Siga-nos nas redes sociais:

Consumo de carne deve crescer 2%

O aumento da oferta de carne bovina no mercado, impulsionado principalmente pelo avanço mais do que proporcional dos abates de fêmeas 29/09/2018 - 08:10:38

O aumento da oferta de carne bovina no mercado, impulsionado principalmente pelo avanço mais do que proporcional dos abates de fêmeas, tende a ser absorvido pelo crescimento esperado no consumo doméstico, algo entre 1% e 2% nas estimativas mais recentes, e pelo incremento das exportações, favorecidas pela demanda aquecida lá fora e pela desvalorização do real frente ao dólar. O cenário externo, mesmo com o fechamento do mercado russo à carne brasileira, tem se mantido mais do que promissor, estimulando as estratégias de internacionalização e diversificação geográfica dos principais grupos brasileiros.

Nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foram abatidos 15,454 milhões de animais na primeira metade do ano, alta de 4,3% em relação a igual período do ano passado, deixando para trás a queda de 16% registrada em maio como reflexo da greve dos caminhoneiros. Daquele total, em torno de 45,5% eram fêmeas, percentual que se compara a 43,9% no primeiro semestre do ano passado. A matança de vacas e novilhas cresceu 8,1% na mesma comparação, para 7,031 milhões de cabeças, e contribuiu com 83,5% para o crescimento geral dos abates.

Os números confirmam a previsão de uma reversão no ciclo pecuário, observada mais timidamente em 2017 e consolidada neste ano com maior descarte de fêmeas e consequente aumento da produção de carne, afirma Adolfo Fontes, analista sênior do Rabobank. Anualizando os números do IBGE, o banco espera um aumento de 5% na produção, o que corresponderia a uma oferta adicional de 400 mil toneladas de carne no mercado doméstico.

O consumo per capita no Brasil havia caído de 39 para 36 quilos por habitante/ano entre 2014 e 2016 e tende a se aproximar de algo em torno de 37 a 38 quilos neste ano, prevê Fontes. As perspectivas para o setor são mais favoráveis no mercado externo. "Considerando o fechamento da Rússia em dezembro do ano passado, o desempenho das exportações tem sido muito bom", analisa Leonardo Alencar, gerente executivo de inteligência de mercado da Minerva Foods. O executivo anota certa discrepância entre os dados do setor e os números oficiais, que apontam crescimento de 10% no volume exportado entre janeiro e agosto, para 1,017 milhão de toneladas. Nos levantamentos da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), os embarques avançaram 3,6% no período.

Maior exportadora de carne bovina da América do Sul, responsável por um quarto das vendas externas totais do produto na região no segundo trimestre, a empresa concentra em torno de 55% de sua capacidade total de abate, próxima a 26.380 animais por dia, em suas plantas no Paraguai, Argentina, Uruguai e Colômbia. As exportações, acrescenta Alencar, representaram 64% da receita bruta global da companhia no segundo trimestre deste ano.

A operação internacional foi reforçada no ano passado com a aquisição nove plantas da JBS na região, num negócio avaliado em US$ 300 milhões, envolvendo uma unidade no Uruguai, três no Paraguai e cinco na Argentina, marcando a entrada da Minerva no mercado argentino. "Foi uma aquisição grande e temos muito a extrair das plataformas que já operamos na região", afirma. Essa diversificação geográfica, reforça o CEO da Marfrig Global Foods, Eduardo Miron, cria uma espécie de "hedge sanitário" para a operação, reduz a sazonalidade típica da pecuária, contribui para ampliar o portfólio de produtos e ainda permite acessar outros mercados, incluindo aqueles que impõem alguma forma de restrição à carne brasileira, a exemplo do que ocorre neste momento com a Rússia.

Em abril, segundo Miron, a Marfrig assumiu o controle da National Beef, quarta maior empresa de carne bovina dos EUA, tornando-se a segunda maior produtora de carne bovina do mundo, numa operação concluída em junho por um valor próximo a US$ 1,0 bilhão. No resultado proforma do segundo trimestre, a operação americana já respondeu por 71% das receitas consolidadas do grupo, que elevou sua capacidade de abate para 32,5 mil cabeças por dia.

Fonte: Portal do Agronegócio

Veja tambem

15/02/2019 | SOJA

Colheita de soja chega a 53% da área prevista em Mato Grosso

Se mantido este ritmo, a semana deve terminar com cerca de 60% da área semeada em Mato Grosso

14/02/2019 | AGRO/ARROZ

Diversificação será tema do Fórum Técnico na Abertura da Colheita do Arroz

Evento ocorre de 20 a 22 de fevereiro na Estação Experimental Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão

13/02/2019 | SOJA

Nutrição e produtividade para o cultivo da soja

Ano de 2019 já começa com a soja tendo grande destaque no palco de exportações do Brasil

12/02/2019 | SHOW RURAL

Público de 288.802 visitantes e R$ 2,2 bilhões em vendas

O 31º Show Rural Coopavel recebeu público de 288.802 visitantes no período de 4 a 8 de fevereiro, em Cascavel, no Oeste do Paraná

11/02/2019 | LEILÃO VIRTUAL

Com genética de ponta, Água Preta Agropecuária oferta 3 mil animais em leilão

O 2º Leilão Virtual Água Preta Agropecuária reunirá lotes especiais de bezerros e garrotes precoces padronizados e preparados para entrar em fase de recria com maior capacidade de peso.

11/02/2019 | ADUBOS E FERTILIZANTES

Diversidade reduz dependência de fertilizantes

Pesquisadora diz que a descoberta pode ser um fator importante na redução de custos

09/02/2019 | SUÍNOS

Suinocultura sofre com queda de preços e de exportações em janeiro

Nos principais estados produtores do país, houve queda no preço do suíno vivo, aponta a Bolsa de Suínos

08/02/2019 | BOVINOS DE CORTE

Fazenda de confinamento do Mato Grosso alcança rendimento de carcaça de 54,5%

Nas fazendas que apostam no confinamento como forma de potencializar os ganhos nas carcaças dos animais, um rendimento alto no abate é uma meta constante

07/02/2019 | GESTÃO

Dia de Campo da Cocari bate recorde em atrações e sucesso com o público

Com o tema ‘Agricultura digital: realidades e tendências, a 16ª edição do Dia de Campo de Culturas de Verão e Pecuária da Cocari foi um verdadeiro sucesso

06/02/2019 | GESTÃO

Expedição Safra avalia desafios para a produção paulista de grãos após veranico

Equipe de técnicos e jornalistas participam de seminário nesta quarta-feira (6), com produtores locais, discutindo os impactos do clima na safra de verão

05/02/2019 | AGROTÓXICOS E DEFENSIVOS

Mercado de Adjuvantes chegará a US$ 4,04 bi até 2023

A região norte-americana foi a maior responsável pela presença de players

05/02/2019 | SOJA

Soja tem leve avanço em Chicago nesta 3ª em semana de USDA e Ano Novo Lunar na China

Os preços subiam entre 0,25 e 0,75 ponto, com o março/19 valendo US$ 9,18 e o maio/19 com US$ 9,33.