou uma serra circula de mão, descartando a possibilidade de ser uma moto-serra, devido a espessura dos cortes.

A perícia também não identificou desgastes na estrutura de madeira, como apodrecimento ou ataque de cupins. O perito cita, por exemplo, o fato de que uma segunda tesoura primária também foi serrada, no entanto a estrutura não desabou. “Existe um risco eminente de que outra parte da estrutura caia”, alertou. Segundo o laudo, o equivalente a um quarto da cobertura do Colonial desabou. Essa segunda tesoura a qual o perito se refere, levaria ao chão outro quarto do prédio. Para o agente da Politec, não restam dúvidas que o ato foi cometido por alguém com conhecimento da estrutura, uma vez que apenas as tesouras principais foram cortadas.

Conforme o laudo pericial, duas das quatro vigas principais, que cruzam o prédio na diagonal, foram serradas, além de uma viga paralela. Todos os cortes foram feitos próximo ao eixo central, um pilar principal de itaúba, marca arquitetônica do prédio histórico. Apenas a parte inferior das tesouras foi cortada. Não foi serrada a parte superior das tesouras, que fica em contato com o telhado. Com o conhecimento devido da estrutura e dependendo da ferramenta utilizada, a ação não levaria mais do que algumas horas.

SENTENÇA JUDICIAL

Ainda em 2015 a Justiça por meio da 6ª Vara Cível da comarca de Sinop, por meio do Juiz Cleber Luiz Zeferino, concedeu liminar ao Ministério Publico Estadual (MPE), autorizando a interdição para preservação do que restou do prédio e restauração do antigo restaurante e prédio histórico de Sinop.

A determinação judicial prevê catalogação e pesquisa para reunir dados arquitetônicos do locar. O prazo foi de 30 dias, com previsão de multa diária em 25 mil reis, tanto para prefeitura de Sinop, quanto as empresas envolvidas no litigio, Colonizadora Sinop e Vitalle Industrial Norte S/A

“A proteção do patrimônio histórico, arquitetônico e/ou cultural não necessita de qualquer ato administrativo para o seu exercício, isto é, não é vinculado à conveniência e à oportunidade do Poder Público; logo, é possível a defesa de bens de proeminente valor cultural ainda que não estejam tombados, arrolados em inventários ou cadastros de patrimônio histórico cultural, pois esses instrumentos de defesa não têm caráter constitutivo, mas apenas pressupõem a importância cultural da coisa”, explana o juiz na sentença.

Devido a polemica do terreno onde esta localizado o ginásio de esportes Benedito Santiago, onde esteve a primeira escola do município o processo foi prorrogado, por meio de termo de ajustamento de conduta (TAC).

A proposta inicial era demolir o ginásio, aproveitar a área para construção de um complexo cultural, mas o complexo esportivo também é histórico, devido a pressão popular o local foi tombado como patrimônio histórico de Sinop.

NOVO ENDEREÇO

O antigo Colonial (único prédio histórico restante) terá novo endereço, deve ser reconstruído em um imóvel de 13,1 mil metros quadrados, desmembrado da Reserva R-3, uma área de preservação permanente do município. A Colonizadora Sinop elabora um “máster plan”, contendo os projetos de engenharia e um cronograma de obras, para a efetivação do projeto após o período de chuvas em 2016.

O Colonial será construído na esquina da Avenida dos Flamboyants com Avenida das Itaúbas, na esquina do imóvel que abriga o viveiro de mudas municipal. O prédio teria sua frente voltada para a rotatória P-15, batizada no ano de 2011 como Praça José Manuel Nunes, desportista de Sinop que faleceu em 1983.

Na área também está uma estação de monitoramento das águas subterrâneas de Sinop, instalada no ano de 2010 pelo o Serviço Geológico do Brasil, órgão vinculado ao Ministério das Minas e Energia. O poço de 50 metros de profundidade, combinado com uma estação climatológica, é utilizado para medir o comportamento do aquífero Ronuro, um dos integrantes da bacia do Parecis, que está embaixo da cidade de Sinop. Outros 10 poços foram perfurados no Estado com o mesmo objetivo.

A RECONSTRUÇÃO

Após muitas controvérsias e morosidade, o Ministério Público, Colonizadora Sinop, a Vitalle e a prefeitura de Sinop, formularam um acordo para resolver a situação do Colonial. Mais de 2 anos passaram e ninguém foi preso ou responsabilizado pela ação criminosa que destruiu parte do prédio. Ante a situação Colonizadora se ofereceu voluntariamente para reconstruir o prédio sobre outro local.

Além do antigo restaurante de 625 metros quadrados, empresa vai construir um Centro Cultural. O elemento principal do complexo deve ser a cópia fiel do Colonial. A parte que desabou será recolhida e o que continua em pé, desmanchado. Todos os elementos aproveitáveis da edificação serão empregados na reconstrução. O que não for possível, será refeito respeitando as mesmas características arquitetônicas.

O prédio terá a mesma dimensão do original: 25x25 metros. O arquiteto Alfredo Clodoaldo, que integra o quadro da Colonizadora, foi o autor do projeto original no ano de 1982. Ele iniciou uma busca para encontrar os velhos croquis, que devem orientar a reconstrução.

Além do Colonial, a Colonizadora terá que implantar um coreto e fazer toda a parte de urbanização da área, transformando o terreno em uma praça pública. A utilidade final do novo Colonial é incerta, mas o espaço pode abrigar o Museu Histórico de Sinop, junto a biblioteca pública.

Não há uma estimativa de custos mas a reconstrução deve passar de R$ 1 milhão. A área onde está o Colonial tem um valor estimado de R$ 10 milhões.

Fonte: Da redação

Veja tambem

07/02/2017 | PUBLICARAM IMAGENS

Casal passeia 16 dias com corpo de bebê falecida para registrar últimos momentos

Os pais receberam a permissão de ficar com o corpo da recém-nascida até seu funeral

03/02/2017 | QUE É ISSO

Cobra entra onde não devia e mulher vai parar no hospital

Americana precisou ir a emergência após seu animal de estimação ficar preso ao furo do alargador

02/02/2017 | MAIOR DO QUE CORAÇÃO DE MÃE

Carro é flagrado com nove ocupantes; três crianças estavam no porta-malas

Licenciamento tinha vencido e motorista estava com a CNH vencida. Família iria passar o dia na praia, em Florianópolis.

11/01/2017 | PAGAMENTO DIFERENTE

CURIOSO: Conheça onde a aula de direção pode ser paga com sexo

O governo holandês reafirmou a legalidade da prática, que tem causado controvérsia desde que passou a ser considerada legítima, em dezembro de 2015

02/01/2017 | VOCÊ JÁ PAROU PARA AVALIAR A CERVEJA?

Curiosidades sobre a cerveja. Veja se você concorda

Especialista fala se colarinho é necessário, se há diferença para o chope, se o tipo de copo e a cor da garrafa influenciam e se a bebida é sempre amarga

26/12/2016 | LEALDADE

Cão se junta à 'namorada' ferida em linha férrea e a protege de trens por dois dias

Panda não desgrudou de lucy. Quando humanos se aproximavam ele latia. Quando o trem apontava, ele baixava o corpo da

13/12/2016 | NASA TEMPESTADE SOLAR

Terra terá 6 dias de escuridão agora em dezembro, cuidado com boatos falsos… – 05.12.2016

A notícia, supostamente da NASA, está causando frissom e medo, e até os bíblicos de plantão estão usando como referência as escrituras e as profecias, para deleite de muitos ainda presos pelas crenças nas religiões. Vejamos como está sendo divulgado por a

11/12/2016 | INTERNACIONAL

Menina obrigada a casar aos 9 anos faleceu após a noite de núpcias com noivo de 40

Pois bem, essa menina de que estamos falando morreu recentemente na noite de núpcias por causa de uma hemorragia interna.

21/10/2016 | NÃO PODE MEXER

Pedra de jade de 174 toneladas descoberta em Mianmar não pode ser extraída

A pedra, de quase seis metros de comprimento, foi descoberta na semana passada por mineiros, enterrada a cerca de 60 metros de profundidade no interior de uma montanha no estado de Kachin, uma região do norte de Mianmar rica em jade

20/09/2016 | 200 REAIS DE CAUÇÃO

Restaurante no Rio cobra R$ 200 pelo uso de carregador portátil de celular

Estabelecimento diz que valor é um 'caução' caso não haja devolução. Procon diz que cobrança tem que ser informada com antecedência.

14/09/2016 | GALÁXIA

Telescópio Gaia revela mapa de Via Láctea com 1 bilhão de estrelas

Trata-se de mapa mais detalhado já produzido da Via Láctea. Satélite Gaia, da Agência Espacial Europeia (ESA), foi lançado há mil dias.

08/09/2016 | FAMOSOS

Aos 52 anos, Maurício Mattar namora amiga da filha

Os dois, que moram no Rio de Janeiro, têm mantido o relacionamento discreto