Siga-nos nas redes sociais:

Mercado de Trabalho: Agronegócio tem menos ocupados e rendimentos maiores em 2017

Pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, mostram que o total de ocupados no agronegócio brasileiro caiu 2,2% entre os três primeiros trimestres de 2017 e o mesmo período de 2016, o equivalente a 264 mil pessoas 27/12/2017 - 09:43:29

Segundo pesquisadores, a queda das ocupações no setor relaciona-se principalmente ao segmento primário, em que a baixa foi de 6,4% (ou de 580,5 mil pessoas). Diante desse movimento, tem-se que 18,2 milhões de pessoas, em média, ocuparam-se em atividades relacionadas ao agronegócio, representando pouco mais de 20% do total de ocupados no País.

As diminuições mais relevantes no total do ocupados no agronegócio ocorreram para trabalhadores por conta própria (-6,3%) e para empregados com carteira assinada (-2,1%). Por outro lado, pesquisadores do Cepea indicam que o número de empregados sem carteira assinada e de empregadores aumentou, 2,6% e 12,4%, respectivamente. No caso de pessoas sem instrução, houve redução das ocupações no agronegócio frente a 2016. Para as demais categorias de instrução, houve aumento das ocupações, especialmente para aqueles com Ensino Superior (completo ou incompleto), categoria para a qual a elevação foi de 6,4%.

Pesquisadores do Cepea destacam que, apesar da redução observada no total de ocupados no agronegócio, o rendimento médio do trabalho do trabalhador do setor aumentou em 2017, para as três categoriais analisadas: +2,8% para empregados e outros, +13,2% para empregadores e +5,8% para trabalhadores por conta própria. A preços do terceiro trimestre de 2017, para os empregados no setor, o rendimento médio mensal foi de R$ 1.678; para os empregadores, de R$ 5.526; e, para os trabalhadores por conta própria, de R$ 1.232.

Mercado de trabalho do agronegócio nos estados brasileiros – A população ocupada no agronegócio brasileiro se concentra principalmente em cinco estados: São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraná. Por outro lado, os estados com maior participação do agronegócio no mercado de trabalho estadual foram Mato Grosso, Rondônia, Piauí, Maranhão e Pará. De modo geral, para os estados das regiões Norte e Nordeste, o segmento primário do agronegócio tem um maior peso na distribuição dos postos de trabalho do setor. Por outro lado, para os estados do Centro-Sul, parte relevante dos trabalhadores do agronegócio está nos elos industriais e de serviços vinculados ao setor.

Analisando por segmento, tem-se que, enquanto 60% da agroindústria se concentra nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, o segmento primário tem uma distribuição espacial relativamente mais homogênea, com destaque para Minas Gerais e Bahia, mas também para a região Sul e partes do Norte e Nordeste.

Clique aqui e confira o release completo em word.

Fonte: Do Agronegócio

Veja tambem

24/09/2018 | CRÉDITO RURAL

Certidão garante crédito rural para agricultores em áreas de ocupação

A ação favorecerá o crescimento econômico e contribuirá para a geração de emprego e renda a milhares de famílias que se encontram nessa situação

23/09/2018 | EXPORTAÇÃO / MILHO

Mercado dá continuidade ao movimento positivo e testa leves ganhos na manhã desta 6ª em Chicago

Por volta das 8h38 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam ganhos entre 1,50 e 1,75 pontos

22/09/2018 | SOJA

Aumenta volume de esmagamento de soja em Mato Grosso

O IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária – divulgou, hoje, o volume de soja em grão esmagado em Mato Grosso durante o mês de agosto.

21/09/2018 | AGRICULTURA FAMILIAR

AGRICULTURA FAMILIAR Prefeitura ajuda a diversificar economia de famílias da Gleba Mercedes

O projeto, que tem iniciativa da Prefeitura e emenda parlamentar estadual no valor de R$300 mil

20/09/2018 | AGOSTO

Terminal quebra recorde de transporte de cargas em terminal de Rondonópolis

Volume total transportado pela Companhia em agosto foi de 5,3 milhões de toneladas de produtos agrícolas e industriais em terminais de 6 estados

20/09/2018 | BOVINOS LEITE

Produtores de leite da América Latina conhecem maior núcleo genético da atualidade nos EUA

O terceiro dia do ABS Global Experience contou com visitas a mais uma fazenda familiar – a Johnson’s Rolling Acres – e também à sede do projeto De-Novo

19/09/2018 | APICULTURA

Mato Grosso tem grande potencial botânico e climático para a apicultura

O Brasil possui a maior florada apícola do mundo e o estado destaca-se por ter três ecossistemas bem distintos: Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica.

19/09/2018 | SOJA CONVENCIONAL

Soja convencional ainda é cultivada no Brasil, mas área plantada diminui

No ano passado, semente não-transgênica ocupou 17,3% da área de cultivo e, neste ano, não deve passar de 12%. Custo de produção é mais alto, mas valor de venda também.

18/09/2018 | MEIO AMBIENTE

Inovação no licenciamento ambiental

Pela sua vocação de produtor mundial de alimentos, o Brasil participa do desafio de aumentar a produção agrícola para atender projeção de demanda de alimentos, fibras e bioenergia até o ano 2050

17/09/2018 | PECUÁRIA DE LEITE

Três produtores da região de Quatro Marcos são destaques no SENAR Tec Leite

17/09/2018 | GESTÃO

Mais de 90% dos pecuaristas paulistas que adotaram sistemas integrados afirmam que continuarão com a tecnologia

Os que adotam a integração lavoura-pecuária (ILP) têm maior tempo de experiência com agricultura, participam de eventos agropecuários e de cooperativas agrícolas e recebem mais visitas da assistência técnica

16/09/2018 | EXPORTAÇÃO

Com volume recorde em agosto, exportações totais de carne bovina crescem 9% e já rendem US$ 4,2 bi

As exportações totais de carne bovina (in natura e processada) atingiram a 173.826 toneladas no mês de agosto estabelecendo um novo recorde mensal no setor