Siga-nos nas redes sociais:

ECOPERATIVA: Com investimento de R$ 7 milhões, região de Curitiba ganha usina de energia limpa

A partir de 2019, restos de podas de árvores e de jardinagem dos bosques, praças e outros locais públicos da região de Curitiba terão outro destino que não somente os aterros sanitários 07/08/2018 - 07:49:53

Em março do ano que vem, esses resíduos serão usados em uma usina termoelétrica movida a biomassa, que terá capacidade para gerar até 1 MW de energia elétrica.

Investimento - Localizada em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana, a instalação industrial consumirá um investimento de R$ 7 milhões. O objetivo é oferecer energia limpa a cerca de 3 mil pessoas a um preço 30% mais baixo do que a tarifa base da energia elétrica.

Estudos - Responsável pela implantação da usina, a Ecoperativa, empresa que fomenta outras micro e mini cooperativas de geração de energia, fez estudos ao longo de dois anos para preparar o processo de instalação da termoelétrica. “Chegamos à conclusão de que o Paraná tem muito potencial para produzir biomassa lenhosa, que acaba sendo mais barata do que a fotovoltaica e a eólica. O ‘payback’ é mais vantajoso e também se trata de uma fonte de energia intermitente”, explica o administrador de empresas Luiz Gonzaga Bettega Sperandio, um dos idealizadores da Ecoperativa.

Sistema de compensação - Ele explica que o projeto funcionará dentro de um sistema de compensação. Ou seja, ao aderir às cotas da cooperativa – cada cota é de 50 KW –, o cooperado recebe um crédito em quilowatts na sua conta, abatendo no consumo total. “Não precisa mexer na instalação elétrica da residência nem em nada. Outra vantagem é que as cotas são um bem de capital ativo. Se o cooperado se mudar para outro estado, por exemplo, pode vender essas cotas de volta para a cooperativa”, diz Sperandio.

Pessoa física - Qualquer pessoa física com uma unidade consumidora da Copel pode se tornar cooperado e beneficiar-se do sistema, inclusive em áreas rurais distantes da planta industrial. O projeto da usina, denominado Cooperativa de Energia Paraná 1, tem cada cota (de 50 KW) sendo comercializada por R$ 1,2 mil – só para pessoas físicas. Para 2020 está programada uma segunda planta no mesmo local: a Cooperativa de Energia Paraná 2, também com capacidade para gerar 1 MW, só que destinada exclusivamente a pessoas jurídicas, com cota a ser vendida por R$ 400.

Pouco explorada - De acordo com Sperandio, a produção de energia a partir de biomassa ainda é pouco explorada no cenário nacional. Além de ser uma fonte renovável de energia – substituindo os combustíveis fósseis –, pode aproveitar resíduos de produção agrícola diversos, como casca de arroz, bagaço de cana, palha de milho e cavaco de pinus, entre outros, o que vira uma alternativa de renda extra para os produtores rurais.

Transferência - Outra vantagem do sistema é que se o cooperado tiver um excedente de energia, pode transferir para outra propriedade em área rural ou na cidade, desde que tenha a mesma titularidade na Copel.

Funcionamento - As duas termoelétricas movidas a biomassa vão funcionar com uma planta industrial semelhante, o que inclui um processador Byocom, que transforma galhos e folhagem em cavaco, e um queimador, que funciona junto a uma caldeira. Esta, por sua vez, movimenta a turbina, gerando energia. Dependendo do tipo de biomassa a ser usada, troca-se apenas o tipo de grelha do queimador.

Fonte: Gazeta do Povo

Veja tambem

17/10/2018 | SOJA

Plantio de soja no Brasil atinge 20% e se firma como mais rápido da história

O plantio de soja 2018/19 no Brasil está no ritmo mais acelerado da história, atingindo um quinto da área total prevista e puxado por Mato Grosso e Paraná, justamente os principais produtores da oleaginosa, informou nesta segunda-feira a AgRural

17/10/2018 | NUTRIÇÃO

Especialista da BASF aborda vitaminas durante VIII Congresso Latino-Americano de Nutrição Animal

Tecnologia e soluções sustentáveis farão parte da palestra do especialista global Mike Coelho

16/10/2018 | ANÁLISE DE MERCADO

Guerra comercial de Trump impulsiona setor agrícola do Brasil, pressiona Iowa

A torre de 20 andares do condomínio de luxo Bella Vita se ergue sobre a cidade de Luís Eduardo Magalhães, no Estado da Bahia

12/10/2018 | GOVERNO

Exportações do agro devem atingir US$ 100 bilhões

Estimativa foi feita por Blairo Maggi durante posse do novo presidente da Embrapa no Palácio do Planalto

11/10/2018 | ANÁLISE DE MERCADO

JBS investe 45 milhões e amplia produção para mercado chinês

Companhia vai dobrar a produção atual de carne bovina nas plantas de Iturama e Ituiutaba (MG)

10/10/2018 | GESTÃO

Agronegócio quer de novo presidente modernização do sistema tributário

O agronegócio, apesar da importância na economia do país, acaba sendo um dos setores que têm pouca atenção dos presidenciáveis nas propostas de governo. Neste ano, não é diferente

09/10/2018 | CERTIFICAÇÃO - GMP+

Yes recebe certificação internacional GMP+

GMP+ reforça compromisso da empresa em garantir qualidade e abre portas no mercado internacional

08/10/2018 | AGRONEGÓCIO

Queda no dólar tirou sustentação do preço farelo de soja neste começo de outubro

A queda do dólar na primeira semana de outubro pressionou para baixo os preços da soja grão e do farelo de soja no mercado brasileiro

05/10/2018 | CAFÉ

Produtores brasileiros disputam qualidade de café em concurso internacional

Cup of Excellence terá etapa final em Guaxupé, sul de Minas Gerais, no mês de outubro

04/10/2018 | AGRONEGÓCIO

Bureau Veritas fecha parceria inédita com a Índigo para aumentar a lucratividade das plantações de soja de forma mais sustentável

Companhia compara mais de 34 mil hectares de lavouras com protocolo de tratamento de sementes industrial tradicional e protocolo pioneiro da Indigo Agricultura

03/10/2018 | GESTÃO

ABS anuncia incorporação da In Vitro Brasil

Após três anos da aquisição da empresa líder no mercado de embriões bovinos, ABS comunica total agrupamento das operações da IVB, que a partir de agora, passa a ser a tecnologia por trás dos produtos de embriões da ABS

02/10/2018 | LOGÍSTICA E TRANSPORTE

Política, burocracia e logística

As eleições criam uma excelente oportunidade para o debate de temas nacionais e para o cotejo das propostas de cada candidato e de suas respectivas visões (e compreensões) sobre a atualidade brasileira