Siga-nos nas redes sociais:

Soja libera espaço para algodão e milho nas exportações de agosto

Vendas externas de soja foram 24% menores do que em julho; as de milho subiram 137% no período 07/09/2018 - 08:34:57

Quatro meses após o pico de safra, o fluxo de soja em direção aos portos começa a diminuir. Sai a leguminosa, entram milho e algodão na rota de exportações.

As vendas externas de soja somaram 8,1 milhões de toneladas no mês passado, 24% menos do que em julho. Já as de milho, embora menores do que as de soja em volume, subiram 137% no período.

O algodão também está com a safra em fase final e, com a colheita recorde de 2,1 milhões de toneladas de pluma, as vendas externas ganham ritmo: o país exportou 125% mais em agosto do que em julho.

A exportação da soja perdeu ritmo, mas ainda é bem superior à de agosto de 2017, quando somou 5,96 milhões de toneladas.

Dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior) desta segunda-feira (3) indicam que o volume e o preço da soja estão melhores.

Com isso, as receitas acumuladas com as vendas externas de grãos de janeiro a agosto atingem US$ 26 bilhões (R$ 108 bilhões).

Outro destaque no setor foi o farelo de soja, cujas receitas somaram US$ 4,7 bilhões (R$ 19,5 bilhões) no período, 31% mais do que de janeiro a agosto de 2017.

O Brasil ocupou parte do mercado argentino, tradicional exportador de farelo, por causa da quebra de safra de soja no país vizinho.

As carnes não repetiram, em agosto, o bom desempenho de julho, à exceção da bovina. Esta teve evolução de 6% nas vendas externas, enquanto a suína registrou recuo de 9% e a de frango, de 20%. Os dados se referem apenas às carnes "in natura".

A balança do agronegócio registra, ainda, queda de 43% nas receitas com açúcar bruto. As vendas caíram para US$ 3,4 bilhões (R$ 14 bilhões) nos oito primeiros meses deste ano.

Ajuste fiscal da Argentina afeta as exportações de produtos agrícolas

O pacote fiscal anunciado nesta segunda pelo presidente Mauricio Macri recaiu também sobre as vendas externas de produtos agrícolas.

O governo vinha retirando, mês a mês, parte da taxa de exportação sobre a soja. Até o fim de 2019, voltaria a 18%.

A alíquota voltou nesta segunda para 18%, mas serão retidos 4 pesos por dólar arrecadado com as exportações. Com isso, a taxa sobre as exportações de soja volta para próximo de 29%.

Milho e trigo, liberados por Macri das taxas de exportação ao assumir o governo, também voltam à lista dos produtos que pagarão imposto. No caso, vale o desconto de 4 pesos por dólar, o que deverá representar uma carga tributária próxima de 11%.

A elevação da tributação sobre a soja e seus derivados na Argentina não tem grande influência para o Brasil, líder mundial em exportações de soja em grãos.

Já a tributação sobre o trigo poderá ser um ônus para os brasileiros, tradicionais importadores do cereal.

O Brasil deverá importar 6 milhões de toneladas de trigo neste ano, dos 11 milhões que consome. Boa parte virá da Argentina.

A taxa sobre o milho poderá favorecer os brasileiros. Antes importadores de milho argentino, agora o Brasil é competidor do país vizinho.

Fonte: Folha de S. Paulo

Veja tambem

15/11/2018 | FRIGORÍFICOS E ABATEDOUROS

Exportações totais de carne bovina em outubro mantém o ritmo forte

Em volume elas atingiram a 161.517 toneladas, contra 143.916 toneladas em 2017, perdendo somente para a movimentação obtida em agosto e setembro últimos

14/11/2018 | ESTÂNCIA BAHIA

Leilão Criadores do Vale do Guaporé oferta 3 mil animais mais 1 mil da Marca JE

O remate será realizado pela Estância Bahia Leilões a partir das 14h (horário de Brasília) e transmitido ao vivo pelo Canal Terraviva.

14/11/2018 | ALGODÃO

Abapa prevê crescimento de 24,9% de área na próxima safra de algodão na Bahia

A Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) prevê um crescimento de 24,9% na área plantada de algodão na Bahia na safra 2018/2019

13/11/2018 | BIOTECNOLOGIA

20 anos de biotecnologia no campo e porque devemos preservá-la

A agricultura está presente em grande parte da história do ser humano, que sempre precisou se alimentar e, posteriormente, ter seu sustento por meio desta atividade

12/11/2018 | SOJA

Brasil e EUA vão produzir menos soja, mas estoques são recordes

A última quinta-feira (8) foi o dia dos números. Brasil e Estados Unidos refizeram estimativas de produção de grãos da safra que terminou e da que está sendo plantada

12/11/2018 | LEILÕES

Leilão Nelore Água Fria em Marabá oferta 100 touros PO e 5 mil bezerros

Idealizado por João Guimarães & Convidados, o remate será realizado pela Estância Bahia Leilões e transmissão ao vivo no dia 17 de novembro pelo Canal Terraviva a partir das 14h

12/11/2018 | Política Economia

Relação com os EUA ou com a China? Os dois, responde Marcos Yank

Desafios da Política Comercial de Bolsonaro, por MARCOS SAWYA JANK (na FOLHA DE S. PAULO).

10/11/2018 | AGROGESTÃO

Agronegócio ganha força no governo Bolsonaro

A adesão não foi difícil, já que seu programa de governo respaldava reivindicações históricas do setor, que representa 23,5% do PIB e 44% das exportações brasileiras

09/11/2018 | BOVINOS LEITE

Gado holandês ganha espaço para comercialização online

Iniciativa está abrigada no site da Gadolando para a compra e venda entre os criadore

08/11/2018 | EXPORTAÇÃO

Exportações de carne de frango mantém alta em outubro

Em receita, as vendas do período alcançaram US$ 578,5 milhões, número 8,3% menor que o resultado obtido em outubro de 2017, com US$ 631,2 milhões

07/11/2018 | AZ AGROPECUÁRIA & CONVIDADOS

AZ Agropecuária & Convidados ofertam 3 mil animais em leilão

Assessoria de Imprensa Estância Bahia Leilões

06/11/2018 | TRIGO E CEVADA

Colheita do trigo avança no Rio Grande do Sul

Estimativa da FecoAgro/RS é de que 500 mil toneladas do cereal foram comercializadas antecipadamente