Siga-nos nas redes sociais:

Eficiência da adubação nitrogenada da pastagem depende de condições climáticas favoráveis

O N proporciona aumento da produção de pastagem e, consequentemente, possibilita elevar o número de animais por hectare. 11/01/2019 - 08:18:03

A adubação nitrogenada é uma prática eficiente para melhorar a produtividade e a qualidade da pastagem. No entanto, a eficiência da aplicação de Nitrogênio (N) depende de condições climáticas favoráveis: temperatura e disponibilidade hídrica.

De acordo com pesquisas da Embrapa Pecuária Sudeste, de São Carlos (SP), esta época do ano, com temperaturas altas e ocorrência de chuvas, é adequada para o pecuarista fazer a adubação nitrogenada da planta forrageira. No Estado de São Paulo, de modo geral, a fertilização com Nitrogênio, pode ser recomendada entre outubro e março.

Pesquisadores da instituição utilizaram a modelagem matemática para estimar a eficiência de uso de N nas pastagens de São Paulo e saber qual o melhor período do ano para sua aplicação. 

Segundo o agrometeorologista José Ricardo Pezzopane, é importante conhecer o clima para melhorar a efetividade da adubação nitrogenada.

O nitrogênio é um dos nutrientes essenciais para o desenvolvimento das plantas, juntamente com o fósforo (P) e potássio (K). O N proporciona aumento da produção de pastagem e, consequentemente, possibilita elevar o número de animais por hectare.

A pesquisa

O experimento, realizado na Fazenda Canchim, sede da Embrapa Pecuária Sudeste, foi coordenado pelos pesquisadores Patrícia Menezes Santos e José Ricardo Pezzopane, da Embrapa, e pela estudante de pós-graduação Sara Romeiro Lopes, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

A modelagem matemática foi utilizada para estimar a eficiência de uso de N nas pastagens de São Paulo. Para a simulação, foram selecionadas quatro cidades do Estado em regiões diferentes e com climas contrastantes: Araçatuba, Itapetininga, São José do Rio Preto e São Carlos. Itapetininga e São Carlos apresentam temperatura média ao longo do ano mais baixa que São José do Rio Preto e Araçatuba. Em Itapetininga, a estação seca é menos marcante, enquanto em Araçatuba e São José do Rio Preto ela é mais prolongada.

A adubação nitrogenada em cada período foi classificada em recomendada ou não recomendada, a partir da combinação entre os critérios de disponibilidade de água e temperatura. Os períodos nos quais havia probabilidade igual ou superior a 80% de ocorrer a condição ”recomendada” foram considerados adequados para adubação nitrogenada.

As épocas variaram entre as cidades devido a diferenças climáticas. “Os resultados indicam que há variação na expectativa de resposta à adubação nitrogenada entre as regiões, em função das variações na temperatura e disponibilidade de água”, explica Pezzopane.
De dezembro a março foram os meses recomendados para adubação em Araçatuba; outubro a fevereiro, para Itapetininga.

Em São José do Rio Preto a adubação nitrogenada foi recomendada a partir de dezembro, não sendo adequada a aplicação entre abril e novembro.

Em São Carlos a melhor época para adubação nitrogenada é de novembro a março.

A identificação de épocas para recomendação de adubação nitrogenada em função da expectativa de resposta da pastagem contribui para maior eficiência de utilização de nitrogênio e sustentabilidade dos sistemas de produção animal, com impactos econômicos e ambientais positivos.

Foto Reprodução

Fonte: Embrapa Pecuária Sudeste

Veja tambem

21/06/2019 | ETANOL

Produção de etanol de milho pode atingir 15 bilhões de litros

O crescimento dessa indústria dependerá da oferta doméstica de milho, que já excede as necessidades dos setores de ração e alimentos e possibilita uma exportação de mais de 30 milhões de toneladas por ano

20/06/2019 | SOJA / MERCADO BRASILEIRO

Soja encerra o pregão desta 5ª feira com ganhos na Bolsa de Chicago

O vencimento da soja para julho/19 ficou em US$ 9,14 por bushel, uma valorização de 11 pontos pra cima.

20/06/2019 | DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Sedec inicia planejamento para a Norte Show 2020

18/06/2019 | MILHO

Brasil exportará recorde de 38 mi t de milho no ano, com vendas até aos EUA, diz Agroconsult

14/06/2019 | SUÍNOS

Peste suína africana: desafio do Brasil é manter animais livres da doença letal e sem cura, mas que não afeta humanos

Embrapa tem o papel de fornecer informações sobre a doença, sua prevenção e os impactos na cadeia produtiva de suínos, subsidiando a tomada de decisão dos órgãos competentes

12/06/2019 | FRIGORÍFICOS E ABATEDOUROS

Retomada da Rússia impulsiona exportações brasileiras de carne bovina em maio

Desde janeiro, vendas para aquele país cresceram 137%

11/06/2019 | BRASIL / MÉXICO

Frango: Brasil negocia acordo bilateral "ambicioso" com o México

O Brasil está pronto para negociar um acordo bilateral "ambicioso" com o México que permita livre comércio entre os dois países, informaram nesta sexta-feira os ministérios da Economia e das Relações Exteriores, em nota conjunta

11/06/2019 | Agronegócio

Produtores apontam riscos da alta carga tributária e prejuízos para produção rural

Antônio Galvan faz o encerramentom oficial da edição do Circuito Aprosoja deste ano

10/06/2019 | BOVINOS LEITE

Interleite Brasil deve reunir 1.300 participantes nos dias 07 e 08 de agosto, em Uberlândia (MG)

Nos três dias, cerca de 1.300 produtores, técnicos, laticínios, empresas de insumos e especialistas ligados ao leite passarão pelo Center Convention em Uberlândia

03/06/2019 | MERCADO FINANCEIRO

PIB da agropecuária no 1º trimestre de 2019 recuou pelo segundo ano seguido

De acordo com o IBGE, o Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária brasileira no primeiro trimestre de 2019 registrou variação negativa de 0,1% em relação ao mesmo trimestre de 2018

02/06/2019 | Política Economia

Plano de Safra 2019/2020 será lançado no dia 12 de junho, diz Ministra da Agricultura

Tereza Cristina quer Brasil com política agrícola definida (Ag. Brasil, *Com informações do site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento)

01/06/2019 | MILHO E SORGO

Agroconsult eleva projeção de produção de milho do Brasil em 2018/19 para 100,4 mi t

O aumento da projeção ocorre em meio a boas condições climáticas para a segunda safra de milho, a maior do país, cuja colheita já está se desenvolvendo