Siga-nos nas redes sociais:

Blairo Maggi: volume de recursos para safra 2018/19 será praticamente o mesmo, com juro menor

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou que o total de recursos do Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 deverá ser praticamente o mesmo do atual período (2017/2018) 09/03/2018 - 16:01:23

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou que o total de recursos do Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 deverá ser praticamente o mesmo do atual período (2017/2018), já que há uma limitação nos gastos do governo pelo teto determinado na emenda à Constituição promulgada em 2016. "Os volumes de recursos praticamente serão os mesmos, já que a lei do teto fala no (total do) ano passado mais inflação", disse Maggi. "Como a inflação (de 2016) foi pequena, o aumento será pequeno", completou Maggi durante entrevista a jornalistas na Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS).

Para a atual safra, o governo destinou R$ 188,3 bilhões em recursos. Se a inflação de 2,95%, de 2017, for considerada nos cálculos do governo, o volume para o Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 será de R$ 193,85 bilhões. Maggi afirmou que os juros para o financiamento agropecuário a partir de 1º de julho, quando começa oficialmente a safra, devem ser menores que os atuais, entre 7,5% e 11,75% ao ano para as principais linhas de crédito.

Os juros mais baixos serão possíveis por causa da queda na taxa básica de juros (Selic), atualmente em 6,75% ao ano, ante 13,75% ao ano em janeiro do ano passado. No entanto, segundo Maggi, juros mais baixos podem significar prazos menores de financiamento e o setor já está sendo consultado sobre essa possibilidade.

"Historicamente sempre tivemos juros agrícolas menores que a Selic, então é natural que a gente caminhe para juros mais baixos. (Mas) temos o mesmo volume de dinheiro e se queremos taxas de juros mais baratas, vamos ocupar mais espaço financeiro e reduzir equalização", disse. "Se quiserem mais prazo com juros menores, teremos menos dinheiro, e vice versa. É uma situação que não temos para onde correr."

Mercosul Na Expodireto Cotrijal, Maggi voltou a defender mudanças no Mercosul e, ao ser indagado sobre os problemas comerciais enfrentados pelo leite brasileiro no bloco econômico, lembrou de barreiras e operações feitas entre países que tiram a competitividade do produto. Maggi citou que o Brasil tem um superávit comercial de US$ 8 bilhões com a Argentina, formado basicamente pelas vendas industriais, mas a agropecuária tem um déficit de US$ 3 bilhões com o país, em razão de barreiras impostas pelo vizinho aos produtos daqui, como é o caso do açúcar, por exemplo. "É a agricultura pagando uma conta da indústria."

O ministro descartou a possibilidade de haver alguma programa de auxílio aos produtores de arroz e respondeu que a produção no Brasil é maior que o consumo e que não há exportações. Uma saída seria a redução de impostos ao longo da cadeia, segundo o ministro, que não deu detalhes de como isso ocorreria. "Temos de abrir mercado externo e olhar para os custos. Os produtores já olharam para isso não têm como enxugar, mas a cadeia de impostos nessa produção é bastante grande e talvez por aí seja o caminho", concluiu.

Fonte: Portal do Agronegócio

Veja tambem

21/09/2018 | AGRICULTURA FAMILIAR

AGRICULTURA FAMILIAR Prefeitura ajuda a diversificar economia de famílias da Gleba Mercedes

O projeto, que tem iniciativa da Prefeitura e emenda parlamentar estadual no valor de R$300 mil

20/09/2018 | AGOSTO

Terminal quebra recorde de transporte de cargas em terminal de Rondonópolis

Volume total transportado pela Companhia em agosto foi de 5,3 milhões de toneladas de produtos agrícolas e industriais em terminais de 6 estados

20/09/2018 | BOVINOS LEITE

Produtores de leite da América Latina conhecem maior núcleo genético da atualidade nos EUA

O terceiro dia do ABS Global Experience contou com visitas a mais uma fazenda familiar – a Johnson’s Rolling Acres – e também à sede do projeto De-Novo

19/09/2018 | APICULTURA

Mato Grosso tem grande potencial botânico e climático para a apicultura

O Brasil possui a maior florada apícola do mundo e o estado destaca-se por ter três ecossistemas bem distintos: Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica.

19/09/2018 | SOJA CONVENCIONAL

Soja convencional ainda é cultivada no Brasil, mas área plantada diminui

No ano passado, semente não-transgênica ocupou 17,3% da área de cultivo e, neste ano, não deve passar de 12%. Custo de produção é mais alto, mas valor de venda também.

18/09/2018 | MEIO AMBIENTE

Inovação no licenciamento ambiental

Pela sua vocação de produtor mundial de alimentos, o Brasil participa do desafio de aumentar a produção agrícola para atender projeção de demanda de alimentos, fibras e bioenergia até o ano 2050

17/09/2018 | PECUÁRIA DE LEITE

Três produtores da região de Quatro Marcos são destaques no SENAR Tec Leite

17/09/2018 | GESTÃO

Mais de 90% dos pecuaristas paulistas que adotaram sistemas integrados afirmam que continuarão com a tecnologia

Os que adotam a integração lavoura-pecuária (ILP) têm maior tempo de experiência com agricultura, participam de eventos agropecuários e de cooperativas agrícolas e recebem mais visitas da assistência técnica

16/09/2018 | EXPORTAÇÃO

Com volume recorde em agosto, exportações totais de carne bovina crescem 9% e já rendem US$ 4,2 bi

As exportações totais de carne bovina (in natura e processada) atingiram a 173.826 toneladas no mês de agosto estabelecendo um novo recorde mensal no setor

15/09/2018 | BRASIL

ECONOMIA: Balança tem superávit de US$ 1,106 bi na primeira semana de setembro

A balança comercial registrou superávit de US$ 1,106 bilhão na primeira semana de setembro, informou na tarde desta terça-feira (11/09) o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic)

14/09/2018 | SETOR SUCROALCOOLEIRO

Açúcar mantém valorização nos mercados interno e externo

Os contratos futuros do açúcar demerara fecharam em alta na bolsa de Nova York ontem (13)

13/09/2018 | GESTÃO

Competência técnica é o principal entrave para a contratação de executivos na área de agronegócios

Estudo da Hays Executive mostra também características que os líderes consideram para quem busca fazer carreira de sucesso no setor