Siga-nos nas redes sociais:

Blairo Maggi: volume de recursos para safra 2018/19 será praticamente o mesmo, com juro menor

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou que o total de recursos do Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 deverá ser praticamente o mesmo do atual período (2017/2018) 09/03/2018 - 16:01:23

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, afirmou que o total de recursos do Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 deverá ser praticamente o mesmo do atual período (2017/2018), já que há uma limitação nos gastos do governo pelo teto determinado na emenda à Constituição promulgada em 2016. "Os volumes de recursos praticamente serão os mesmos, já que a lei do teto fala no (total do) ano passado mais inflação", disse Maggi. "Como a inflação (de 2016) foi pequena, o aumento será pequeno", completou Maggi durante entrevista a jornalistas na Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque (RS).

Para a atual safra, o governo destinou R$ 188,3 bilhões em recursos. Se a inflação de 2,95%, de 2017, for considerada nos cálculos do governo, o volume para o Plano Agrícola e Pecuário 2018/2019 será de R$ 193,85 bilhões. Maggi afirmou que os juros para o financiamento agropecuário a partir de 1º de julho, quando começa oficialmente a safra, devem ser menores que os atuais, entre 7,5% e 11,75% ao ano para as principais linhas de crédito.

Os juros mais baixos serão possíveis por causa da queda na taxa básica de juros (Selic), atualmente em 6,75% ao ano, ante 13,75% ao ano em janeiro do ano passado. No entanto, segundo Maggi, juros mais baixos podem significar prazos menores de financiamento e o setor já está sendo consultado sobre essa possibilidade.

"Historicamente sempre tivemos juros agrícolas menores que a Selic, então é natural que a gente caminhe para juros mais baixos. (Mas) temos o mesmo volume de dinheiro e se queremos taxas de juros mais baratas, vamos ocupar mais espaço financeiro e reduzir equalização", disse. "Se quiserem mais prazo com juros menores, teremos menos dinheiro, e vice versa. É uma situação que não temos para onde correr."

Mercosul Na Expodireto Cotrijal, Maggi voltou a defender mudanças no Mercosul e, ao ser indagado sobre os problemas comerciais enfrentados pelo leite brasileiro no bloco econômico, lembrou de barreiras e operações feitas entre países que tiram a competitividade do produto. Maggi citou que o Brasil tem um superávit comercial de US$ 8 bilhões com a Argentina, formado basicamente pelas vendas industriais, mas a agropecuária tem um déficit de US$ 3 bilhões com o país, em razão de barreiras impostas pelo vizinho aos produtos daqui, como é o caso do açúcar, por exemplo. "É a agricultura pagando uma conta da indústria."

O ministro descartou a possibilidade de haver alguma programa de auxílio aos produtores de arroz e respondeu que a produção no Brasil é maior que o consumo e que não há exportações. Uma saída seria a redução de impostos ao longo da cadeia, segundo o ministro, que não deu detalhes de como isso ocorreria. "Temos de abrir mercado externo e olhar para os custos. Os produtores já olharam para isso não têm como enxugar, mas a cadeia de impostos nessa produção é bastante grande e talvez por aí seja o caminho", concluiu.

Fonte: Portal do Agronegócio

Veja tambem

14/12/2018 | DEFESA AGROPECUÁRIA

Indea atende caso de raiva em bovinos em Alta Floresta

Os bovinos e equídeos dessas propriedades também devem ser vacinados contra a raiva.

14/12/2018 | SUÍNOS

Cartilha de Boas Práticas na Gestação de Suínos é lançada pelo Mapa

Objetivo é a sensibilização, capacitação e sustentabilidade da cadeia produtiva

13/12/2018 | GOVERNO

Governo compra 11,7 mil quilos de produção rondoniense de café robusta

A Superintendência de Licitações de Rondônia (Supel) deve homologar na próxima semana a licitação para compra de 11,7 mil quilos de café robusta

12/12/2018 | CAPIM-AMARGOSO

Um problema que pode estar além do campo

Como uma das plantas daninhas mais resistentes e complicadas do mercado pode estar afetando mais do que o cultivo e a produtividade

12/12/2018 | Política Agrícola

Ruralistas querem MP com novo prazo para Refis do Funrural

O assunto foi discutido na reunião da FPA desta terça-feira (11), em que os parlamentares define a estratégia do colegiado no Congresso Nacional.

10/12/2018 | SOJA

Vendas antecipadas de soja 2018/19 no MT chegam a 41,33% em dezembro, diz Imea

10/12/2018 | GESTÃO

Cinco dicas valiosas para auxiliar na fertilidade do solo

Relatório da FAO e Embrapa Solos aponta que 33% da terra do mundo está degradada

08/12/2018 | EXPORTAÇÃO

Paridade de exportação do milho mato-grossense recua 2,7%

A paridade de exportação do milho mato-grossense para julho do ano que vem recuou 2,7% no mês passado fechando a uma média de R$ 21,83/saca

07/12/2018 | SOJA

Soja em Chicago trabalha com leves altas nesta 6ª feira e mercado busca se reequilibrar

No paralelo, o mercado observa ainda o bom desenvolvimento do plantio na América do Sul, principalmente no Brasil.

07/12/2018 | CERTIFICAÇÃO

Oceana Minerals obtém certificação internacional que reforça a alta qualidade de seus produtos

A Certificação IBD USDA abre portas para expansão da empresa nos exigentes mercados dos Estados Unidos e de outros países da Europa e Ásia

06/12/2018 | BOVINOS DE CORTE

Peso médio elevado marca a etapa de Nanuque (MG) do Circuito Nelore de Qualidade, da ACNB

Grupo Matsuda premiou primeiro colocado com uma tonelada de suplementos minerais

05/12/2018 | EXPORTAÇÃO

Exportação da carne bovina segue em bom ritmo

A valorização do dólar frente a moeda brasileira colabora com este cenário.