Siga-nos nas redes sociais:

ECOPERATIVA: Com investimento de R$ 7 milhões, região de Curitiba ganha usina de energia limpa

A partir de 2019, restos de podas de árvores e de jardinagem dos bosques, praças e outros locais públicos da região de Curitiba terão outro destino que não somente os aterros sanitários 07/08/2018 - 07:49:53

Em março do ano que vem, esses resíduos serão usados em uma usina termoelétrica movida a biomassa, que terá capacidade para gerar até 1 MW de energia elétrica.

Investimento - Localizada em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana, a instalação industrial consumirá um investimento de R$ 7 milhões. O objetivo é oferecer energia limpa a cerca de 3 mil pessoas a um preço 30% mais baixo do que a tarifa base da energia elétrica.

Estudos - Responsável pela implantação da usina, a Ecoperativa, empresa que fomenta outras micro e mini cooperativas de geração de energia, fez estudos ao longo de dois anos para preparar o processo de instalação da termoelétrica. “Chegamos à conclusão de que o Paraná tem muito potencial para produzir biomassa lenhosa, que acaba sendo mais barata do que a fotovoltaica e a eólica. O ‘payback’ é mais vantajoso e também se trata de uma fonte de energia intermitente”, explica o administrador de empresas Luiz Gonzaga Bettega Sperandio, um dos idealizadores da Ecoperativa.

Sistema de compensação - Ele explica que o projeto funcionará dentro de um sistema de compensação. Ou seja, ao aderir às cotas da cooperativa – cada cota é de 50 KW –, o cooperado recebe um crédito em quilowatts na sua conta, abatendo no consumo total. “Não precisa mexer na instalação elétrica da residência nem em nada. Outra vantagem é que as cotas são um bem de capital ativo. Se o cooperado se mudar para outro estado, por exemplo, pode vender essas cotas de volta para a cooperativa”, diz Sperandio.

Pessoa física - Qualquer pessoa física com uma unidade consumidora da Copel pode se tornar cooperado e beneficiar-se do sistema, inclusive em áreas rurais distantes da planta industrial. O projeto da usina, denominado Cooperativa de Energia Paraná 1, tem cada cota (de 50 KW) sendo comercializada por R$ 1,2 mil – só para pessoas físicas. Para 2020 está programada uma segunda planta no mesmo local: a Cooperativa de Energia Paraná 2, também com capacidade para gerar 1 MW, só que destinada exclusivamente a pessoas jurídicas, com cota a ser vendida por R$ 400.

Pouco explorada - De acordo com Sperandio, a produção de energia a partir de biomassa ainda é pouco explorada no cenário nacional. Além de ser uma fonte renovável de energia – substituindo os combustíveis fósseis –, pode aproveitar resíduos de produção agrícola diversos, como casca de arroz, bagaço de cana, palha de milho e cavaco de pinus, entre outros, o que vira uma alternativa de renda extra para os produtores rurais.

Transferência - Outra vantagem do sistema é que se o cooperado tiver um excedente de energia, pode transferir para outra propriedade em área rural ou na cidade, desde que tenha a mesma titularidade na Copel.

Funcionamento - As duas termoelétricas movidas a biomassa vão funcionar com uma planta industrial semelhante, o que inclui um processador Byocom, que transforma galhos e folhagem em cavaco, e um queimador, que funciona junto a uma caldeira. Esta, por sua vez, movimenta a turbina, gerando energia. Dependendo do tipo de biomassa a ser usada, troca-se apenas o tipo de grelha do queimador.

Fonte: Gazeta do Povo

Veja tambem

22/03/2019 | SHOW SAFRA

Augusto Nunes aborda cenário nacional após eleições de outubro

Jornalista realiza palestra máster no segundo dia de Feira na Fundação Rio Verde

22/03/2019 | PESQUISAS

Pesquisadores vão usar drones para detecção e contagem de gado

Pesquisa coordenada pela Embrapa para detecção e contagem de gado usando veículos aéreos não tripulados, conhecidos como vants ou drones, acaba de ser aprovada para financiamento pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp)

21/03/2019 | BOVINOCULTURA DE LEITE

Em abril Senar-MT e parceiros realizam 10 dias de campo

A programação inclui temas como: alimentação e nutrição para bovinos de leite, viabilidade X produção e boas práticas

21/03/2019 | Show Safra BR 163

Evento está na principal região produtora de grãos de Mato Grosso

Feira tem estrutura para receber 60 mil visitantes durante edição 2019

21/03/2019 | EXPORTAÇÃO

Comércio internacional: Exportação de soja ultrapassa US$ 2,5 bi em fevereiro e total do agro vai a US$ 7,25 bi

Quantidade das vendas de grão, farelo e óleo registra recorde para o mês e compensa queda de preço

20/03/2019 | TOUR TÉCNICO 2019

Tour Técnico 2019 percorre fazendas em quatro estados brasileiros

Viagem anual promovida pela ABS passa pelos principais fornecedores de genética de Mato Grosso, Paraná, Goiás e Mato Grosso do Sul

19/03/2019 | MT & RO

Governador assina protocolo que prevê ações integradas no setor do agronegócio

Objetivo é viabilizar a retirada da vacina contra aftosa da região de fronteira e ainda compartilhar pesquisas e ações de fomento às cadeias produtivas.

19/03/2019 | LEILÃO VIRTUAL

Leilões pela internet são um sucesso

Acompanhe nossos leilões e não perca nenhum lance! Faça o download do aplicativo

19/03/2019 | PESQUISAS

Restrições ao glifosato são desastrosas, diz pesquisador

“A norma da Anvisa traz quatro pontos sensíveis que, se mantidos, impactarão negativamente"

18/03/2019 | SOJA

Soja recua em Chicago nesta 2ª feira e devolve parte dos últimos ganhos fortes

Por volta de 7h30 (horário de Brasília), as cotações cediam pouco mais de 4 pontos, devolvendo parte das altas registradas na última sexta-feira (15), quando o mercado subiu mais de 10 pontos

16/03/2019 | SETOR SUCROALCOOLEIRO

Datagro estima mix 62% voltado para produção de etanol na safra 2019/20

A produção de açúcar na região Centro-Sul, na safra 2019/2020 será de 29,7 milhões de toneladas contra 26,51 milhões da safra 18/19

15/03/2019 | NOVA MESA DIRETORA-2019

Comissão de Agricultura da Câmara elege nova mesa diretora para 2019

O novo presidente será o deputado federal Fausto Pinato (PP-SP).